the town

The Town, o Rock in Rio de São Paulo: o que já sabemos

Qualquer semelhança não é mera coincidência. O The Town, novo festival de São Paulo anunciado pelos criadores do Rock in Rio é a cara do… Rock in Rio.

O festival vai acontecer nos dias 2, 3, 8, 9 e 10 de setembro de 2023, no autódromo de Interlagos, conforme anunciou a organização em uma coletiva de imprensa nesta semana — Iza e Criolo são as primeiras atrações confirmadas. Ou seja, ele vai dividir a casa com o Lollapalooza, que “mora” em Interlagos desde 2014, mas os traços de identidade são todos emprestados do Rock in Rio.

The Town, você lembra alguém que eu conheço…

As similaridades já começam pelas datas do The Town e a distribuição delas: dois fins de semana em pleno setembro, mês já consagrado no calendário como o mês do Rock in Rio. Durante esses dias, o autódromo vai abrigar a Cidade da Música, assim como temos a Cidade do Rock no Rio de Janeiro.

As atrações do festival também seguem a linguagem do Rock in Rio. Serão oito palcos e seis espaços, com propostas que seguem a linha do que já conhecemos.

Os palcos

O Palco Skyline (principal), inspirado no skyline de São Paulo, é o equivalente ao Palco Mundo. Por sua vez, o palco The One, que terá shows nacionais e internacionais e novos talentos, é o equivalente ao Sunset. Já a música eletrônica vai ter exatamente o mesmo espaço fielmente importado do Rock in Rio: o palco New Dance Order, que estreou no Rio em 2019.

palco skyline the town

palco the one the town

new dance order

Os espaços

Os espaços vão apostar muito na cenografia, assim como no Rock in Rio, para criar ambientes diferentes dentro do festival. Alguns dos espaços anunciados foram o Factory, dedicado à cultura urbana; a São Paulo Square, com foco no jazz e blues; a Arena Metrópolis, que receberá um musical especialmente criado para o The Town, e o City Market, espaço gastronômico.

factory

sao paulo square

city market

Estrutura

A estrutura do The Town também vai pegar de empréstimo algumas marcas registradas do Rock in Rio: a tirolesa para que as pessoas possam sobrevoar o palco principal, assim como no seu irmão mais velho carioca, e também uma montanha-russa. Também terá grama sintética e os (bons) banheiros ligados à rede de esgoto.

tirolesa the town

O Rock in Rio de São Paulo

O The Town é uma aposta segura em um formato incontestavelmente bem-sucedido. Mais que isso, ele vai ocupar um território (literalmente) muito seguro também. A organização explicou que realizou pesquisas com paulistanos e 85% dos participantes responderam que iriam a um festival do porte do Rock in Rio se ele acontecesse em São Paulo. Além disso, só na pré-venda do Rock in Rio Card deste ano, 25% das vendas foram originadas em São Paulo.

Assim, nos números e no conceito, o The Town nasce como um Rock in Rio feito para São Paulo, pensado para ocorrer alternadamente com o Rock in Rio — em São Paulo nos anos ímpares e no Rio nos anos pares. Fica a expectativa para saber como, com tantas semelhanças, um festival pode eventualmente afetar o outro.

[jetpack_subscription_form title=”Gostou deste post? Temos muito mais pra você!” subscribe_text=”Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.” subscribe_button=”Quero!”]

Tags the town

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

2 comments

Add yours

Deixe seu comentário