estátuas de músicos amy winehouseNando Machado / Shutterstock

O mundo está cheio de estátuas de músicos pra você tietar

Nós não sabemos deixar nossos ídolos irem embora. Insistimos em forçar a presença deles. Quando eles morrem, baixamos a discografia, assistimos a filmes e programas especiais, vamos a shows de homenagem, compramos discos e livros póstumos. E construímos estátuas. Não são apenas heróis de guerra, personagens históricos e figuras arquetípicas da Grécia Antiga que são eternizadas em tamanho real. Há uma quantidade interessante de estátuas de músicos espalhadas pelo mundo. Reformulando: estátuas de músicos já falecidos, em sua maioria.

Eu não tinha muita noção disso quando tive contato pela primeira vez com um ídolo de bronze, ainda na minha primeira viagem pra fora do Brasil. Como fã de Beatles, eu fiz o bate-volta obrigatório de Londres até Liverpool. Visitei Penny Lane, Strawberry Fields e outros pontos da cidade relacionados à história da banda. Fui, enfim, ao Cavern. Na saída, me deparei com o John novinho, todo descolado, olhando o movimento da rua. Não resisti e tive que dar uma de groupie (eu preferia que a estátua fosse do Paul, mas algum tempo depois eu tive a felicidade de poder dar um abraço no Paul de carne e osso).

estátuas de músicos john lennon liverpool

Mesmo sem cair a ficha, eu ainda tive uma segunda pista de que essa coisa de estátua de músico era uma coisa séria, porque fui rodando um pouquinho mais eu fui até a porta do Hard Days Night Hotel, com decoração toda inspirada na banda, só mesmo por curiosidade, e me espantei ao ver uma estátua dedicada a cada um dos fab four na sacada do hotel, tal qual aquelas estátuas de santos em igrejas.

estatuas de musicos beatles  hard days night hotel

Algumas rodadas pelo mundo depois, quando estava na Suíça para o Montreux Jazz Festival, coloquei na minha to-do list um roteiro do Queen em Montreux, a partir de uma pesquisa que fiz na cidade. Uma das paradas incluía uma estátua do Freddie Mercury, que morou lá por muitos anos, durante os quais o Queen também esteve lá completo, gravando discos no Mountain Studio.

Mas eu sequer liguei uma coisa à outra.

Até que eu fui pesquisar sobre lugares para fazer turismo musical no Rio de Janeiro e descobri que a cidade tem um monte de estátuas de músicos brasileiros (e uma do Michael Jackson – guardem essa informação do Michael, porque ela ainda será importante neste texto). Aí a ficha começou a cair.

Decidi pesquisar mais a fundo e descobri UM MONTE de estátuas. E descobri mais essa obsessão mórbida que o mundo da música pop alimenta em seus fãs.

Um mapa com 72 estátuas de músicos no mundo todo

Juntando a minha descoberta das estátuas do Rio com essa pesquisa, cheguei ao número aí de cima: 72 estátuas de músicos em vários países no mundo todo.

Pronto, agora eu tenho um motivo para querer ir na Lituânia, por causa de uma estátua esquisitona do Frank Zappa. E preciso voltar a Camden, porque tem uma estátua da Amy por lá agora. E também tenho que voltar a Liverpool, porque inauguraram uma estátua dos Beatles depois que eu fui lá!

Eu coloquei tudo no mapa no fim desse post. Como eu disse, são 72 estátuas, mas são 51 músicos, porque tem umas figurinhas repetidas. Você pode topar com John (Lennon), por exemplo, na Andaluzia, na Albânia, duas vezes em Liverpool e em Cuba (!), onde há uma estátua no Parque John Lennon (!), encomendada por Fidel Castro. John, a propósito, é um dos recordistas em estátuas por aí.

Ele só rivaliza com Michael Jackson (eu disse que era importante a informação do Michael),que tem estátuas na Inglaterra, na Malásia, na Itália, em Hong Kong e até na China.

É interessante notar algumas “vocações” também, como a grande quantidade de estátuas de músicos eruditos na Áustria e a predominância dos Estados Unidos na quantidade de opções dessa forma de turismo musical.

De modo geral, as estátuas estão em locais que estão ligados à história de vida e à carreira dos artistas, por mais pontual que tenha sido sua passagem por aquele lugar – como a estátua do John na Andaluzia, onde ele gravou cenas do filme “How I Won the War”.

Mas tem alguns casos bem peculiares também, como a Albânia, que concentra em um mesmo boulevard estátuas de John Lennon, Mick Jagger, Tina Turner e Bob Dylan. Por quê? Just because. Eles devem gostar dessa coisa de estátua.

Brinque à vontade com o mapa e prepare seus roteiros para as próximas viagens 😉

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora também coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Além de uma das mães do Festivalando, sou colaboradora da Mixmag e do Brasil Post e autora do Porque eu gosto de música. Também ajudei Paul McCartney a falar uai em pleno Mineirão.

2 comments

Add yours

Deixe uma resposta