quanto dinheiro levar para os estados unidosMarian Weyo via Shutterstock

Quanto dinheiro levar para os Estados Unidos?

Então você está indo viajar para os States, certo? Preencheu aquele formulário gigantesco do pedido de visto que faz te sentir como um suspeito do FBI, passou pela entrevista depois daquele medinho básico, comprou passagens, já fez a lista de outlets que vai visitar. Agora é hora de torcer pro dólar baixar uns centavos e definir quanto dinheiro levar para os Estados Unidos.

Essa é uma tarefa complicada, pois quantificar o dinheiro que vai ser gasto em uma viagem é uma decisão que passa por seus hábitos pessoais de viagem e pelas suas condições financeiras no momento da viagem. Eu mesma já fiz viagem com dinheiro sobrando e outras vezes bastante apertada. Além disso, nem as próprias autoridades estipulam o que seria uma quantia razoável para um estrangeiro entrar nos Estados Unidos. O que dizem – e é bem razoável – é que você não leve nem dinheiro demais nem dinheiro de menos proporcionalmente à duração da sua viagem. Ah! Lembre que, fora o dinheiro, passagens, reservas de hotel e o seguro viagem são importantes também na imigração.

Como saber, então, quanto dinheiro levar para os Estados Unidos?

Felizmente, é possível achar o caminho para a resposta a essa pergunta graças a alguns dados disponibilizados por ferramentas online e detalhes que descobri na minha viagem para os Estados Unidos. Vamos começar pelo começo.

O custo médio de produtos e serviços nos Estados Unidos

Mais uma vez, não há números exatos aqui, mas valores aproximados para te ajudar a descobrir quanto dinheiro levar para os Estados Unidos. O site Numbeo, que atualiza constantemente o custo de produtos e serviços em diversos países e cidades no mundo todo, disponibiliza alguns dados úteis pra turistas que estão precisando fazer contas. Separei o custo médio de coisas mais básicas de que todo turista vai precisar. Olha só:

  • Refeições: de 10 a 20 dólares em restaurantes mais baratos
  • Tickets de transporte: de 1,50 a 2,75 dólares para bilhetes unitários. Se você prefere alugar um carro, considere o litro de gasolina entre 0,53 e 0,76
  • Lazer: de 9 a 35 dólares (para atividades mais simples, mas esse valor pode subir bastante em shows, festivais, eventos esportivos concorridos e parques temáticos)

Considerando esses valores médios, um dia de viagem com três refeições + dois trajetos em transporte público + lazer ficaria assim:

  • Mais barato: 45 dólares/dia por pessoa
  • Mais caro: 100 dólares/dia por pessoa

Esses não são valores “certos” pra serem seguidos à risca, mas podem servir de referência para você estimar quanto pode ser necessário para a duração total da sua viagem. Pense no seu estilo de viagem, no quanto você pode ou não gastar e defina um valor de gastos diário para você.

É importante ressaltar mais uma vez que estes são valores médios, mas podem variar conforme a cidade. Mais ainda, podem ser superiores dependendo do seu destino. Isso se aplica principalmente às cidades mais visitadas por brasileiros. Por exemplo, no ranking válido para dezembro de 2017, Nova York é a cidade com o custo mais alto nos Estados Unidos (no surprises). Destacam-se também dentre as mais caras San Francisco (2), Miami (11) e Los Angeles (19).

Oh, wait! As pegadinhas do dinheiro nos Estados Unidos que você gostaria que alguém te contasse antes da sua viagem

Eu tive duas surpresas monetárias durante minha viagem e teria levado menos susto se soubesse desses detalhes antes. Teria preparado melhor meu orçamento para isso também.

1) A pegadinha da gorjeta

Você acha ruim pagar 10% nos bares e restaurantes do Brasil quando há serviço nas mesas? Pois saiba que nos Estados Unidos esse valor sobe para pelo menos 15% e pode chegar a até 20% do valor da sua conta! Quando descobri isso, evitei ao máximo ir a restaurantes com esse tipo de serviço. Por sorte, fiquei em hotéis com cozinha no apartamento, depois em um hostel (foi um total de dois meses de viagem). Aproveitei pra focar totalmente nas compras do supermercado e cozinhar na maioria dos dias.

quanto dinheiro levar para os estados unidos

IgorNP via Shutterstock

2) A pegadinha dos impostos

Lembre-se bem disso: o preço que você vê na etiqueta é inferior ao preço que você vai pagar no caixa. Tudo culpa do Sales Tax ou Retail Tax, um imposto cobrado no varejo. O praxe é que o valor do imposto seja acrescido na hora do pagamento. Por fim, ele é informado na notinha que você recebe depois que paga pelo produto.

Para eles, é uma forma de ter transparência com o pagamento de impostos (e estão certos). Mas para quem é turista e não faz ideia de como as coisas funcionam, pode ser confuso e até assustador no início. Eu cheguei a pensar que estava fazendo conta errada antes de ir pro caixa (e olha que eu sou ótima em fazer contas de cabeça!), até perceber o bendito “tax” na notinha.

E quanto você vai pagar a mais por conta do imposto? Depende, pois o valor varia de acordo com o estado e/ou com a cidade. Há impostos estaduais (quando o estado cobra esse tipo de imposto) e, em alguns casos, eles são somados com os impostos municipais (quando a cidade cobra esse tipo de imposto).

Por exemplo, para o ano de 2017, os estados com maior taxa combinada de imposto estadual + imposto municipal foram Louisiana (9,98%), Tennessee (9,46%), Arkansas (9,30%) e Alabama (9,01%). Já o Alaska, Delaware, Montana, New Hampshire e Oregon não têm cobrança a nível estadual. Mas permitem que os municípios coletem o Sales Tax. No Alaska, os impostos municipais ficam em no máximo 1,76%. Você pode consultar aqui o valor dos impostos no varejo para a sua cidade/estado de destino. Você pode perguntar também nas lojas, para os vendedores, antes de decidir pela sua compra.

Dicas finais para você definir quanto dinheiro levar para os Estados Unidos

Com todas essas informações você já é capaz de determinar com mais facilidade quanto dinheiro levar para os Estados Unidos. O importante, depois disso, além de torcer pela queda do dólar, é se organizar na hora de comprar a moeda estrangeira. Leve em consideração o seguinte:

  • Não coloque todos os ovos na mesma cesta. Divida o dinheiro parte no cartão pré-pago, parte em espécie. Além de equilibrar o custo do IOF (1,1% para a quantia em espécie e 6,38% para o cartão), você não concentra seus dólares numa única fonte. Adicione o seu cartão de crédito internacional como um reforço para gastos extras, imprevistos e para te dar uma margem de segurança em problemas mais graves. Lembre-se de ligar para o seu banco pedindo a liberação para uso no exterior!
  • Faça uma pesquisa das melhores taxas cambiais na sua cidade. Assim, você aumenta suas chances de economizar o máximo possível

Para conseguir comprar moeda estrangeira com a melhor taxa de câmbio, você pode fazer uma pesquisa aqui, em um de nossos parceiros. É possível encontrar a melhor taxa praticada pelas casas de câmbio da sua cidade e fazer uma oferta para conseguir um preço mais baixo ainda

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

105 comments

Add yours
  1. Gisélia Maranhão 4 julho, 2018 at 12:58 Responder

    Priscila, tudo bom? Obrigada pelo seu post, já ajudou bastante. Tou me programando para viajar em fevereiro/19 e infelizmente o dólar tá um absurdo de caro e acaba que as possibilidades de dinheiros está mais limitada. Vou ficar 20 dias nos EUA, sendo que todas as despesas de hospedagem estarão pagas antes da viagem. Você acha que $1.000 é muito/ pouco ou suficiente para as despesas (alimentação/ transporte) e algumas compras?

    Abraço.

    • Priscila Brito 6 julho, 2018 at 19:51 Responder

      Oi, Giselia! Que bom que o post ajudou. Pra necessidades turísticas básicas, mil dá e sobra pra vinte dias. Como você tem planos de fazer compras, vai ter uma boa margem pra esse luxo

      • Priscila Brito 15 outubro, 2018 at 13:24 Responder

        Oi, Daniel! Como o texto diz, não existe um valor mínimo exigido; é tudo uma questão de bom senso tendo em vista a duração e os objetivos da sua viagem. Se você vai passar três meses passeando e hospedado em hotel é uma coisa; se vai se hospedar na casa de algum conhecido é outra; se vão ser três meses pra estudar é outra ainda…

  2. Debora 21 julho, 2018 at 13:55 Responder

    Olá, tenho uma dúvida gigantesca
    Estou indo pela primeira vez ao EUA, meu namorado é brasileiro, cidadão americano e minhas despesas serão custeadas por ele.
    Iremos fazer um cruzeiro de 8 dias saindo de Miami e passarei mais 2 semanas a turismo. A pouca quantia de dinheiro pode me impedir de entrar nos Estados Unidos? Outra dúvida, meu passaporte vence em 5 meses durante minha viagem(estará válido na data de ida e volta) haverá problema? Meu visto esta ok!
    Att

    • Priscila Brito 23 julho, 2018 at 11:46 Responder

      Oi, Debora!

      Acho que no seu caso seria importante, além da quantia que você mesma vai levar, ter uma carta do seu namorado informando todas essas questões que você colocou: que ele é cidadão nos Estados Unidos e será o responsável por custear suas despesas enquanto você estiver lá. Sobre o passaporte, de acordo com o Itamaraty, nos Estados Unidos o documento deve estar válido durante o seu período de permanência nos EUA.

  3. Rafaele Gaspar 1 agosto, 2018 at 14:19 Responder

    Oi Priscila, tudo bem?
    Gostaria muito de fazer uma viagem para os EUA com minha família, no caso meu marido e filho. Você poderia me recomendar alguma agência que faça pagamento a prazo de passagens e hospedagem. Quanto mais ou menos vc acha que iríamos gastar com os custo em geral dessa viagem?
    Outra pergunta, custa em torno de quanto reais se mudar para os EUA?
    Obrigada desde já.

    • Priscila Brito 1 agosto, 2018 at 18:15 Responder

      Oi, Rafaele!

      Eu sempre organizo minhas viagens por conta própria, então não tenho nenhuma agência para te recomendar. Mas há muitas agências confiáveis e o pagamento parcelado é sempre oferecido. Sugiro que você faça uma busca em sites como o Reclame Aqui das principais agências para saber como anda a reputação delas e escolher a que você achar melhor. Sobre os custos, não tem como estimar, tudo é variável. O preço da passagem, por exemplo, pode variar conforme a época da viagem e a companhia aérea. O preço do hotel vai depender da categoria dele e do nível de exigência da sua família. Sem contar que tudo isso está sujeito à variação cambial.

      Com relação à mudança para os EUA, não existe um “custo”, pois não é algo que está disponível para compra no mercado. A imigração é um processo burocrático, conduzido por leis e por certa arbitrariedade, que vai te exigir uma papelada imensa e muitos meios para provar e justificar suas intenções de fazer a imigração: você pretende ir para trabalhar ou para estudar? ou para fazer um tratamento médico? você tem como provar tudo isso, ou seja, tem como provar que foi contratada pela empresa X ou que vai estudar na instituição Y? Você tem como provar que terá fundos para se manter no país? Cada situação dessas (e muitas outras que eu não exemplifiquei) requer um tipo de visto que, por sua vez, tem suas próprias exigências.

      Enfim, isso é só um pouco do que você deve ter em mente quando pensa em mudar-se para outro país. Eu não sou especialista no assunto, então recomendo que você procure informações por quem já passou por esse processo todo.

      • Vanessa 2 novembro, 2018 at 23:16 Responder

        Olá Priscila estou querendo ir para o EUA em janeiro vou ficar na casa de um amigo só por 7 dias e uma viagem passageira você acha que 1.500,00 reais me mantém no EUA

        • Priscila Brito 6 novembro, 2018 at 09:29 Responder

          Oi, Vanessa! Dá uma média de 50 e poucos dólares por dia, é o suficiente para uma viagem econômica e dependendo de como você gastar pode até render mais. Como você vai ficar na casa de um amigo, aproveite pra fazer refeições na casa dele ao invés de comer muito na rua, por exemplo, assim o seu dinheiro sobra mais pra fazer outras coisas.

  4. Denise 29 agosto, 2018 at 08:49 Responder

    Olá, bom dia.

    Qual valor em média que você aconselharia uma família levar (pai, mãe e filha adulta), levando em consideração que ficaremos hospedados na casa de uma amiga da familia?

    • Priscila Brito 30 agosto, 2018 at 11:05 Responder

      Oi, Denise! Olha, é muito difícil cravar um valor porque isso depende de vários fatores. Vocês vão fazer as refeições na casa da sua amiga ou pretendem comer na rua? Vocês usam transporte público ou não abrem mão de carro/táxi/uber? Vocês já têm em mente o que querem conhecer? Caso sim, são atrações pagas ou gratuitas? Vocês pretendem fazer compras? Em que cidade, exatamente, vocês vão ficar? (algumas regiões são mais caras que outras, como em qualquer lugar) As respostas pra essas perguntas é que vão ajudar você a saber quantos dólares sua família vai precisar. Espero que isso te ajude.

  5. Marcio 31 agosto, 2018 at 15:57 Responder

    boa tarde Priscila! tudo bem ? percebi que todos perguntam sobre gastos e quanto levar, sei que realmente é dificil, mas, existe um valor minimo exigido pela imigração (Estados Unidos), pretendo ficar 7 dias em Orlando.
    hotel ja pago e gastos minimos.

    • Priscila Brito 1 setembro, 2018 at 19:33 Responder

      Oi, Marcio! Não, não existe um valor mínimo exigido explicitamente para fins turísticos. O que vale é o equilíbrio na hora de quantificar: nem dinheiro demais nem de menos pro período que você ficará viajando.

  6. João Ricardo Bordin 2 setembro, 2018 at 22:44 Responder

    Boa noite. Vi que recomendaste usar o cartão de crédito somente em emergência. Isso seria devido à variação cambial?

    • Priscila Brito 3 setembro, 2018 at 10:22 Responder

      Exato, João. A cotação usada para converter a compra em dólar para reais é aquela do dia do fechamento da sua fatura e não a cotação do dia em que você fez a compra. Sendo assim, você nunca saberá o quanto realmente vai pagar, estando sujeito a variações súbitas. E ainda tem o IOF de 6,38% cobrado sobre as transações no exterior. Enfim, o uso do cartão tem que ser bem pensado.

  7. Reginaldo 2 setembro, 2018 at 23:09 Responder

    Olá!! Pretendo fazer uma viagem a Nova York em abril! Entendo que tudo é variável, mas com passagens, alimentação, hospedagem, em 10 dias, quanto acha necessário para 1 pessoa. Tudo básico.

    • Priscila Brito 3 setembro, 2018 at 19:17 Responder

      Oi, Reginaldo! Olha, eu vou te dar uma referência com base nos meus gastos em Nova York, onde eu também fiquei 10 dias, só que em junho de 2017 (já faz um tempinho). Eu gastei 600 dólares num quarto compartilhado em hostel sem café da manhã. Eu fiz a reserva com menos de dois meses de antecedência, talvez isso tenha influenciado o preço para mais.

      Já com transporte, alimentação e passeios, eu gastei aproximadamente 300 dólares. Neste caso, usei o passe semanal do metrô, que dava viagens ilimitadas por 30 e poucos dólares à época. Aproveitei a cozinha do hostel e fiz uma super compra no supermercado com itens de café da manhã, lanches pra carregar na bolsa durante o dia e ingredientes pra uma salada/refeição à noite; com isso, fazia só uma refeição na rua na hora do almoço, o que me ajudou a economizar bastante e ao mesmo tempo comer bem (sou bem certinha com comida). E o restante usei pra atrações pagas e souvenires.

  8. Monique 3 setembro, 2018 at 18:33 Responder

    Olá, adorei as dicas! Vou com meu esposo passar 11 dias em Princeton. Vc acha que 4 mil dólares é uma boa quantia para levar? Pretendo levar cartão de crédito também, esse valor é melhor ser dividido entre dinheiro em espécie e cartão ou pode ser 4 mil mais cartão de crédito? Vamos ficar na casa da minha irmã. Desde já agradeço!

    • Priscila Brito 3 setembro, 2018 at 19:31 Responder

      Oi, Monique! Que bom que as dicas te ajudaram. 4 mil é mais que suficiente, dependendo dos planos que vocês têm (passeios, compras, etc). Particularmente, eu considero uma quantia alta para levar exclusivamente em espécie (risco de perder, roubarem, etc). Por outro lado, o fato de você ficar na casa da sua irmã pode dar mais segurança nesse sentido do que deixar uma quantia dessas num cofre de hotel (eu não confio).

      Mas uma vantagem do cartão pré-pago de modo geral é que ele dá uma certa praticidade na hora de comprar e facilita no controle dos gastos (ao invés de ficar contando notas toda hora pra saber quando ainda tá sobrando, é só tirar o saldo). Mas tem a questão do IOF para compra de moeda estrangeira, que é mais alto pra carga no cartão do que para moeda em espécie. Tendo em vista tudo isso, se você não quiser abrir mão do pré-pago, uma solução pode ser colocar uma quantia proporcionalmente menor no cartão pré-pago. Assim, você não abre mão da praticidade e ao mesmo tempo sofre menos com o IOF pra essa modalidade.

    • Priscila Brito 10 setembro, 2018 at 10:27 Responder

      Oi, Barbara. Essa é uma pergunta que eu não tenho condições de responder, pois falo do ponto de vista do turista. Quando se fala em dois anos, estamos falando de outra coisa. É um período longo, para se estabelecer moradia, provavelmente com um visto de trabalho (daí você terá um trabalho com salário, o que elimina a necessidade de juntar dinheiro previamente) ou de estudo (com uma bolsa ou algum outro tipo de auxílio estudantil).

  9. regina 12 setembro, 2018 at 09:57 Responder

    oi Priscila mau filho ta indo para os estados unidos com 900 dolares os parques e hospedagem aluguel de carro ja esta pago elevai ficar 15 dias .vc acha suficiente

  10. Julio 14 outubro, 2018 at 13:47 Responder

    Olá Priscila, tudo bem?

    Pretendo ir no final do ano que vem com minha namorada para Miami, pretendo levar em torno de 1500 dólares, tudo para mim e para ela. (hotel já estaria pago), você acha que com isso é possível eu alugar um carro e fazer umas comprinhas para eu e ela? Obrigado, aguardo resposta!

  11. Ricardo Oliveira 17 outubro, 2018 at 16:05 Responder

    Priscila, boa tarde. Parabéns por sua dedicação. Pretendo ir agora em novembro, eu, esposa, e dois filhos. Todas as despensas, hotel, parques, aluguel dde carros, atrações, café da manhã já estão pagos. Pretendo levar 2.500 dólares em espécie e mais 2.000 em cartões. Minha linda, me diga, é suficiente para 9 dias..???

    • Priscila Brito 17 outubro, 2018 at 20:48 Responder

      Oi, Ricardo! Considero um valor excelente pra levar considerando que a viagem é para quatro pessoas; dá uma média de 70 dólares por pessoa/dia considerando o valor em espécie somente, o que é mais que suficiente para os gastos diários com refeições e outras despesas eventuais.

        • Priscila Brito 18 outubro, 2018 at 10:38 Responder

          De nada, Ricardo. Quanto ao inglês, acho que pode ser mais complicado se você realmente não souber uma palavra do idioma. Se não é fluente, mas tem algum nível de compreensão, é capaz de ler e compreender informações simples, etc, acredito que dá para se virar.

        • Luann 5 março, 2019 at 20:11 Responder

          Priscila, Eu, Esposa e dois filhos estamos planejando uma viajem a Orlando, com hospedagem, carro e tickets dos parques pagos, temos 3 mil dólares para custos com comida e umas comprinhas, acha confortável ? Para 10 dias!

  12. Ana paula 30 outubro, 2018 at 23:21 Responder

    Olá, estou planejando férias de família sete dias na wal Disney somos 5 pessoas dois adultos três adolescentes vamos com sete mil dolores. Este valor seria suficiente?

    • Priscila Brito 31 outubro, 2018 at 11:48 Responder

      Oi, Ana. Se nesse valor não estiver incluído o pagamento do hotel, é mais que suficiente. Se a conta do hotel estiver incluída nestes sete mil, não sei estimar pra você, porque aí depende do quanto vão pagar por hospedagem.

  13. Juliana 10 novembro, 2018 at 20:09 Responder

    Olá Priscila boa noite,estou me organizando para me mudar prós EUA, não falo nada de inglês,mais entendo algumas palavras básicas,irei para New York pois tenho um amigo lá que já tem trabalho certo para mim,tenho dúvidas como por exemplo onde comprar o dólar aqui no Brasil?linhas aéreas com valores mais em conta para comprar passagem?para mim que não falo inglês você acha importante eu pelo menos está com celular conectada para utilizar aplicativos de tradução para facilitar no meu dia a dia lá até eu ir aprendendo o inglês? agradeço desde já.

    • Priscila Brito 12 novembro, 2018 at 11:12 Responder

      Oi, Juliana! O dólar você compra em casas de câmbio. Quanto às passagens, não existe exatamente uma companhia aérea mais barata. O preço varia bastante conforme a época, a demanda, o custo do dólar e vários outros fatores. Você tem é que monitorar sempre os preços em sites como o Google Flights ou outros buscadores de passagens para aproveitar quando houver uma queda de preços. Acho que os aplicativos de tradução podem te ajudar, mas dentro das suas possibilidades tente aprender o máximo que puder de inglês. Se sua intenção é ir lá para trabalhar, não pode abrir mão de saber o idioma local, do contrário não terá oportunidades reais, apenas subempregos.

  14. Natália Souza 4 dezembro, 2018 at 10:27 Responder

    Ola.. estou indo para Salt Lake City 20 de dezembro, meu amigo me enviou a carta convite informando que ele cobrira todos meus custos enquanto la estiver.. que serao 3 semanas. MEsmo assim é interessante levar algum valor em especie para caso me peçam na imigração? O que mais acha importante ter como precaução de pergunta na imigração?

    • Priscila Brito 4 dezembro, 2018 at 13:17 Responder

      Oi, Natália! Sim, é uma boa ideia ter sim alguma quantia em espécie. Não só pensando na imigração, como também pra algum imprevisto até você encontrar com seu amigo. Na imigração, preocupe-se em ter na ponta da língua os detalhes da sua viagem: quanto tempo fica, que dia vai embora, o que pretende fazer durante esses dias. E também o que você faz no Brasil. Fora isso, fale apenas o que te for perguntado e mantenha a tranquilidade e a confiança caso te façam perguntas.

    • Priscila Brito 6 dezembro, 2018 at 11:38 Responder

      Boa noite, Fran! Além de considerar o valor, é preciso saber também por quanto tempo você vai ficar e para quantas pessoas esse dinheiro será usado. Quanto aos gastos dentro da Disney eu não tenho conhecimento para avaliar.

  15. Marcella Oliveira 6 dezembro, 2018 at 23:43 Responder

    Olá, amei suas dicas…

    Irei para Boston na casa de uma prima, mas estou com medo de estar levando pouco dinheiro. 2 mil é pouco?

    • Priscila Brito 7 dezembro, 2018 at 12:54 Responder

      Nessas condições é uma quantia bastante confortável, até vai além do que você pode precisar (considerando necessidades básicas e passeios; não sei se você pretende fazer compras também).

  16. Alex Lima 12 dezembro, 2018 at 04:08 Responder

    Olá, Prisicla. Eu, minha esposa e minha filha pretendemos passear nos Estados Unidos em Junho de 2019. Iremos para Miami, Orlando e , de carro, até Nova York e retornar á Miami. Já fiz esse passeio sozinho uma vez e agora é com elas, pretendendo leva-las aos parques em Orlando, visitar a Nasa, Filadélfia, Washington e Nova York. Ao todo serão 20 dias. Em Orlando temos uma família americana amiga que vai nos hospedar (dez dias mais ou menos lá). Dois dias na Filadélfia (hotel) e três em Nova York (também hotel). Além dos passeios tradicionais, fazer compras nos outlets em Orlando. Temos disponível para isso (planejando e juntando muito tempo) cerca de 40 mil reais. Quanto você acha que gastaríamos em média e quanto deveriamos eu e minha esposa levar em espécie e colocado no cartão pré pago internacional? Agradeço se puder nos dar uma orientação. Grande abraço.

    • Priscila Brito 13 dezembro, 2018 at 10:43 Responder

      Oi, Alex! Uau, que viagem incrível que vocês vão fazer. Adorei o roteiro! Eu não sei te dizer com precisão quanto gastariam porque não tenho estimativa de gastos nos parques de Orlando nem dos custos com o carro (aluguel e combustível) num trajeto tão longo assim. Supondo que esses 40 mil reais virem 10 mil dólares (estou arrendondando; pode ser que dê um pouco mais), de 2 a 3 mil dólares poderiam ser em espécie para os gastos diários de vocês com alimentação, passeios locais e outros gastos eventuais (daria de 30 a 50 dólares por pessoa/dia). Mesmo assim, é um orçamento diário bem folgado, principalmente considerando que vocês ficaram boa parte do tempo hospedados na casa de amigos.

      O restante ficaria no cartão para os gastos mais altos – hotel, os parques, as compras, os custos do carro. É importante também que tenha uma folguinha nesse orçamento. Some quanto você gastará com hotel e carro, que são gastos mais críticos digamos assim, e avalie se o restante que vai sobrar consegue cobrir os outros custos. Espero que eu tenha dado uma luz.

  17. Patricia 18 dezembro, 2018 at 01:25 Responder

    Oi Priscila! Gostei muito das sua dicas. Em janeiro de 2019, irei continha família( 3 adultos e 2 crianças ) hotel com café da manhã, parques, e carro já alugado, passaremos 20 dias , estarei levando 4 mil dólares . Vc acreditar que possa dar ou preciso de mais ? Obrigada.

    • Priscila Brito 28 dezembro, 2018 at 11:55 Responder

      Oi, Patricia! Obrigada, que bom que as dicas foram úteis. Não ficou claro pra mim se o hotel já está pago. Se este não for o caso, é só planejar direitinho de onde virá o dinheiro para pagar a hospedagem e como isso vai afetar o orçamento de 4 mil reais. Mas se estes 4 mil forem só para os gastos diários (compras, alimentação, souvenires e outros tipos de consumo), é uma quantia bem confortável.

  18. Milena Esteves da Silva 18 dezembro, 2018 at 21:08 Responder

    Olá, boa noite. Estou indo viajar sexta feira agora. Vou ficar aproximadamente 30 dias e ficarei na casa da irmã do meu namorado e não precisarei gastar com estadia e alimentação. Estou levando 1500 dólares. Será que é suficiente?

  19. Maria Dantas 21 dezembro, 2018 at 18:08 Responder

    Oi priscila!Eu e meus filhos iremos viajar para orlando em junho de 2019,a casa é do meu tio então a estadia será de graça o mesmo do transporte,e os parques já estão pagos também,você acha que 2000 dolares dá para 18 dias?

  20. Fernanda Petruc 4 janeiro, 2019 at 15:17 Responder

    Olá, estou indo em fevereiro para Califórnia, não gastarei com hospedagem nem transporte, tendo em vista que tentarei evitar ao máximo a ida em restaurantes, 1500 dólares é uma quantia boa? ficarei 17 dias lá.

  21. Natalia 8 janeiro, 2019 at 10:51 Responder

    Ola querida vim agradecer pelas dicas.. fiz tudo certinho como me orientou no post, e chegando nos EUA não me pediram absolutamente nada e ainda brincaram porque eu não tinha levado um Panetone (detalhe falaram comigo em português.. isso porque eu falo inglês) 🤣🤣

    • Priscila Brito 8 janeiro, 2019 at 13:06 Responder

      Oi, Natalia! Fico muito feliz que tenha dado tudo certo pra você e também com a sua gentileza de vir aqui me agradecer. Quando tiver mais dúvidas, volte a perguntar que eu respondo com o o que puder ajudar 🙂

  22. Julio 17 janeiro, 2019 at 11:36 Responder

    Bom dia Priscila!
    Viajo com minha esposa para Miami dia 27/07 e retorno 24/08/19. Ficaremos em Miami por 7 dias, depois Las Vegas, Vegas para Reno, retorno de carro para Las Vegas, depois retorno para Miami. Resumo Miami em hotel, em Vegas Hotel 4 dias e o restante em Reno na casa de amigos. Levando em consideração compras, passeios e alimentação (sem restrições), qual valor você entende satisfatório?

    • Priscila Brito 17 janeiro, 2019 at 14:34 Responder

      Oi, Julio! Pensando em gastos diários, um valor de 50 dólares/dia por pessoa é o suficiente para gastos diários diversos sem a necessidade de ficar fazendo contas. Não quer dizer que tem que ser isso, pode até ser menos; mas é uma referência pra ter tendo em vista o seu orçamento e também os seus hábitos de viagem. Com relação a compras, aí depende do que você e sua esposa estão pensando em comprar: roupas, acessórios, itens de uso pessoal, presentes, brinquedos, eletrônicos. Dependendo do que é o foco de vocês, pode ser preciso mais ou menos dinheiro.

  23. Michael Tavares 21 janeiro, 2019 at 12:03 Responder

    Bom Dia Priscila,
    Irei viajar para miami em novembro/19 com minha esposa e minha filha de 8 anos, irei ficar na casa do meu tio, já comprei as passagens e aluguei um carro, estou pensando em levar 3 mil dólares, você acha que é o suficiente para passar 12 dias ? iremos conhecer a cidade e fazer algumas compras básicas…

  24. geiza aline ferrari dos santos 24 janeiro, 2019 at 14:29 Responder

    boa tarde pretendo fazer uma viagem com minha família seria 3 pessoas para miami por 4 dias como pacote de viagens já estão incluso passagem+hotel gostaria de saber quanto aproximadamente seria necessário levar para outros gastos ex:3 refeição por pessoa e pretendemos ir ao seaquarium tamém (entrada no parque)taxi

    • Priscila Brito 25 janeiro, 2019 at 10:50 Responder

      Oi, Geiza! Como eu falo no texto, a quantia ideal só mesmo você vai saber dizer, pois depende dos seus hábitos de viagem e do que vocês querem fazer. O período da viagem não é longo, o que já ajuda a deixar o orçamento um pouco mais econômico. Pense no valor de pelo menos 50 dólares/dia por pessoa como referência, para começar, pensando no básico que é a alimentação (dependendo de como vocês optarem comer, essa quantia pode dar de sobra ou então ser o suficiente). E adicione um pouco mais para o transporte e compras, caso isso esteja nos planos de vocês. Quanto ao Seaquarium e outras atrações locais, não posso contribuir pois não tenho conhecimento do funcionamento dos parques por lá. Se você comprou um pacote, sugiro que fale com sua agência de viagens.

  25. Ana Cristina 28 janeiro, 2019 at 19:38 Responder

    Boa tarde Priscila,

    Amei todas as dicas!

    Irei com meu esposo para NY (hotel pago), 3500 dólares são suficientes para 11 dias ?
    Grata

  26. Kellen Cristina Reis de Oliveira 11 fevereiro, 2019 at 18:20 Responder

    Oi Priscila! Eu, meu esposo e minha filha iremos viajar para orlando e Miami em Março 2019 e tudo já está pago (hote, aluguel de carro, os parques etc.). Você acha que levando 5.000 dólares dá para 10 dias? Será para compras, restaurantes e passeios.

  27. Kellen Cristina Reis de Oliveira 12 fevereiro, 2019 at 08:31 Responder

    Priscila bom dia. Obrigada pela resposta. Outra coisa que gostaria de perguntar. Posso levar tudo em especie? Porque o cartão vc tem variação do cambio + IOF (6,38%) acho muito caro. Teria algum problema entrar com essas quantia no EUA? Tenho que declarar?

    • Priscila Brito 12 fevereiro, 2019 at 11:22 Responder

      De nada, Kellen. Não tem nada que te impeça de levar tudo em espécie. A recomendação de distribuir entre espécie e cartão pré-pago é apenas pra evitar o risco de ter o seu dinheiro todo numa só fonte diante de uma situação de perda ou roubo. Mas, realmente, o custo do câmbio no cartão é maior. Então, se optar por levar tudo em espécie, tenha cuidado o tempo todo na hora de guardar e carregar o dinheiro.

  28. emerson henrique amorim 14 fevereiro, 2019 at 10:44 Responder

    bom dia….sou casado e somente eu quero ir conhecer Boston e Nova Yorque vou levar 1200 dólares vou tirar visto ainda, estou reçioso na entrevista pois minha esposa não quer ir voçe acha que pode ser um problema na entrevista.e se 1200 dólares comporta 10 dias.

    • Priscila Brito 14 fevereiro, 2019 at 14:20 Responder

      Boa tarde, Emerson. Não acho que o fato de você ir sozinho interfira em nada na concessão do visto. Eles estão interessados em outras questões, como a comprovação de vínculos com o Brasil, pra se convencerem de que você vai voltar pra cá, e também a certeza de que há recursos suficientes pra arcar com a sua viagem. A quantia de 1200 pra 10 dias é bem confortável se ela for ficar só para os gastos diários.

  29. Orando castro 14 fevereiro, 2019 at 15:52 Responder

    Oi Priscila meu nome é Orlando estou indo de última hora pra Fort Lauderdale FLL agora dia 20 de fevereiro passar 7dias com minha esposa e meu filho de 7 anos com hospedagem paga é bom ir dirigindo pra Orlando fica cansativo a estradas são boas de iluminação pra dirigir a noite é perigoso to levando 3000mil dólares em espécie se precisar de dinheiro meu cartão de débito funciona lá Santander 🙏

  30. Vivian 21 fevereiro, 2019 at 12:40 Responder

    Oi Pricila, eu vou viajar com um casal de amigos pra passar 7 dias em Miami, com passagens e hospedagens pagas antes, quanto eu precisaria levar? pra uma viagem econômica de pequenas compras, como é essa questão de valores que precisa declarar na imigração? precisa mostrar extrato de conta? precisa apresentar cartão internacional?

    • Priscila Brito 21 fevereiro, 2019 at 13:38 Responder

      Oi, Vivian! Fica difícil eu te dizer quanto você deve levar porque não conheço bem seus hábitos. Mas lá no texto eu coloquei como referências 45 dólares/dia por pessoa pra um perfil mais econômico. Pode ser até menos ou mais, mas é um norte com base nos custos básicos. Aí você tem que avaliar como pretende gastar esse dinheiro pra saber se dá. Quanto a imigração, não existe uma obrigatoriedade de comprovar fundos. Pode ser que te peçam, pode ser que não. Tenha os documentos necessários pra você estar pronta caso isso te seja requisitado na hora de entrar nos EUA, mas considere também que podem não te pedir nada.

  31. janaina galvao 24 fevereiro, 2019 at 23:27 Responder

    Ola Priscila li e reli todos os comentarios e suas respostas . OBRIGADA MESMO.

    estou indo para boston eu e meu filho de 7 anos … passagens e airbnb ja estao pagos .ficaremos 5 dias iremos nos locomover por uber e basicamente quero comprar comida e guloseimas para tapear nos passeios … quero muito ir nas lojas de baixo consumo como marshalls target e comprar umas bobeirinhas necessarias … quanto vc acha que eu deveria levar ??? eu em meio pior cenario penso em 500 dolares mas me parece tao puco …. acredito muito q o poder de compra do dolar seja maravilhosamente maior que o nosso real ( coitadinho )…

    • Priscila Brito 25 fevereiro, 2019 at 10:32 Responder

      Oi, Janaina! De nada. 500 dólares dá 50 dólares/dia por pessoa pro período da sua viagem. É o suficiente para não passar perrengues e comer direito. Mas como você tem intenção de fazer compras, mesmo sendo coisas de baixo valor, eu acho que se pudesse aumentar essa quantia um pouco mais, você teria um pouco mais de tranquilidade com o controle do dinheiro, já que ele vai ser usado pra alimentação também.

  32. Tatiane Ramos 26 fevereiro, 2019 at 17:29 Responder

    Olá Priscila, tudo bem?

    em outubro eu e meu namorado viajamos para Nova York. Serão 6 dias em NY e de NY queremos ir para Las Vegas 5 dias e vamos levar 3.650 dólares. Hotel já estará pago e também vamos levar mais 2.000 dólar no crédito.

  33. Thiago Victor 28 fevereiro, 2019 at 17:00 Responder

    Boa tarde!
    Planejo levar $850 dólares para 10 dias em orlando, acha possível ir 1 dia a Disney e 1 dia a Universal e comprar algumas roupas no outlet com esse valor?

  34. Tathiana 4 março, 2019 at 23:07 Responder

    Eiii Priscila, eu e meu esposo vamos para NY, Boston e Miami, ficaremos 12 dias, hospedagem, alimentação e transporte está pago pois meu irmão mora lah! Acha que 4 mil dólares é suficiente para compras em outlets e passeios turísticos?! Obrigada

  35. Neci de Feminino Santos 6 março, 2019 at 21:33 Responder

    Ola gostaria saber to.indo a turismo 15 dias saber se posso levar meu cachorro yok de 2 anos 2 kg. Se a alfândega ..sendo q levarei todos as exigências do vooo

    Terei problemas em entrar?

  36. flahvioh 15 março, 2019 at 18:33 Responder

    Oi Priscila, você acha que mil dolares para uma pessoa ficar 7 dias em Orlando, pode ser muito ou pouco para a imigração? Meio medo só eles acharam que tenho muito dinheiro ou não tenho nada para entrar rsrs

    • Priscila Brito 18 março, 2019 at 12:10 Responder

      Oi, Flávio! Não sei para quais fins você vai usar o dinheiro durante a viagem, mas de modo geral pode ser uma quantia bem suficiente, sim, pra esse período. A imigração só vai entrar nesse nível de detalhe do dinheiro se entender que precisa ir mais a fundo nos motivos da sua viagem. É importante estar preparado caso eles peçam alguma comprovação nesse sentido, mas a princípio não é o que eles querem saber de antemão.

  37. Nathália G. 15 abril, 2019 at 22:18 Responder

    Olá, Priscila!

    Estou interessada numa oportunidade acadêmica em fazer um curso de extensão na Califórnia de três semanas. Surgiu uma chance de bolsa de 60% e os demais 40% eu posso arcar em até 16 prestações. São 1.270 dólares (o que já calculei em reais, me daria umas 16 parcelas de 300 R$ mais ou menos). Até aí ok. Fiquei super empolgada com a possibilidade de fazer un curso internacional pagando parcelas de 300 reais. O problema é quando penso no custo de passar 21 dias na Califórnia. A instituição que concederá a bolsa explicou sobre hospedagem, disse que alguns hotéis parceiros a diária é de 38$ (café da manhã, internet no lobby e estacionamento incluso). Porém sei que não serão apenas esses 38 dólares que precisarei, pois ainda tenho no mínimo mais duas refeições para fazer, custos com transporte e uns dois ou três finais de semana (incluindo a sexta-feira que não tem aula) para lazer. Quanto você acha que preciso por dia para me manter (lembrando que tentarei ser o mais econômica possível e só sairei a passeio em dois ou três finais de semana?)

    • Priscila Brito 16 abril, 2019 at 11:44 Responder

      Oi, Nathália! Que legal essa oportunidade que vai rolar pra você. Eu não sei em que cidade da Califórnia vai ser, pois isso também pode mudar bem os custos. Eu passei um mês lá, três semanas em San Diego e uma em Los Angeles e senti que os custos são diferentes, tanto para gastos básicos quanto para turismo/lazer e também transporte (em LA tem uns deslocamentos onde usar só transporte público é um desafio). Lembro que o que eu fiz foi apostar firme no supermercado porque fiquei em um aparthotel, então tinha cozinha na minha acomodação pra eu mesma fazer comida pra mim. Acho que é um arranjo mais econômico pra situação em que você se encontra também.

      Pensando bem rápido, eu colocaria uns 300 dólares para supermercado (coisas pra você preparar as outras refeições do dia e ainda snacks entre as refeições) + 200 para todo o lazer (tentando ainda incluir atrações gratuitas pra de repente sobrar dinheiro pra uns souvenires) + 100 para o transporte (priorizando o público, mas considerando a possibilidade de usar uber/taxi em alguma situação). É uma sugestão bem por alto porque não sei qual a cidade pra onde você vai. O melhor mesmo é ir neste link https://www.numbeo.com/cost-of-living/ e configurar pra cidade em questão e você vai ter uma boa média atualizada dos custos locais 😉

  38. Cláudia 15 maio, 2019 at 16:47 Responder

    Oi…
    Viajo para os Eua com visto de turista por 3 semanas.
    Ficarei na casa de uma família (tenho carta deles falando que me suportarão lá nesse período).
    Serà que 1000 dólares é suficiente perante a imigração?
    Desde já agradeço.

  39. Larissa 30 junho, 2019 at 00:05 Responder

    Oi Priscila, tudo bom?
    Pretendo viajar para Cleveland, OH no fim de julho desse ano e ficar um período de 7 dias. Vou ficar na casa de uma amiga, então não precisarei arcar com hospedagem nem transporte, e de alimentação seria pouca coisa. Baseado no seu post, 350 doláres + cartão de crédito internacional seria uma boa quantia?
    Importante ressaltar: sou uma pessoa econômica e não pretendo gastar muito.

    • Priscila Brito 30 junho, 2019 at 16:06 Responder

      Oi, Larissa! Sim, dá exatos 50 dólares por dia (fora o limite do cartão) num contexto em que praticamente você não terá os gastos obrigatórios. Pra uma pessoa econômica, está bem confortável.

  40. Daniel Oliveira 22 julho, 2019 at 12:15 Responder

    2 mil dolares para eu e minha esposa, valor economico, apenas para passear, comprar algumas coisas conhecer pontos turisticos e alimentação comum, o que acha?

    • Priscila Brito 23 setembro, 2019 at 15:29 Responder

      Gabriela, depende da região dos EUA pra onde você vai e do que você pretende fazer (tipos de passeio, compras, etc), como pretende comer e se deslocar. Na seção “O custo médio de produtos e serviços nos Estados Unidos”, no texto acima, tem uns valores médios pra você se nortear.

Deixe seu comentário