expansão global do szigetBence Szemerey/Sziget/Divulgação

Festival Update: a expansão global do Sziget, infos práticas Dekmantel SP e Rec-Beat

O giro de notícias festivaleiro dessa semana te deixa a par dos planos de expansão global do Sziget, dá informações práticas pra você que vai ao Dekmantel SP e te atualiza sobre as últimas do Rec-Beat 2017 e do Ultra Brasil.

Lembrando: o Festival Update é conteúdo exclusivo do Festivalando+.

O Festivalando+ é a super plataforma que inclui acesso ao nosso mapa de festivais, planner de viagem, o Almanaque Festivalando e conteúdos exclusivos como este. O melhor de tudo: é gratuito e você só tem que se inscrever. VEMGENTE!

Ainda mais gigante: os planos de expansão global do Sziget

O Sziget, um dos maiores e mais premiados festivais da Europa – e um pouco mal compreendido aqui no Festivalando, anunciou planos de expansão global. O festival vendeu 70% de participação da empresa para a Providence, hoje comandada por empresários que já estiveram por trás da Live Nation e do Creamfields.

De acordo com o fundador do Sziget, Karoly Gerendai, a fusão vai permitir a expansão da marca para fora das fronteiras da Hungria, um desejo antigo da produção do festival.

Os empresários planejam lançar entre oito e dez festivais nos próximos anos, com capacidade diária para entre 35 mil e 95 mil pessoas, alguns deles carregando a marca Sziget.

No início de janeiro, o Sziget ganhou o prêmio de Festival Favorito dos Artistas no European Festival Awards.

Informações práticas Dekmantel São Paulo

O Dekmantel São Paulo rola nestes sábado (4) e domingo (5), com programação diurna e noturna, em dois locais diferentes da cidade. Você que vai ao festival, organize-se com as informações abaixo:

Para ir ao Dekmantel Dia, no Jockey Clube (av. Lineu de Paula Machado, 1.263, Cidade Jardim)

Pegue a linha amarela do metrô e desça na estação Butantã. Do metrô até o Jockey são cerca de 15 minutos de caminhada.

mapa dekmantel sp

Para ir ao Dekmantel Noite, na Fabriketa (r. do Bucolismo, 81, Brás)

Pegue a linha vermelha do metrô e desça na estação Brás. Saindo do metrô, a Fabriketa fica cerca de dez minutos a pé.

Cashless

Comidas, bebidas e outros produtos serão vendidos no Dekmantel pelo sistema cashless. É necessário fazer a compra dos créditos neste site e retirar o cartão pré-pago a ser utilizado nas transações no local do festival. Quem fizer a recarga antecipadamente ganha 5% de bônus. Será possível fazer cargas também dentro do festival.

Rec-Beat 2017 anuncia primeiros detalhes

A banda colombiana Los Piranãs é a primeira atração confirmada do Rec-Beat 2017, tradicionalíssimo rec-beat 2017festival recifense que ocorre durante o Carnaval. O trio instrumental de Bogotá traz referências do jazz, do rock e mescla cumbia, trance distorcido, afrobeat, chicha, vallenato, raspa e champeta criolla.

O festival também divulgou o cartaz da edição 2017, uma criação do ilustrador e quadrinista pernambucano Ayodê França. Diversidade e experimentação foram os conceitos usados pelo artista na elaboração da peça gráfica.

 

Rec-Beat 2017 – 22ª edição
Quando: 25 a 28 de fevereiro de 2017 (sábado a terça-feira de Carnaval)
Início: 20h (Recbitinho às 17h)
Onde: Cais da Alfândega, Bairro do Recife
Ao ar livre
Quanto: entrada gratuita
Informações: www.recbeatfestival.com
Telefone: (81) 3231-3422

Ultra Brasil já tem ingressos à venda

Desta vez com três dias de duração, de 12 a 14 de outubro, no Sambódromo, o Ultra Brasil já tem ingressos à venda: R$ 720 (inteira) e R$ 360 (meia) para quem efetuou o cadastro de pré-venda. Novos lotes estarão à venda em breve para o público geral.

Se você pretende ir ao Ultra Brasil, veja nossas dicas de onde se hospedar no Rio para o festival.

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário