viajar para festival em 2018Lowlands 2016. Ph: Bart Heemskerk.

Sete propostas para você viajar para festival em 2018

Para quem ainda está indecisx se vai viajar para festival em 2018, decidimos reunir sete propostas tentadoras. Quase sete pecados capitais, rsrsrs! Simplesmente, porque a vida é curta demais para não colocar o Secret Solstice, Exit dance, Sea Star Festival, Sea Dance Festival, Lowlands, Positivus e OFF festival na sua lista.

E além de conter festivais já aclamados, essa lista traz a possibilidade de turismo em países fantásticos na Europa. Tratam-se de destinos não tão óbivios, mas que certamente merecem uma visita! E por conta de não serem tão óbvios, também são destinos ligeiramente mais em conta do que os mais badalados países europeus que sediam festivais.

Pra começar, tem festival na praia, em forte medieval, em terra onde o sol nunca se põe durante o verão e muito mais! Caso viajar para festival em 2018 ainda não esteja em seus planos, prepare-se para mudar de ideia. 😉

7 propostas tentadoras para viajar para festival em 2018

#1 – Sea Star Festival, Croácia

viajar para festival em 2018

Sea Dance/ Divulgação

O Sea Star Festival é o novinho da área dos festiavais de música eletrônica europeus e já chegou premiado. Foi eleito o “melhor novo festival” pelo European Festival Awards. Por isso, já era um festival para se prestar atenção. A qualidade conferida a ele é resultado do trabalho da equipe que também está por trás da organização do Exit Festival.

Como se não bastassem essas credenciais, o evento retorna, neste ano, para a Umag, na Croácia, em um lugar maravilhoso chamado Stella Maris Laguna. Por isso, você deveria pensar sobre reservar as datas de 24 a 27 de maio deste ano, para talvez dar um pulinho na Croácia e conferir este festival.

Lineup e mais informações.

#2 – Positivus Festival, Letônia

Primeiramente, estamos falando de um festival na Polônia, o que já é motivo para aguçar a curiosidade de qualquer festivaleiro viajante. Em segundo lugar, a cidade de Salacgriva, na costa da letônia é simplesmente estonteante, ainda mais no verão.

Na verdade, o Positivus é tido como o maior festival de música e artes atlernativas na região dos estados Bálticos. Já foi indicado a vários prêmios, como o  “melhor festival de médio porte europeu”, bem como “melhor lineup de festival”.

O ambiente da costa da Letônia torna o clima veranesco ainda mais gotoso. Além disso, várias instalações como redes e ambientes de relaxamento fazem da experiência do Positivus algo muito marcante para os festival goers.

Para a edição deste ano, que rola entre 20 e 22 de julho, já foram anunciados Nick Cave  & The bad Seeds. Clique aqui para mais informações e lineup completo.

# 3 – Secret Solstice, Islândia

E além de ser na Islândia, precisava de ter mais alguma coisa para você ficar loucx querendo ir para este festival? Ele está entre os nossos festivais indie queridinhos na escandinávia. Também é preciso dizer que, neste ano, o lineup traz muitas atrações inusitadas para a fama do festival. Por exemplo, Slayer. Mas nada que vá comprometer a alma do evento, que conta ainda com Bonnie Tyler, Steve Aoki e um monte de artistas indie.

Agora, o que mais faz este festival ser um destino tentador é mesmo o fato de estar no coração da capital islandesa, Reykjavik. E a Islândia é a terra do gelo e do fogo, dos extremos, do sol da meia noite! Aliás, o fato de rolar sol quase nonstop é uma das atrações à parte no festival.

Mais inforamções sobre o Secret Solstice 2018.

# 4 – Exit Festival, Sérvia

O quarto festival  rola simplesmente em um forte às margens do famoso rio Danúbio, na Sérvia. Além disso, é preciso dizer que ele ganhou o título de “melhor maior festival europeu” no ano passado. Por isso, aquele confere no Exit é meio que necessário para quem gosta de festivais de alto padrão.

O mais legal é que o Exit tem fortes raízes políticas. Começou como um protesto estudantil por liberdade. E até hoje, as causas humanitárias norteaiam valores e ações do festival. A diversidade também está presente em todo o festival, inclusive no lineup. O Exit mistura vários gêneros musicais. Para se ter uma ideia, o lineup de  traz David Getta, Ziggy Marley e Brujeria.

Clique aqui para saber mais do festival que acontece entre 12  e15 d ejulho.

# 5 – Lowlands Festival, Países Baixos

viajar para festival em 2018

Lowlands/ Divulgação

O nosso quinto festival é simplesmente um mito, um dos eventos mais cultuados e lembrados quando se fala de festival de música na Europa. O lowlands rola na cidade holandesa de Biddinhuizen, em um dos maiores parques de diversão dos Países Baixos, o Walibi Holland. Portanto, além de um lineup sempre caprichado, pode-se esperar muitas opções de entretenimento.

Além disso, o festival ainda é famoso por instalações e experiências como, por exemplo, as banheiras a céu aberto, espalhadas pela área de festival.

Então, é melhor ver o que na sua agenda para agosto e, quem sabe, deixar os dias 17,18 e 19 reservados para o Lowland deste ano, que conta com alguns artistas como Patti Smith, Gorillaz, Dua Lipa, Dropkick Murphys e mais.

Site oficial do Lowlands com mais detalhes sobre a edição de 2018.

# 6 – OFF festival, Polônia

O nosso sexto festival acontece em Katowice, em um vale verde lindo. É preciso dizer que, a Polônia não é um destino super popular para festivais. Sendo um país menos hypado, os preços serão bem menores aí, pode acreditar.

Sobretudo, é importante ressaltar que o Off tem se tornado um dos festivais referência para a música alternativa na região. A proposta dos organizadores é fortalecer a música indie, trazendo sempre artistas de grande importância no cenário indie internacional. Mas, sempre buscando o fortalecimento da cena indie polonesa, em primeiro lugar.

A edição deste ano está marcada para os dias 3,4 e 5 de agosto. Saiba mais aqui.

#7 – Sea Dance Festival, Montenegro

viajar para festival em 2018

Sea Star Festival/ Divulgação

Um festival que acontece em Montenegro, na praia de Budva. Pronto, isso já era razão suficiente para você ser mordidx pelo inseto da inquietação festivaleira. A praia de Budva, em Montenegro, já foi considerada como um dos destinos mais baratos e mais legais da região.

A natureza local é estonteante. Além da praia, os arredores são cercados por montanhas convidativas à prática de hiking e mountain bike. Como se estes apelos ainda fossem poucos, o Sea Dance Festival também é famoso por estar várias vezes entre os finalistas de “melhor festival de porte médio europeu”, além de trazer sempre um lineup recheado de artistas importantes da cena eletrônica internacional.

Veja aqui mais informações sobre a edição deste ano.

Ficou interessadx em algum dos festivais, mas ainda não quer se arriscar em uma viagem nesse mundão sozinhx? Dê uma olhada nos pacotes de festival na Europa. Alguns deles podem compensar e te ajudar a realizar um sonho.

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário no mundo sobre Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Comecei a ir em festivais de metal internacionais em 2009. Desde então, viajar em busca da música, essa outra paixão, tornou-se um projeto profissional que hoje chamamos de Festivalando.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário