onde comer em santiago no chile tip topFoto Matías Ruiz

Três lugares onde você precisa comer na América do Sul

As grandes redes de lanchonetes e restaurantes da vizinhança sul-americana podem não ser tão cobiçadas e famosas como as dos States, mas não ouse desprezá-las quando viajar para os países hermanos. Conheça-as! Além das comodidades que essas redes normalmente oferecem, a saber, preço bom + boa localização em diversos endereços de pontos centrais, muitas delas têm em seu cardápio delícias únicas, que você provavelmente só vai poder saborear in loco. Ou seja, uma boa oportunidade para fugir do óbvio dos fast foods globalizados e provar algumas especialidades locais sem gastar muito.

Nas minhas andanças por Santiago (para o Lolla Chile), Bogotá (para o Estereo Picnic) e Assunção (para o Asunciónico), tive o prazer de descobrir alguns desses paraísos das comidinhas. Anote aí para saber onde comer e se jogar na gulodice se for a uma dessas cidades:

Tip Top – Santiago

onde comer em santiago no chile tip top

Foto: Matías Ruiz

Uma das lembranças que eu trago de Santiago é o cheiro de biscoito saindo do forno. Eu estava passando pela avenida O’Higgins e senti um aroma delicioso. Segui meu caminho, um pouco distraída e um pouco apressada para continuar meu passeio. No dia seguinte, passei pelo mesmo lugar e senti o cheiro outra vez. Aí não teve jeito. Procurei de onde vinha e descobri a Tip Top, uma loja que só vende biscoitos feitos e assados na hora.

Biscoitos, muitos biscoitos, com aquele jeitinho caseiro e uma variedade enorme. Há opções amanteigadas, recheadas e com cobertura. Os biscoitos dessas duas últimas categorias chegam a ser quase sobremesas. Tem biscoito com cobertura de chocolate, capuccino; recheios cremosos de coco e chocolate; biscoitos de coco, limão, com amêndoas, gotas de chocolate…

A venda é feita no quilo, assim você pode escolher vários deles para provar ao mesmo tempo. Se ficar muito difícil escolher, há a opção de comprar os pacotes que veem com variedades já pré-selecionadas.

Saiba mais: www.facebook.com/pages/Galletas-TIP-TOP

Juan Valdez – Bogotá

onde comer em bogotá na colômbia juan valdez

Foto Priscila Brito

Juan Valdez é uma rede de cafeterias com um monte de unidades espalhadas por Bogotá, muito facilmente associada ao estilo da Starbucks. Mas há duas diferenças: a primeira é que a promessa aqui é de um café com qualidade superior ao da rede norte-americana, com grãos 100% colombianos – a Colômbia é o terceiro maior exportador de café do mundo. Como não sou entendedora e muito raramente bebo café, não posso endossar a comparação.

O que interessa é a segunda diferença: dentre os quitutes para acompanhar o café, tem a delicinha da almojábana, um pãozinho feito à base de queijo e farinha de milho. É bem fofinho, com o interior aparentemente aerado. Muffin de queijo também se acha aos montes. Um lugar ótimo para tomar café ou lanchar à tarde.

Hoje a Juan Valdez tem lojas em mais de uma dezena de países, a maioria na América Latina, mas você corre o risco de se esbarrar com a cafeteria também no Kuwait e na Coreia do Sul!

Saiba mais: www.juanvaldezcafe.com

Ña Eustaquia – Assunção

onde comer em assunção no paraguai ña eustaquia

Foto Priscila Brito

Uma palavra: chipa! O biscoito de queijo típico do Paraguai, praticamente um irmão do pão de queijo, é uma das estrelas da Ñ Eustaquia e saciou minha pão-de-queijo-dependência nos meus dias em Assunção. Certamente você encontra chipas em vários outros lugares, mas na Ña Eustaquia, além da versão tradicional, que é à base de polvilho e queijo e que por vezes leva erva-doce, há variedades de sabor, como quatro queijos e picante.

Fora a chipa, a Ña Eustaquia tem um jeito de comida caseira, como o próprio nome sugere. Na hora do almoço há um menu executivo para quando bate aquela vontade de comer comida “normal”. E ainda tem um cardápio fantástico de sucos e batidos con leche, nossas famosas vitaminas, com combinações fantásticas de frutas (tipo framboesa + banana), ótimas para fazer a alegria da turma natureba.

Saiba mais: www.facebook.com/NaEustaquia

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta

Close