comprar ingressos para festivais e shows no exteriorred mango via Shutterstock

Onde comprar ingressos para festivais e shows no exterior

Nas nossas viagens para festivas na gringa, eu e Gra já passamos por situações inusitadas para conseguir ingressos – desde ligar para um call center com menu eletrônico em dinamarquês para tentar comprar o full ticket do Roskilde até negociar ingressos pro Wacken com um cara lá na Austrália. E pelo que a gente tem percebido nas mensagens que alguns de vocês nos mandam, esses perrengues na hora de comprar ingressos para festivais e shows no exterior são super comuns.

Não custa nada falar, por mais óbvio que seja: sempre comece sua compra de ingressos pelo site oficial do festival/banda/evento. É a principal garantia de que os seus ingressos são autênticos, que não há nenhuma fraude e, portanto, você não terá problemas ou surpresas ruins. Muito provavelmente você só terá que acessar o site do evento e usar seu cartão de crédito. Parece simples, mas sugiro dar uma olhada nessas dicas para você se preparar para possíveis imprevistos.

Mas a gente sabe muito bem que isso só funciona quando ainda há ingressos disponíveis. Essa pode não ser a realidade em muitas situações. Então, como faz?

Recorra aos parceiros autorizados

Se você precisa comprar ingressos para festivais e shows no exterior e não conseguiu no site oficial, busque por empresas parceiras dos eventos. Nesse sentido, o site da Festicket é “o” lugar que você tem que ir. Estou falando isso em partes porque o Festivalando é um parceiro afiliado da Festicket. Mas também porque eles são esse tipo de empresa que têm autorização direta dos festivais para venda. Não tem risco de fraude.

Além disso, não há hoje outra empresa no mundo que venda ingressos e pacotes para tantos festivais em tantos lugares. Os festivais europeus dominam o portfólio da Festicket. Mas eles também vendem ingressos (e pacotes) para festivais dos Estados Unidos, Japão, Argentina e Chile. Recentemente, passaram a vender até ingressos pro Rock in Rio. Eventualmente, eles também vendem ingressos para shows solo.

O fato é que muitas vezes os ingressos estão esgotados no site oficial, mas ainda disponíveis no site deles – aconteceu recentemente com o Tomorrowland, por exemplo.

No desespero, busque por alternativas

Se nada disso funcionar, ainda há outras opções de sites por aí. Em algumas delas, será necessária muita cautela, confiança e bom senso entre as partes. Isso reduz riscos de fraudes e de preços abusivos. Leia os termos de uso do site e informe-se bem sobre seus direitos para saber como proceder se algo der errado.

Ah, nesses sites, além da opção de compra de ingressos, há também a opção de venda. Isso pode ser útil para alguns de vocês. Já tivemos casos de gente que comprou ingresso para festival no exterior, não pode mais ir por algum motivo e precisou revender.

Outros lugares onde comprar ingressos para festivais e shows no exterior

  • Ebay: foi no Ebay que a Gra conseguiu ingressos para o Wacken, pouco mais de um mês antes do festival e quase um ano depois de tudo ter se esgotado
  • Stubhub e ViaGoGo: são exclusivos para compra e revenda de ingressos para shows e festivais no mundo todo. Tem um pessoal que adora abusar no preço, então é preciso ficar de olho. Por outro lado, há um esforço para coibir os aproveitadores. Recentemente, um homem nos Estados Unidos foi condenado a seis anos de prisão e multado em quase meio milhão de dólares por fraudes no Stubhub
  • Sites locais: alguns sites são focados em revenda de ingressos para determinadas regiões/países. O Zepass, por exemplo, é só para a França (inclusive, é recomendado pelo Hellfest e já teve leitor do Festivalando que conseguiu ingresso lá). O Super Ingressos, por sua vez, atende brasileiros que procuram por eventos nos Estados Unidos

Se você optar por comprar ingressos para festivais e shows no exterior em um parceiro autorizado, consulte a Festicket, empresa da qual o Festivalando é parcerio. Veja nossa política comercial.

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta

Close