" /> Roteiros de festivais pra esticar a viagem na Europa | Festivalando
roteiros de festivaisStock Photos/Halfpoint/Shutterstock

Roteiros de festivais pra esticar a viagem na Europa

Um mochilão de festivais na Europa é uma viagem que exige recursos demais e, portanto, é mais rara de se fazer. Mas isso não significa que só o outro extremo é possível, ou seja, sair daqui pra curtir um único festivalzão famoso. Com a grande quantidade de festivais na Europa na alta temporada e os deslocamentos relativamente fáceis entre determinados países, é possível fazer roteiros de festivais pelo continente.

Pra isso, eventualmente, pode ser preciso dar chance para eventos de menor peso. Eles são em maior número e têm um custo menor, com ingressos menos concorridos, o que aumenta suas possibilidades.

Eu mesma emendei um Download Madrid no Rock in Rio Lisboa (o que de fato motivou minha viagem) pelo simples fato de acontecer em um país vizinho ao meu destino original em datas que coincidiam com a minha viagem. Ainda deu pra ir pra Barcelona e só não aproveitei um festival lá (Rock Fest Barcelona) porque era muito similar ao Download, mas se dependesse só das datas seria totalmente possível.

Recentemente notei esse tipo de arranjo também com alguns de vocês que vieram tirar dúvidas com a gente e contaram que os planos de viagem incluem um festival bem famosão e mais um ou outro só pra, literalmente, aproveitar a viagem.

Roteiros de festivais: três sugestões na Europa

Montei três sugestões de roteiros de festivais dentre muitas possíveis. As sugestões levaram em conta a afinidade dos lineups, o estilo de festival (urbano ou camping) e, quando possível, maior facilidade logística – deslocamentos entre países vizinhos para reduzir os custos, por exemplo.

Considerei também alguns dos festivais mais em alta no cardápio da Festicket, empresa parceira na venda de pacotes para festivais na Europa (veja nossa política comercial).

Se você explorar a fundo, vai encontrar muitas outras possibilidades de combinação, mas as que eu tenho na mão são essas aqui:

1. Espanha + França com Lollapalooza Paris e Mad Cool Festival

Festivais: Lollapalooza Paris – Paris, França e Mad Cool Festival – Madrid, Espanha
Período da viagem: meados de julho

Eis aqui uma boa desculpa pra você fazer o roteiro Madrid + Paris. O Mad Cool é o típico festival urbano de verão na Europa. O lineup mescla indie, rock, eletrônica e sempre tem alguns dos principais headliners dos festivais mais “famosos” por aqui. Tem acesso facilitado via trem e metrô e, por último mas não menos importante, vem com uma infinidade de oportunidades de turismo em Madrid, uma delícia de cidade.

Confira pacotes para o Mad Cool e o Lollapaooza Paris

2. Espanha + Inglaterra com Primavera Sound e Parklife

Festivais: Primavera Sound – Barcelona, Espanha e Parklife – Manchester, Inglaterra
Período da viagem: fim de maio/início de junho

No fim de maio e início de junho a temporada de festivais na Europa está em fase de aquecimento ainda, mas não está para brincadeira. Junto com o Primavera Sound, em Barcelona, que faz os olhos de muita gente brilhar por aqui, o Parklife, em Manchester, é um dos queridinhos do Reino Unido no período, enquanto não chega a hora dos monstruosos Glastonbury e Isle of Wight, que acontecem mais pra frente.

Assim como o Primavera Sound, o Parklife é um festival urbano, com sede no maior parque de Manchester, acessível por transporte público. Pra quem está viajando por causa da música, vale lembrar que Manchester é uma cidade cheia de história pra música britânica e ainda tem conexão fácil com outras duas cidades igualmente interessantes para o turismo em geral e turismo musical: Liverpool (a menos de uma hora de trem) e Londres (a cerca de duas horas de trem).

Confira pacotes para o Primavera Sound e para o Parklife

3. Bélgica + Alemanha com Tomorrowland e Airbeat One

Festivais: Airbeat One – Neustadt-Glewe, Alemanha e Tomorrowland – Boom, Bélgica
Período da viagem: meados de julho

O Tomorrowland é o amor da vida de um monte de gente, mas em tempos de poliamor você pode ampliar suas possibilidades de relacionamento. O Airbeat One está aí pra isso, enquanto festival que também tem história e tem tamanho.

São quase 20 anos de atividade, cinco palcos e cerca de 50 mil pessoas por dia em cada um dos quatro dias de festival, o que lhe garante o título de maior festival do norte da Alemanha.

A cidadezinha de Neustadt-Glewe, onde ele acontece, fica a cerca de uma hora de Hamburgo e a aproximadamente duas horas de Berlim, o que te dá algumas opções de roteiros na Alemanha. Sem contar que, indo ao Tomorrowland, você certamente vai encaixar um roteiro em Bruxelas.

Confira pacotes para o Airbeat One e Tomorrowland

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário