onde ficar em budapesteFribus Mara via Shutterstock

Onde ficar em Budapeste para o Sziget Festival e turismo

Budapeste é uma cidade apaixonante, linda, baratíssima e tem um dos maiores festivais da Europa hoje, o Sziget. Ou seja, é definitivamente um lugar para se visitar. Eu e Gra estivemos juntas lá no nosso mochilão de festivais que deu origem ao Festivalando. Já deixamos claras aqui nossas ressalvas quanto ao Sziget, mas também já entramos num acordo: um dia vamos voltar para dar uma segunda chance ao festival que, apesar dos escorregões na organização, sempre ahaza no lineup. Incontestavelmente, a cidade também merece uma segunda visita.

Se você está planejando sua viagem, saiba que não há muito segredo para decidir onde ficar em Budapeste. Alguns bairros concentram a maior quantidade de hotéis da cidade. São regiões de interesse turístico e com acesso facílimo ao transporte público. Todos estão no lado Peste da cidade, a região mais agitada (Budapeste se formou no século XIX a partir da união de Buda e Peste, duas cidades anteriormente divididas pelo Danúbio).

A propósito, você chega e volta do Sziget de transporte público, não importa a hora. A estação Filatorigát, da linha H5 dos trens, te deixa na ilha Óbuda, onde acontece o festival (sziget quer dizer ilha em húngaro e esta é uma das marcas de Budapeste: ao longo do Danúbio há várias ilhas para se visitar). Na volta, uma alternativa é pegar o trem lá na saída do festival e finalizar o trajeto de tram para apreciar a beleza noturna da cidade. Percorrer as margens do Danúbio e ver o parlamento iluminado à noite, nos dias em que eu voltava do Sziget, é uma experiência que vai ficar pra sempre na minha memória.

Onde ficar em Budapeste: Ráday, a rua mais legal de Budapeste

Eu e Gra passamos duas semanas em Budapeste na casa da Paula, nossa amiga que iniciou a jornada festivaleira com a gente. Na época, ela estava estudando em Budapeste. Ficar com os amigos e economizar o dinheiro da hospedagem é sempre ótimo, mas não contávamos que a experiência seria MARAGAGAGOLD. A Paula morava na Ráday utca (utca é rua em húngaro), uma das ruas mais interessantes da cidade, conhecida como o Soho de Budapeste.

budapeste hungria

A Ráday tem tráfego exclusivo para pedestres e restaurantes maravilhosos, que servem comida farta, deliciosa e barata, além da limonada de morango, sensação da nossa visita por lá. Tem supermercados e comércio em geral, tudo de muito fácil acesso. A estação Kálvin ter é logo no início da rua e facilita o seu descolamento para outras áreas da cidade.

Quem quiser ficar lá pode ter uma experiência bem no estilo local, pois há uma boa oferta de apartamentos para alugar. Tem este e este, super descolados. Este, este e este são mais básicos. Tem esse daqui também que é uma outra boa opção. E pra quem prefere hotel, tem este aqui de rede.

Belváros, Terézváros, Erzsébetváros: os bairros com mais opções de hospedagem

Belváros, Terézváros, Erzsébetváros são bairros vizinhos e concentram a maior oferta de hotéis da cidade. Naturalmente, são super bem localizados e ficando lá você se deslocará facilmente para outros pontos da cidade.

Em Belváros tem este apartamento aqui com vista para o Danúbio, este e este quatro estrelas e este outro três estrelas. Para quem prefere não arriscar muito, tem este aqui de rede. Para os orçamentos menores, hostels: este, este e este. Um dos passeios legais pela região é a Vaci utca, famosa rua de compras da cidade e que dá acesso ao mercado municipal, ótimo para comprar produtos e souvenires tipicamente húngaros.

Em Térezváros há opções mais sofisticadas, como este quatro estrelas e este aqui, de uma rede europeia ótima, que tive oportunidade de conhecer quando fui em Londres. Tem também apartamentos, como este aqui. Há uma boa oferta de hostels também, como este, este e este. Perto dali fica o Szimpla Kert, provavelmente o mais famoso ruin pub de Budapeste. É um passeio beeem turistão mas vale muito a pena. Toamos um café da manhã de domingo delicioso lá.

Erzsébetváros oferece opções semelhantes. Quatro estrelas há este e este. Já três estrelas há este aqui. Tem também este e este hostel. Para quem prefere apartamento, este ou este podem ser opções.

Perto do Sziget: Ôbuda/Distrito III e Angyalföld

Há opções de hospedagem em Budapeste também próximas à ilha Óbuda, onde acontece o Sziget. É uma área um pouquinho mais deslocada em relação aos pontos de interesse da cidade, mas de fácil acesso.

Como eu disse no início do post, é muito fácil ir e voltar do Sziget, e acho mais interessante ficar no “hotspot” da cidade, como os citados anteriormente. Mas, caso as opções dos tópicos anteriores estejam esgotadas ou não caibam no seu bolso, você pode considerar ficar perto do festival.

Em Ôbuda (lado Buda) tem este hotel mais simples e este cinco estrelas, caso você possa ostentar. Tem também uma oferta grande de apartamentos, como este e este. Já em Angyalföld (lado Peste) tem opções bem curiosas, como esta hospedagem em um barco! Mas também tem apartamentos, flats e hotéis.

Outras opções

Se você preferir, pode decidir onde ficar em Budapeste fazendo uma busca ampla por toda a cidade.

Além de reservar um hotel, faça agora o seu seguro viagem. Ele é exigido para entrar na Europa, e se você não apresenta-lo será barradx na migração. Além disso, é a garantia de que você estará amparadx caso haja algum imprevisto com a sua saúde. Aqui você pode pesquisar o melhor preço em várias seguradoras, comprar o que se adequar ao seu orçamento e ainda conseguir até 15% de desconto.

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora também coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Além de uma das mães do Festivalando, sou colaboradora da Mixmag e do Brasil Post e autora do Porque eu gosto de música. Também ajudei Paul McCartney a falar uai em pleno Mineirão.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta