" /> Dicas de turismo em Hamburgo: excursões e passeios | Festivalando
dicas de turismo em HamburgoRathaus, Hamburgo Stock Photos/powell’sPoint/Shutterstock

Dicas de turismo em Hamburgo: excursões e passeios

Quando eu fui ao Wacken, em 2014, passei por Hamburgo. Como a minha ida ao festival naquela vez tinha sido meio que de sopetão, eu menosprezei muito o potencial da cidade. Fato é que Hamburgo é uma gracinha, cheia de coisas pra fazer e é bem turística. Por isso, compensa fazer um post de dicas de turismo em Hamburgo. Seja pra você que está indo pro Wacken, ou pra quem vai apenas turistar por lá.

Vai precisar de transfer saindo do aeroporto de Hamburgo? Veja aqui uma boa opção.

Afinal, Hamburgo tem um potencial turístico bem grande. Apesar de não ser tão falada como Amsterdã, a cidade alemã guarda muitas semelhanças com a Holandesa. Dentre elas, as pontes, que estão espalhadas por todo lado e dão aquele charme. Tem também um distrito boêmio e de prostituição, como é o cado do Red Light District na Holanda. Mas, pra saber tudo vem lendo aqui até o final 😉

Leia também: onde ficar em Hamburgo, com dicas das melhores regiões e hotéis

Dicas de turismo em Hamburgo: passeios e excursões

dicas de turismo em hamburgo

Região portuária de Hamburgo. Stock Photos/yotily/Shutterstock

Porto de Hamburgo

Hamburgo possui o segundo maior porto da Europa. Portanto, várias atividades turísticas terão relação com esta característica da cidade. Por exemplo, os passeios de barco e ferry. Alguns deles, na verdade, fazem parte de excursões turísticas que contam a história de Hamburgo, passando por vários pontos importantes, como o Speicherstadtm, distrito onde ficam os depósitos históricos da cidade. Você pode encontrar mais informações e comprar passeios assim aqui,  também neste link , aqui e aqui.

Pra quem fica na cidade por mais de um dia, a opção do Hamburg city card deveria ser considerada. Principalmente no caso de a localização do seu hotel não ser central. Com o cartão você garante a entrada gratuita no transporte público, descontos e também entradas em alguns museus da cidade. Ele pode ser comprado neste link.

Centro Histórico

Hamburgo foi uma cidade que passou por destruição e mesmo assim ressurgiu literalmente das cinzas: primeiro, um grande incêndio. Depois, os bomardeiros da segunda guerra mundial. Mesmo assim, a história da cidade desde épocas remotas salta aos olhos em passeios pela região central (Alstadt e Neustadt). Existem muitos passeios guiados muito interessantes pra fazer na parte histórica de Hamburgo. Uma sugestão é este, ou este, que é bem completo. Além disso, aproveite o passeio no centro para caminhar pelas pontes da cidade e observar os detalhes arquitetônicos.

St. Michaelis Kirche

A igreja de São Michael é uma das mais famosas de Hamburgo. Trata-se de uma construção enorme, em estilo barroco, datada do século 16. Uma das coisas mais interessantes para se fazer nesta igreja é subir até a sua torre, de onde é possível ver os sinos enormes. São 132 metros que podem ser alcançados via escada ou elevador. Você paga pra entrar nesta igreja. Mas, com o city card há descontos. Também existem tours pela cidade que incluem a visita e entrada na igreja, como este ou este, que inclui um passeio pelo porto e pelo prédio histórico da prefeitura da cidade.

Fischmarkt

Localizado no distrito boêmio de St. Pauli, o mercado de peixe é uma das atividades mais tradicionais em Hamburgo. Neste mercado, você pode esperar muito mais do que peixes fritos e sanduíches de arenque. Afinal, a manhã já começa animada com música  ao vivo e um grande movimento de pessoas.

O mercado abre apenas aos domingos, funcionando apenas pela manhã, até o meio dia. Existem excursões guiadas para o mercado, que incluem também uma caminhada pelos pontos históricos da Reeperbahn e também pelo porto. Aqui neste link você pode reservar a sua.

Museu marítimo internacional

Este museu tem simplesmente 10 andares! Lá dentro você pode esperar ver muita coisa interessante. Além de entender a evolução das tecnologias de navegação e embarcações, você ainda ficará deslumbrado com diversas histórias dessa relação de longa data entre a humanidade e o mar. A entrada custa em torno de 13 euros. Porém, existe o city card hamburgo que dá descontos em entradas ( adquira aqui), assim, pode ser que a admissão fique mais barata quando você tem este cartão.

Outros museus interessantes para visitar são o Work Museum, Hamburg Museum, Speicherstadt Museum  o Ethnology Museum. Além disso, há um cartão para museus em Hamburgo que pode oferecer acesso gratuito para a entrada nestes e em outros museus da cidade. Veja aqui como adquirir.

St. Pauli

dicas de turismo em hamburgo

Distrito de St. Pauli, Hamburgo.
Stock Photos/Qvist/Shutterstock

Um dos locais mais visitados em Hamburgo é o distrito de St. Pauli. Um bom paralelo pra ele é o Red Light district, de Amsterdã. Afinal, ambos têm em comum serem locais de prostituição e também de muitos bares.  Por isso, o distrito é conhecido pelo tom boêmio e festivo. Em St. Pauli, o bar Zur Ritze é um dos mais famosos. Porém, nem todo local que é interessante pode ser decifrável de primeira. Assim, pra distinguir o lixo da amostra cultural interessante, existem excursões  turísitcas com os pormenores do universo de St. Pauli, como esta. Inclusive, com entrada em locais que somente quem é habitual do distrito conhece ou se sente confortável pra entrar.

No entanto, St. Pauli é mais do que sexo, drogas e festa. Mas eu explico melhor no próximo tópico, que também é uma atração do local.

Dicas de turismo em Hamburgo: turismo musical

dicas de turismo em Hamburgo

Beatles Plaz em St. Pauli Stock Photos/NoyanYalcin/Shutterstock

St. Pauli e a história dos Beatles

Hamburgo tem um apelo musical muito grande. Um dos motivos? Beatles. Pois foi na cidade, mais especificamente no distrito de St. Pauli, na rua de Reeperbahn que o grupo fez alguns dos seus primeiros shows internacionais. Até então, eles estavam apenas começando sua carreira e dormindo em hotéis bem mais ou menos no distrito.

O fato é que a passagem dos Beatles pela cidade rendeu a ela estátuas numa praça nomeada como “Beatles Plaz”, além de várias histórias sobre os lugares onde tocaram e estiveram. Pra quem deseja imergir nessa história musical dos Beatles em Hamburgo, existem excursões que te levam pra dentro deste universo, como esta aqui.

Elbphilharmonie Concert Hall

O prédio da filarmônica de Hamburgo é simplesmente deslumbrante. Uma arquitetura que enche a vista e uma acústica que acaricia os ouvidos. Portanto, é um ponto indispensável no roteiro dos amantes de música em Hamburgo. A Elphi, como é chamada pelos ítimos, é uma das salas de concerto mais modernas e com acústica mais tecnológica da Europa. A entrada no prédio é gratuita, mas não dá acesso às saldas de concertos. Há também excursões guiadas que revelam vários fatos interessantes sobre o local, como esta.

Pra ficar sabendo da agenda de concertos e comprar ingressos, viste o site oficial da Elphi.

Dicas de turismo em Hamburgo: outras opções

Não encontrou entre as nossas sugestões o que você gostaria de fazer em Hamburgo? Então veja abaixo o que mais a cidade tem a oferecer.

Vai pra Alemanha? Não se esqueça de planejar a sua viagem:

1. Veja as ofertas de passagem para a Alemanha e outros destinos.

2. E não se esqueça de fazer o seu seguro viagem, para garantir sua entrada na Europa sem problemas e evitar complicações durante a sua estadia.

3. Ah, caso ainda não conheça a Melhor Câmbio, faça um teste comparando as diversas casas e tarifas em um só lugar.

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário no mundo sobre Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Comecei a ir em festivais de metal internacionais em 2009. Desde então, viajar em busca da música, essa outra paixão, tornou-se um projeto profissional que hoje chamamos de Festivalando.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário