" /> Eletronika: música experimental, arte, tecnologia e urbanismo | Festivalando
eletronikaHilda Melissa Holguin/Divulgação

Eletronika: música experimental, arte, tecnologia e urbanismo

Quem já conhece o Festival Eletronika vai notar que ele ganhou muito mais corpo (e até complexidade) em sua 16ª edição, que começa hoje (7) e vai até domingo (11), aqui em BH, com programação gratuita.

Além do foco na música experimental, desta vez a programação também vai abrigar arte, tecnologia e urbanismo, em atividades diversas que vão ocupar vários espaços do Circuito Cultural da Praça da Liberdade (pra quem não é entendido de BH, este é o complexo de museus em prédios históricos que circundam um dos principais cartões postais de Belorihills): Memorial Minas Gerais Vale, MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal, Espaço do Conhecimento UFMG e Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, além da própria Praça da Liberdade.

Para ficar mais claro: o Eletronika neste ano surge como uma plataforma cultural que abriga quatro eixos temáticos de programação:

  • Festival Eletronika: shows de música experimental e aposta no intercâmbio artístico

  • Cidade Eletronika: palestras, oficinas, instalações, performances e apresentações musicais sobre ocupação de espaços públicos, tecnopolítica e noções de cidadania

  • Fórum Eletronika: palestras, workshops, mostra audiovisual e exposições que apontam novos diálogos entre arte e tecnologia

  • Festa das Luzes: vídeo mapping e projeções em espaços não usuais

A programação é extensa e bem diversificada, com atividades pela manhã, tarde e noite, e, como eu disse, todos os eventos são gratuitos, alguns deles mediante inscrição. Abaixo eu organizei a programação de duas formas para ficar mais inteligível: por dia e por local, em um mapa que indica os espaços do Circuito Cultural da Praça da Liberdade onde vão rolar os eventos. É só clicar em cada mercador para acessar a programação 😉

>>DIA 7 (QUARTA-FEIRA)

Workshop
10h – Topologia das Redes – Fabio Malini e Ana Isabel Anastasia
(Local: Memorial Minas Gerais Vale – Cyber)

10h – Medições do Urbano – Gabriel Zea, Guima San, Ricardo Brazileiro e Lucas Bambozzi
(Local: Passarela Cultural – Anexo da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa)

Performance
18h – Kid-Napping – Brígida Campbell
(Local: Passarela Cultural – Anexo da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa)

>>DIA 8 (QUINTA-FEIRA)

Show
19h – The Innernettes (BH)
(Local: Memorial Minas Gerais Vale – Casa da Ópera)
20h – Reallejo (BH)
(Local: Memorial Minas Gerais Vale – Casa da Ópera)

Performance
18h – Kid-Napping – Brígida Campbell
(Local: Passarela Cultural – Anexo da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa)

Palestra
19h – Javier Toret (Local: Memorial Minas Gerais Vale – Auditório)

19h30 – Por uma tecnopolítica do cotidiano – Antônio Lafuente, Ivana Bentes, Ricardo Fabrino, Natacha Rena e Lucas Bambozzi (Local: Memorial Minas Gerais Vale – Auditório)

Workshop
10h – Topologia de Redes – Fabio Malini e Ana Isabel Anastasia
(Local: Memorial Minas Gerais Vale – Cyber)

10h – Medições do Urbano – Gabriel Zea, Guima San, Ricardo Brazileiro e Lucas Bambozzi
(Local: Passarela Cultural – Anexo da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa)

>>DIA 9 (SEXTA-FEIRA)

Show
19h – Acavernus (SP)
(Local: Praça da Liberdade – Coreto)
20h – Luca Forcucci (ITA)
(Local: Praça da Liberdade – Coreto)
21h – Alan Courtis (ARG)
(Local: Praça da Liberdade – Coreto)

Performance
18h – Kid-Napping – Brígida Campbell
(Local: Passarela Cultural – Anexo da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa)

21h30 – Cine Planta – Paola Barreto
(Local: Praça Da Liberdade)

Palestras
15h – Tecnologia Reversa: apropriações para o comum – Jose Perez de Lama, Ricardo Brazileiro, Felipe Fonseca, Pablo de Soto e Lucas Bambozzi (Local: Memorial Minas Gerais Vale – Auditório)

Workshop
10h – Topologia de Redes – Fabio Malini e Ana Isabel Anastasia
(Local: Memorial Minas Gerais Vale – Cyber)

10h – Medições do Urbano – Gabriel Zea, Guima San, Ricardo Brazileiro e Lucas Bambozzi
(Local: Passarela Cultural – Anexo da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa)

13h – Laboratórios Cidadãos – Antonio Lafuente
(Local: Memorial Minas Gerais Vale – Sala do Espetáculo Mineiro)

Audiovisual
18h – Abertura da mostra “Ver y Bim (América Latina)” e “Mostra Alt [AV] 1 E 2” – Diversos Artistas
(Local: MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal – Praça de Convivência)

19h – “SOCKET SCREEN” – Rafael Marchetti E Rachel Rosalen
(Local: Espaço do Conhecimento UFMG – Fachada)

Painel
10h – Painel 1: “Para além das Smart-Cities”- Raquel Rennó
Painel 2: “Do Live Cinema ao Cine Fantasma” – Paola Barreto
(Local: MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal – Auditório Bateia)

19h – Painel 3: “Cotidiano sensitivo: Interfaces acessíveis e multi-modais” – Ricardo Brazileiro
Painel 4: “El cine es otra cosa” – Gabriela Golder
(Local: MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal – Auditório Bateia)

Exposição
18h – Abertura com visita mediada pelo artista – “Mindscape #L1 – After Dan Flavin” – Fernando Velázquez
(Local: MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal – Praça de Convivência)

>>DIA 10 (SÁBADO)

Show (Praça da Liberdade – Alameda da Travessa)
17h – DJ Dolores (PE) e Chico Corrêa (PB)
20h – Omulu (RJ)

Performance
17h – Ed Marte e Flora Maurício
(Local: Praça Carlos Drummond de Andrade)

18h – Kid-Napping – Brígida Campbell
(Local: Passarela Cultural – Anexo da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa)

Palestra
15h – O que nos dizem as redes – Fabio Malini, Fernanda Bruno, Carlos Frederico D´Andrea, Alemar Rena e Natacha Rena (Local: Memorial Minas Gerais Vale – Auditório)

Audiovisual
12h às 17h30 (sábado a terça) – Mostra Ver y Bim (América Latina) e Mostra Alt [AV] 1 E 2 – Diversos Artistas
(Local: MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal – Praça de Convivência)

18h às 22h – (sábado e domingo) Cubic Limit, after Manfred Mhor – Fernando Velázquez

19h e 21h30 – Procissão – Vj 1mpar
(Local: Praça da Liberdade – Alameda da Travessa)

19h15 e 21h45 – Vídeo Mapping – Vj Spetto (United VJs)
(Local: Palácio da Liberdade)

19h30 e 22h – Organismos Públicos – Vj Vigas
(Local: Palácio da Liberdade)

20h às 21h30 – (sábado e domingo) Longe do Teclado – Caio Fazolin
(Local: Espaço do Conhecimento UFMG – Fachada)

20h – Cine Fantasma – Paola Barreto
(Local: Cine Pathé – Fachada)

Painel
11h – Painel 5: “Interações em escala urbana” – Rafael Marchetti e Rachel Rosalen
Painel 6: “Música Visual” – Jarbas Jácome
(Local: MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal – Auditório Bateia)

Exposição
10h às 18h (sábado e domingo) – “Flor de ilha formosa” – Jarbas Jácome
(Local: Memorial Minas Gerais Vale – Sala do Espetáculo Mineiro)

12h às 18h (de sábado a terça) – “Mindscape #L1 – After Dan Flavin” – Fernando Velázquez
(Local: MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal – Praça de Convivência)

>>DIA 11 (DOMINGO)

Show (Praça da Liberdade – Alameda da Travessa)
16h – Chancha Via Circuito (ARG)
18h – Dengue Dengue Dengue (PER)
20h – Quantic (COL)

Performance
18h – Kid-Napping – Brígida Campbell
(Local: Passarela Cultural – Anexo da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa)

Workshop
14h – Oficina de criação de instrumentos de música visual – Jarbas Jácome
(Local: MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal – Auditório Bateia)

Audiovisual
19h e 21h30 – Procissão – Vj 1mpar
(Local: Praça da Liberdade – Alameda da Travessa)
19h15 e 21h45 – Vídeo Mapping – Vj Spetto (United VJs)
(Local: Palácio da Liberdade)
19h30 e 22h – Organismos Públicos – Vj Vigas
(Local: Palácio da Liberdade)
20h às 21h30 – (sábado e domingo) Longe do Teclado – Caio Fazolin
(Local: Espaço do Conhecimento UFMG – Fachada

Outras informações no www.eletronika.com.br

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário