roteiro alternativo de amsterdãRed Light District, Amsterdã. Ph: Sergey Ashmarin via wikimedia commons.

O roteiro alternativo de Amsterdã: passeios e excursões pra mentes abertas e livres

O roteiro alternativo de Amsterdã às vezes se mescla ao turismo tradicional na cidade.  Afinal, Amsterdã é uma das capitais mais livres em assuntos que ainda são tabu e controvérsia na sociedade brasileira. Também em outros polos conservadores do globo, claro. Portanto, acaba que alguns dos atrativos “controversos”, como é o caso do Red Light District (bairro da prostituição), tornam-se parte de “roteiros tradicionais”, também.

Contudo, sempre existem atividades que podem ser muito bem separadas das comportadas visitas a museus e passeios de barcos pelos canais.E é sobre elas que nós falamos hoje ;).

Vai viajar para a capital holandesa? Veja nossas dicas de hotéis em Amsterdã.

Roteiro alternativo de Amsterdã: dicas básicas

Independente de se optar por fazer um tour normal ou o roteiro alternativo de Amsterdã, é preciso ter consciência de uma coisa. Tudo é fila em Amsterdã. A cidade é um dos destinos turísticos mais requisitados na Europa. Portanto, é preciso reservar passeios e atrações com antecedência, para não perder a paciência.

Aconselho a começar pela reserva do cartão de transporte público de Amsterdã (aqui), ou pela aquisição online do Amsterdã City Card (aqui). Lembrando que, o cartão de transporte público pode incluir shutle do aeroporto até a cidade. Já o City Card inclui transporte por períodos de 1 a 4 dias, e inclui entradas em museus.

Outra dica legal é que em Amsterdã pode ser uma delícia fazer o tour alternativo sobre duas rodas. Então, pra você que curte muito esse meio de transporte maravilhoso que é a bicicleta, dá pra alugar uma com antecedência. Além disso, neste link aqui você reserva a sua bike e ainda ganha um copo de café <3.

Roteiro alternativo de Amsterdã: tour legalize

Pra quem não sabe, o uso restrito de algumas drogas é legalizado em Amsterdã. Por isso, você vai econtrar espalhados por toda a cidade os famosos coffee shops. Neles, você pode fumar legalmente os mais variados tipos de maconha. Da menos intensa àquela que te deixa com pernas meio dormentes, rs.

Quando fui à cidade pela primeira vez, visitei o Bulldog, o mais antigo da cidade ( esta excursão passa por ele e ainda te leva a um museu muito descolado, o Moco). Porém, o Bulldog é também um dos coffee shops mais turistões. Muita gente diz, inclusive, que os melhores produtos não estão lá. No entanto, felizmente pude descorbrir o Grey Area, preferido do Snoop Dogg (logo, já dá pra saber que é algo responsa, não?).

roteiro alternativo de amsterdã

Snoop Dogg/Divulgação.

Existem excursões especializadas em contar as histórias dos coffee shops, como esta aqui. Além disso, é possível ter informações privilegiadas sobre os melhores da cidade.  Porém, uma das coisas que considero legais é que esta excursão oferece ensinamentos práticos para iniciantes e ainda os guias ficam de olho nos seus pertences, caso você precise.

Ganja tour+ museus muito legais ou estranhos

Imagine que, no embalo da viagem do seu baseado você possa viajar ainda mais em museus muito interessantes e alternativos? Um deles é o combo ganja tour+ Moco museu ( reserve aqui). Neste tour você passa por coffee shops seletos e ainda ganha a entrada no Moco, o museu de arte moderna da cidade. Eu já estive nesse museu, na ocasião da exposição das obras do Banksy ( aquele que destrói obra em leilão <3) e de Icy&Sot, artistas maravilhosos!

Tem também um combo ganja tour+ Ripley’s Believe it or Not! O Ripley’s é uma “viagem” em forma de museu. Nele você vai econtrar instalações de luzes pisicodélicas, robôs meio kitsch feitos de peças de sucata entre outras coisas inacreditáveis (Reserve aqui).

Por fim, pra quem curte mesmo coisa estranha e viajada, há um museus dos micróbios em Amsterdã! Ele é único no mundo e dedicado exclusivamente a bactérias e fungos bizarros. Quando cultivados, ganham formatos quase artísticos (Interessou? Reserve aqui).

Roteiro alternativo de Amsterdã: arte e contracultura

Amsterdã é uma das mais importantes capitais dos movimentos de contracultura em todo o mundo. Na década de 60, muitos squats (alojamentos punks e alternativos) se estabeleceram. Além disso, a arte de rua enfeitou e deu o tom de várias partes da cidade. Também há toda a história por trás das decisões do povo  holandês para políticas mais livres. Por exemplo, com relação a medidas visionárias sobre políticas de drogas, prostituição e da construção de uma cidade mais limpa, quase que sem carros.

Pra saber cada detalhe destas históras, descobrir os lugares de contraconltura mais importantes da cidade, existe uma excursão que é feita só pra isso. Você pode reservar aqui, pra evitar as filas monstruosas dos centros de turismo. Além disso, os organizadores se comprometem a mostrar locais que só os locais conhecem.

roteiro alternativo de amsterdã

Graffiti in Amsterdam. Ph: Mstyslav Chernov
via Wikimedia Commons.

Roteiro alternativo de Amsterdã: prostituição, museu do sexo e sex shops

Uma das tours alternativas mais procuradas ( e que por isso quase deixa de ser alternativa) é a visita ao Red Light District, o bairro da prostituição em Amsterdã. Pra quem não sabe, a prostituição na Holanda é legalizada. Por isso, é muito comum que várias cidades tenham seus bairros de prostituição.

Por mais controverso que possa ser, as mulheres se exibem como mercadorias em vitrines. E é de fato um “sobe-desce” sofisticado. Por lá, a atividade gera arrecadação de impostos e também tem fiscalização pra que tudo seja seguro ( inclusive questões de saúde e tal).

Uma das excursões mais procuradas pelos turistas é a que mostra as vitrines, também na “camisinharia”, onde existem modelos de tudo que é tipo e ainda, nos sex-shops e pontos de S&M mais famosos (Reserve aqui pra evitar filas).

Red Light District com festa e shows

Ainda existem excursões que incluem o passeio no bairro da prostituição de Amsterdã e também direito a entrada em shows eróticos, como os da famosa Casa Rosso. Por exemplo, esta que você pode reservar aqui.

Também há excursões pelo Red Light que incluem festas. Isso mesmo! ( Você pode comprar a entrada aqui).

Roteiro alternativo de Amsterdã: o turismo musical

Não é todo mundo que fala de turismo musical em Amsterdã por aí. Por isso, também entendo este tipo de turismo uma alternativa aos roteiros turistões. Então, se você quer ver o lado musical da cidade, não deixe de ler o post sobre as casas de show lendárias, lojas de disco e mais, e também o post sobre o Jordaan, o bairro mais musical da Holanda.

E ainda, caso você queira conhecer de perto a vida noturna em Amsterdã, também existem excursões que incluem no roteiro casas de show e dança super legais, como esta que você pode reservar aqui.

Vai viajar para a Holanda? Faça agora o seu seguro viagem. Ele é exigido para entrar na Europa, e se você não apresenta-lo será barradx na migração. Além disso, é a garantia de que você estará amparadx caso haja algum imprevisto com a sua saúde. Aqui você pode pesquisar o melhor preço em várias seguradoras, comprar o que se adequar ao seu orçamento, conseguir um desconto e parcelar sem juros.

Mais atrações em Amsterdã

Seria impossível falar tudo o que há pra fazer em Amsterdã em um só post. Por isso, vai ter mais posts sobre atrações turistonas ou não na cidade. Além disso, deixamos aqui abaixo este buscador de atividades. Assim você já pode escolher o que deseja incluir no seu roteiro 😉

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário no mundo sobre Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Comecei a ir em festivais de metal internacionais em 2009. Desde então, viajar em busca da música, essa outra paixão, tornou-se um projeto profissional que hoje chamamos de Festivalando.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário