" /> 6 motivos pra você viajar para o MADA 2018 | Festivalando
viajar para o mada natal rio grande do norteKamillok via Shutterstock

6 motivos pra você viajar para o MADA 2018

O Festivalando já tem um roteiro garantido em outubro deste ano. Vamos viajar para o MADA 2018, em Natal, não só para cobrir a edição histórica de 20 anos do festival, como também para dar sequência à tradição iniciada lá em 2015, quando nos tornamos a embaixada dos festivais no Brasil. Neste ano, nossa missão diplomática é como embaixadoras do MADA 😀

Se você não mora em Natal e está em busca de um festival e/ou de uma viagem nesse Brasilzão, viajar para o MADA é uma das melhores combinações da nossa filosofia de vida aqui no Festivalando. que é viajar pra festival. Duvida?

1. É no feriado

O MADA 2018 acontece em pleno feriado de 12 de outubro, uma sexta-feira, e no sábado, 13. Se fim de semana prolongado com feriado não é sinônimo de viagem, eu não sei mais o que pode ser.

via GIPHY

2. Praias, dunas, buggy, praias, dunas, buggy, praias…

Impossível não falar de um dos principais atrativos turísticos de Natal, as praias, suas dunas e os famosos passeios de buggy feitos pelo litoral da cidade. Sendo mineira, um ser carente de praia, mais impossível ainda não dar atenção pra isso. Dependendo do roteiro que você contratar com uma empresa local, você pode passar até um dia inteiro conhecendo as praias e dunas à bordo de um buggy, que por lá é artesanalmente construído e pode conter até cinco mil peças.

viajar para o mada natal rio grande do norte

Gilberto Mesquita via Shutterstock

3. Tem uma infinidade de lugares incríveis pra conhecer

Passado o momento mineira-carente-de-praia, e seguindo também o nosso hábito aqui no Festivalando de ir além dos lugares óbvios durante uma viagem (carinhosamente~ batizado aqui de turistão), vale lembrar que qualquer lugar do mundo tem muita coisa pra fazer além do cartão postal.

O pessoal do site Apartamento 702, feito por quem mora em Natal, indica uma série de passeios pra se fazer na capital e fora dela: coisas pra fazer em Natal, lugares com águas cristalinas por todo o Rio Grande do Norte, uma escapada para a montanha, no Monte das Gameleiras, dentre outros.

4. Dá para conhecer mais uma capital (ou mais duas!)

João Pessoa, na Paraíba, fica a cerca de duas horas e meia de carro saindo de Natal. Se você tiver tempo, pode ampliar o seu roteiro e conhecer mais uma capital do litoral brasileiro. Se você tiver tempo MESMO ou for fominha de viagem, pode ir além e fazer uma road trip pelo litoral do Nordeste, esticando o passeio até o Recife. Chegando em João Pessoa, são duas horas de estrada até a capital de Pernambuco.

5. Você tem tempo pra se planejar e viajar para o MADA

O festival é em outubro e estamos em maio. Ou seja, você tem tempo suficiente pra se organizar pra viajar para o MADA. Então comece a pesquisar passagens para Natal, olhe hotéis, faça as contas e veja como conciliar seus compromissos e folgas para poder aproveitar o feriado de outubro 😉

6. É um MADA muito especial

Como foi dito anteriormente, este MADA é histórico, pois comemora os 20 anos do festival. Mas, espere! Não é só isso. Justamente por ser em uma ocasião marcante, o MADA 2018 vai acontecer em dois dias. Além disso, vai ocupar todo o espaço da Arena das Dunas, terá ativações de marcas e surpresas, nova Feira Mix e mais de 20 atrações.

Dentre as atrações confirmadas, Larissa Luz, Jade Baraldo, Nação Zumbi, Baiana System, Cordel do Fogo Encantado, Àttoxxá e os austríacos do Saint Camaleon. Os ingressos já estão à venda e os preços são os seguintes:

Pista diária: R$ 50 (meia ou social*) ou R$ 100 (inteira)
Pista dois dias: R$ 80 (meia ou social) ou R$ 160 (inteira)
Rockstage diário: R$ 65 (meia ou social) ou R$ 130 (inteira)
Rockstage dois dias: R$ 110 (meia ou social) ou R$ 220 (inteira)

*O ingresso social é garantido mediante a doação de 1 kg de alimento não perecível por dia de festival para aquelas pessoas que não se encaixam nos grupos que têm direito à meia entrada em Natal e no Rio Grande do Norte (estudantes e maiores de 60 anos).

Saiba mais sobre o MADA 2018 e a história do festival

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário