viagem para o graspopGraspop 2017/ Divulgação, Ph: Nathalie Moors

Guia de viagem para o Graspop Metal Meeting

Um guia de viagem para o Graspop Metal Meeting, finalmente! Muitas pessoas pediram e a gente decidiu fazer. Afinal, o Graspop parece ser a bola da vez dos festivais de metal europeus deste ano. Também, há muito tempo a organização tem conseguido fazer edições históricas do Graspop. E nós já te contamos como a experiência por lá pode ser muito legal, mesmo em condições adversas. Apesar da lama e chuva, os belgas conseguiram segurar a onda da estrutura. Ainda, para quem ficou na dúvida sobre a viagem para o Graspop ou para outros festivais concorrentes, já fizemos um comparativo Graspop x Wacken x Hellfest.

Assim, para quem vai encarar essa viagem para o Graspop 2018, nada melhor do que encontrar todas as informações importantes sobre o festival em um só lugar, não é mesmo?

Este ano, o Graspop Metal Meeting ( review completa de 2016 aqui) terá uma nova configuração. Serão quatro dias, com muita música e um lineup invejável. Não são todos os festivais por aí que reúnem headliners como Iron Maiden, Ozzy Osbourne, Guns n’ Roses, Judas Priest, Avenged Sevenfold e mais.

viagem para o graspop

Viagem para o Graspop Metal Meeting: planejamento básico

Antes de comprar o ingresso para o festival, a regra básica é saber o quanto ele vai custar. Por isso, fizemos uma estimativa sobre quanto custa viajar para o Graspop Metal Meeting. Claro que com a montanha russa econômica em que vivemos, alguns valores possivelmente estão muito diferentes, principalmente os de passagens de avião.

A primeira coisa mais urgente a se fazer após comprar o ingresso é reservar a estadia em Dessel. Ainda que esse devesse ter sido um passo dado há mais tempo, nada é impossível. No entanto, é bom ser realista, pois Dessel não tem lá tantas opções de acomdação.

quanto dinheiro levar para o graspop

Graspop 2017. PH: Tim Tronckoe

Onde ficar em Dessel

Além do Metal Park, que está a 15 km do festival e também dá para reservar por aqui , os hotéis mais próximos também estão nessa média de distância. Em Dessel, a única propriedade disponível é o Hotel Golden Dragon, que está a apenas 300 metros do centro da cidade. Ou seja, quase lá na porta do Graspop.

Nas proximidades, em pequenos vilarejos, existem ótimas opções de Bed&Breakfast, como é o caso do B&B Molmento, que fica a 9 minutinhos de carro do lugar do festival, 50 minutos se optar por transporte público – lembrando que há conexões, mas são limitadas. Na mesma categoria está o B&B ´T Zand,  a apenas 9 minutos de carro do local do festival. Ambos esses B&B ficam em Mol, a maior cidade mais próxima de Dessel. Porém, eles estão um pouco mais distantes do centrão da cidade, e mais próximos do festival.

Além destas opções, há possibilidades em cidades próximas, como a gente relata aqui neste post.

Quanto dinheiro em espécie levar para a viagem para o Graspop?

Primeiramente, saibamos que a viagem para o Graspop Metal Meeting não é uma das mais baratas no mundo dos festivais de metal da Europa. No entanto, o mais importante é planejar exatamente os gastos. E parte importante disso é planejar as fontes de grana para gastar lá fora, evitando pagar demasiadas taxas de conversão entre outras coisas.

Pensando nisso, fizemos os cálculos de quanto dinheiro em espécie você deve levar para a viagem para o Graspop. Lembrando que, os cálculos foram feitos com base na minha experiência de viagem. Mas, a sua maneira de lidar com as finanças em viagem pode ser outra que também dá certo e tal.

Dicas sobre a Bélgica

onde ficar em Bruxelas

Bruxelas. Ph: Jose Ignacio Soto via Shutterstock

Além de o Graspop Metal Meeting ser isso tudo que já contamos, ele fica na Bélgica. E a Bélgica é simplesmente um destino de viagem maravilhoso. Por isso, recomendamos que você gaste tempo neste país. Contudo, não sem antes ler algumas dicas sobre a Bélgica.

Evidentemente, nossa atenção às atividades na capital, Bruxelas, foi maior. Por isso, reunimos boas sugestões sobtre o que fazer nesta cidade. Mas, antes de passear, melhor reservar sua estadia em Bruxelas. Neste post, separamos os melhores hoteis da cidade e dou a dica do hotel em que fiquei hospedada.

O que fazer em Bruxelas?

Em Bruxelas, existe turismo para todos os gostos. Para quem gosta do básico, simples e terá pouco tempo, escrevemos sobre quatro opções de passeio em Bruxelas. Agora, o que definitivamente não poderá faltar é a rota dos chocolates e o tour das cervejarias belgas. Só de lembrar já quero ser teletransprotada para estes lugares, djá!

Turismo musical em Bruxelas

Para quem ama música e acha que 4 dias em um festival não serão bastantes (toca aí o/), preparamos os roteiros de turismo musical em Bruxelas. O primeiro, é um turismo musical básico, para amantes de música em geral.

O segundo, é para quem não cansou de escutar metal no Graspop e quer completar a viagem conhecendo o habitat natural de headbangers locais. Sugerimos alguns bares de rock e metal super legais em Bruxelas.

Baldeações para quem pode ficar mais tempo na Bélgica

onde ficar em Brugges

Bruges. Ph: MarinaDa via Shutterstock

Para quem tem mais tempo, existem coisas bem possíveis e recomendáveis de fazer. Além de passear bastante por Bruxelas, recomendamos a ida à Bruges. Além de ser uma cidade com construções tomabas pela Unesco, Bruges é uma opção prática e barata. Dá para fazer bate-volta de Bruxelas à Bruges, se quiser.

Mas é claro, apesar de que é possível fazer minimamente turismo de um dia em Bruges, ficar na cidade por uma ou duas noites é uma linda experiência. Por isso, damos dicas dos melhores lugares para ficar em Bruges.

Por fim, lembre-se de que a Bélgica está a um passo da Holanda, bem como da França. Assim, é fácil você sair de Bruxelas e ir até Amsterdã, por exemplo. Bem como também é fácil fazer aquela visitinha a Paris.  Confira as dicas de onde nos hospedamos em Paris e também sobre o que fizemos na cidade, como ir ao Quai Branly, às Catacumbas e ao cemitério dos famosos.

Depois de ler todas essas dicas, a gente ainda te dá mais uma mãozinha para tornar sua viagem mais prática. Temos uma central de marcação de viagens, onde você pode fazer tudo: reservar hotel, comprar tickets de avião, comprar moeda estrangeira, reservar seguro viagem  e por aí vai. O mais legal é que, fazendo reserva com nossos parceiros vocês podem ganhar descontos de até 15% em seguros e reservas. Aproveite!

 

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário no mundo sobre Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Comecei a ir em festivais de metal internacionais em 2009. Desde então, viajar em busca da música, essa outra paixão, tornou-se um projeto profissional que hoje chamamos de Festivalando.

2 comments

Add yours
  1. Everaldo 5 maio, 2018 at 07:08 Responder

    Olá, Graci!
    Neste ano repetirei a experiência no Graspop… Sempre bom ler (e reler) as dicas do Festivalando para se preparar pro Fest!
    Caso haja mais brazucas indo pro festival, por favor se acusem aqui! hehehe
    É uma alegria encontrar os patrícios nessas viagens.
    Forte abraço, e mais uma vez parabéns pelo conteúdo!

Deixe seu comentário