nochellaAustin City Limits Stock Photos/Ismael Quintanilla III/Shutterstock

NOchella: 12 festivais nos Estados Unidos que não são o Coachella

Adicione um novo termo ao seu vocabulário em inglês: NOchella. Este é um termo que vem sendo usado há alguns anos nos Estados Unidos como uma negativa ao Coachella por diferentes razões: para criticar o festival e suas controvérsias, para reforçar a opção de não ir ao evento em Indio ou simplesmente para chamar atenção para outros festivais.

O NOchella do Festivalando vai seguir esta última corrente e destacar alguns grandes festivais nos Estados Unidos. Nem todos atingiram o nível absurdo de hype do Coachella, mas têm algo em que se destacam: longa história, referência em algum segmento, proposta diferente, lineups estrelados. E ainda estão distribuídos pela imensidão dos Estados Unidos, um convite para explorar o país.

Austin City Limits

Digamos que não há limites para o Austin City Limits, no Texas. hahaha. Além de ter um lineup poderoso todas as temporadas, com nomes de peso, ele se repete por dois fins de semana (assim como o Coachella) para dar conta da demanda.

Bonnaroo

O Bonnaroo é um dos maiores festivais dos Estados Unidos na atualidade. Segue o formato dos tradicionais e pioneiros festivais de música, com sede em uma grande fazenda, quase “no meio do nada”, com camping e intensa programação multicultural. Acontece no Tennesse.

Leia o relato do nosso leitor Rodrigo James no Bonnaroo

Bottlerock Napa Valley

Festival na tradicional região vinícola de Napa, na Califórnia. Além de grandes nomes do rock e do indie, adivinha qual é uma das principais atrações? Sim, os melhores vinhos locais.

Electric Daisy Carnival

Sem necessidade de grandes apresentações (pelo menos pra quem curte música eletrônica), o EDC já passou pelo Brasil, tem células espalhadas pelo mundo, mas sua casa mesmo é os Estados Unidos. Além da cidade natal, Las Vegas, tem edições também em Orlando e Nova York.

Governors Ball

Festival urbano de Nova York, com sede na Randall’s Island, uma ilhazinha localizada entre o Brooklyn e Manhattan. É uma ótima opção pra quem prefere festivais de logística fácil e gosta de lineups que misturam de indie, hip hop, eletrônica e pop.

Leia como foi nossa experiência no Governors Ball e confira também nosso guia de viagem para o festival

Hangout

Festival com jeitão de colônia de férias, ele acontece à beira da praia, no Alabama, e se destaca pelo lineup híbrido sempre cheio de nomes estrelados.

Life is Beautiful

Já falamos que Las Vegas pode ser um destino ótimo pra quem curte música por conta das residências de shows. Mas tem outro motivo também: o festival Life Is Beautiful, que combina música, arte e gastronomia.

Lollapalooza

Não custa nada lembrar, a matriz do nosso tão familiar Lolla é nos States, em Chicago. O resto vocês já sabem.

Leia o relato da nossa leitora Karina Bernardo no Lolla Chicago

Outside Lands

Com sede em San Francisco, o festival californiano reúne grandes nomes da música e ainda oferece ao público áreas para degustação de vinho, cervejas artesanais, exposições de arte e sessões de teatro.

Riot Fest

Festival alternativo de Chicago dedicado ao punk, heavy metal, rock e hip hop.

Ultra Music Festival

Talvez a maior franquia de festivais de música eletrônica do mundo (vide as edições na África do Sul, Croácia, Japão, Tailândia, México, fora o Road to Ultra e Resistance, que também percorre o mundo), o Ultra tem origem e segue firme e forte há mais de duas décadas em Miami.

Welcome to Rockville

Já caminhando para quase uma década de existência, o Welcome To Rockville é o grande festival de rock, metal e hard rock da Flórida. Com sede em Jacksonville, tem espaço para nomes clássicos e modernos dos gêneros em questão.

Quer continuar na vibe NOchella?

Vale lembrar que este é apenas um recorte pequeno que não esgota a grande oferta de festivais que existem nos Estados Unidos. Você pode conhecer mais no nosso buscador de festivais e também entender como os festivais nos Estados Unidos se distribuem ao longo do ano pra se planejar.

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário