hotéis em bogotáDiego Grandi via Shutterstock

Hotéis em Bogotá, Colômbia: sugestões nos melhores bairros

Bogotá é uma cidade que pulsa intensamente. Pra quem tem veia urbana, como eu, é um presente. É também uma cidade cheia de bons cafés, ladeiras e grafites, que contrastam com a arquitetura colonial do centro histórico. Se você vai pra lá, na hora de selecionar hotéis em Bogotá, foque nas opções do Chapinero, Candelaria ou Zona Rosa, como você vai ver a seguir.

Duas dicas importantes na hora de escolher hotéis em Bogotá

Antes de partir para os hotéis, cabem duas ressalvas. Se você vai usar transporte público em Bogotá, escolha hotéis próximos de um estação do Transmilenio, o sistema de BRT e a melhor forma de se locomover por lá. Há linhas de ônibus que não são integradas ao sistema, mas elas são mais precárias.

Entender o traçado da cidade também ajuda. As ruas (calles) são ordenadas numericamente, em ordem crescente, a partir do ponto em que a cidade foi fundada. Até a calle 100 (que pega os bairros da Candelaria e Chapinero) você está perto dos principais pontos de interesse.

Tem muitas opções de hospedagem depois disso, entre a 100 a 170 (Usaquen). Não está tão longe assim, mas você já começa a se distanciar da parte central da cidade.

As calles são cortadas pelas carreras, também numeradas em ordem crescente. Até a 19 ficam os limites dos bairros mais centrais e turísticos, mas muita coisa acontece depois disso.

Use o nosso cupom de desconto de seguro viagem e economize 🙂

Hotéis em Bogotá no Chapinero – ótima localização para turistas

Chapinero é um dos bairros com mais recomendações para quem procura um lugar onde ficar em Bogotá. Dentre as razões, a grande oferta de hotéis e também o deslocamento facilitado via Transmilenio.

Eu me hospedei lá quando estive em Bogotá, neste hostel que fica na carrera 7 com 53. Estes são dois corredores importantes do Transmilenio, o que agilizou muito meus passeios. Chegar na cidade e ir embora também foi muito fácil, pois na carrera 7 passa o ônibus que va até o aeroporto El Dorado.

Algumas outras opções de hotéis em Bogotá no Chapinero:

RESERVE AQUI outras propriedades no Chapinero

Hotéis em Bogotá na Candelaria – o centro histórico cheio de charme

Se o Chapinero ganha em oferta de hotéis, a Candelaria ganha em beleza. Este é o bairro que abriga o centro histórico de Bogotá, com suas casas coloniais coloridas e ladeiras.

O bairro também é uma mão na roda pra quem quer chegar rápido nos principais pontos turísticos. Por lá estão museus como o Museo Del Oro, Quinta del Bolívar, além da Plaza de Bolívar e do Centro Cultural García Marquez. Claro, a Candelaria já é um ponto turístico também por si só.

Algumas opções de hotéis em Bogotá na Candelaria:

RESERVE AQUI outras propriedades na Candelaria

Hotéis em Bogotá na Zona Rosa – um pouco de nobreza

A chamada Zona Rosa é uma área que se prolonga por uma meia dúzia de quarteirões nas proximidades do Chapinero. O que ela tem de tão especial para ser tão bem delimitada assim? É considerada o point da classe alta, uma das regiões mais exclusivas da cidade com lojas de luxo, restaurantes e bares da moda.

A extensão territorial é restrita, mas há ofertas de hospedagem.

Algumas opções de hotéis em Bogotá na Zona Rosa:

RESERVE AQUI outras propriedades na Zona Rosa

Caso específico

Se você está planejando uma viagem para algum festival colombiano, como o Estereo Picnic, veja essas orientações de onde ficar para o festival.

Não se esqueça de fazer o seu seguro viagem para a Colômbia. É uma forma de garantir que você vai ter assistência em qualquer imprevisto com a sua saúde e evitar gastos desnecessários. Aqui você pode pesquisar o melhor preço em várias  seguradoras, comprar o que se adequar ao seu orçamento, conseguir um desconto e parcelar sem juros.

 

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta

Close