" /> Top 10 das parcerias femininas de Calvin Harris | Festivalando
Divulgação

Top 10 das parcerias femininas de Calvin Harris

O single mais bem sucedido de Calvin Harris é uma parceria com uma mulher. O quarto, o sexto e o sétimo também. A saber: “We Found Love”, com Rihanna; “Bounce”, com Kelis; “Sweet Nothing”, com Florence Welch e “I Need Your Love”, com Ellie Goulding. O headliner do Lollapalooza Brasil é uma máquina de fazer hits em série e parece já ter notado que as moças podem potencializar o grude de seus sucesso-chiclete.

Depois dessas parcerias estouradas, todas presentes no disco “18 Months” (que também inclui “Thinking About You”, parceria com a jordaniana Ayah Marar, 12º single mais bem sucedido do DJ até hoje), Harris repetiu a fórmula. Em seu mais recente álbum, “Motion”, lançado em outubro do ano passado, são quatro faixas com vozes femininas. Ellie Goulding repete a parceria em “Outside”. Tem também as irmãs Haim em “Pray To God”, Gwen Stefani em “Together” e a norte-americana Tinashe em “Dollar Signs”.

Paralelamente à sua discografia, o escocês também colaborou com outras cantoras. Ainda em seu início de carreira, co-escreveu e produziu faixas para Kilye Minogue a pedido da própria, que identificou o potencial do então novato. Mary J. Blige e Cheryl Cole também trabalharam com o DJ.

Quem for ao Lolla para ver Calvin Harris no domingo, 29 de março, certamente vai ouvir muitas destas faixas. As parcerias com Rihanna e Kelis reinam absolutas no setlist. Algumas das outras citadas também sempre encontram espaço na seleção do escocês para suas apresentações ao vivo. Aqui no Festivalando, estão todas reunidas na nossa playlist. Dá o play!

O Festivalando é Embaixador Oficial do Lollapalooza Brasil. Veja mais informações sobre o festival aqui.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário