passagens para o rock in rioYoshioka/I Hate Flash/Rock in Rio/Divulgação

Passagens para o Rock in Rio 2019: como (tentar) driblar os preços altos

A venda de ingressos pro Rock in Rio neste ano está tão tranquila que a gente já deveria ter desconfiando que vinha alguma pegadinha por aí. E veio: os preços das passagens para o Rock in Rio 2019 estão sem noção. Agradecemos o alerta dado pela nossa leitora Karina Bernardo – que já contribuiu aqui com relatos do Coachella e Lolla Chicago – e sugeriu este post.

Realmente, os preços numa pesquisa imediata estão fora do padrão. Principalmente considerando que, no momento em que este texto é escrito, ainda faltam cinco e seis meses respectivamente para o primeiro e segundo fim de semana do festival.

Como não há garantia alguma de que os valores podem mudar nem de quando isso pode acontecer (e se eles vão subir ou cair), o jeito é se preparar com algumas táticas básicas para tentar encontrar o melhor preço no tempo que resta até o festival.

1. Crie alertas pra que eles façam o trabalho chato de encontrar passagens para o Rock in Rio

Os preços de bilhetes aéreos são dinâmicos. Não é diferente se você está com foco em passagens para o Rock in Rio. Mesmo que, no geral, eles estejam mais caros que a média, uma queda repentina de valores pode acontecer a qualquer momento.

Mas como ninguém tem tempo para monitorar o dia todo preços de passagens aéreas, é preciso delegar o trabalho a alguém. E este “alguém” é o famoso alerta de passagem. Você pode configurá-lo no Google Flights ou em diferentes buscadores de passagem. Todos vão funcionar da mesma maneira. Farão uma varredura em diversos sites de vendas de bilhetes aéreos em busca do melhor preço nas datas indicadas por você.

2. Acompanhe as promoções nacionais recorrentes das companhias áreas

As companhias aéreas fazem promoções para destinos nacionais com uma frequência bastante razoável. Cadastre-se no site das empresas para receber os comunicados por e-mail sempre que houver esse tipo de promoção. Algumas empresas têm até dia e hora marcada para colocar os descontos no ar. Em 2017, foi numa dessas que consegui comprar passagens para o Rock in Rio a um preço bacana. Foi mais ou menos cerca de dois meses antes do festival.

Lembre-se apenas de prestar atenção nas condições da promoção. Por exemplo, algumas têm data limite de embarque e desembarque; para que os descontos sejam válidos, sua viagem deve coincidir com as datas estipuladas pela promoção.

3. Tenha flexibilidade de datas, dentro do possível

É complicado falar de flexibilidade de datas quando você vai a um evento que tem dia certo para acontecer, como é o caso do Rock in Rio. Porém, caso o único fator rígido seja mesmo a data do festival, e você tenha mais maleabilidade com relação ao trabalho (vai estar de férias na época, tem um trabalho remoto, tem dias de folga para negociar), tente variar um pouco as datas na hora de fazer a pesquisa de passagens para o Rock in Rio.

Um exemplo aleatório: será que é possível ir numa quinta ao invés de ir na sexta, como inicialmente planejado? O mesmo vale pra volta. As combinações diferentes de datas interferem no preço final. Ele pode acabar ficando mais caro, mas pode também ficar mais barato.

É claro que a quantidade de dias que você vai ficar no Rio interfere também em outra conta, que é a do hotel. Mas só a soma final do preço de passagem que você encontrar nas diferentes combinações mais o custo da reserva do hotel é que vai indicar se a conta fecha ou não.

4. Use comparadores de passagens aéreas

Os comparadores fazem uma busca em vários sites de uma só vez. Também permitem que você coloque filtros diversos na pesquisa (horários e preço máximo, por exemplo), oferecem combinações diferentes de voos de ida e volta e podem ainda indicar as datas com melhores preços. Podem ser uma mão na roda na hora de encontrar preços melhores.

O Passagens Promo é o buscador de passagens parceiro do Festivalando (consulte nossa política comercial). Se desejar, comece a sua pesquisa já 😉

Seguros Promo

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário