onde ficar em washingtonf11photo via Shutterstock

Onde ficar em Washington – dicas de hotéis nos melhores bairros

Washington não deve estar nos seus planos iniciais de viagem para os Estados Unidos, mas se você a Nova York (este sim um destino certo), deveria considerar conhecer a capital do país. Fazer uma viagem de Nova York a Washington é rápido e fácil (de duas a três horas, de trem ou de ônibus) e a cidade é super agradável. Encontrar um lugar onde ficar em Washington também é moleza. A cidade é pequena (pouco mais de meio milhão de habitantes) e os hotéis estão concentrados onde realmente interessa, perto dos principais pontos turísticos.

Quando você for pesquisar por hotéis em Washington, vai ver opções em bairros como Dupont Circle, Logan Circle, Foggy Bottom, Northwest e Georgetown. Mas, na prática, é como se eles juntos formassem um grande “centrão” de Washington, pois quase não há diferença de deslocamento entre um e outro. É um pulo!

A diferença mais marcante é que Georgetown tem um perfil mais de lazer. É onde ficam as principais lojas para quem quer fazer compras e restaurantes descolados. Já os demais têm um perfil mais histórico, se destacando pelas universidades, museus e grandes monumentos. Óbvio, no meio desse perfil histórico você vai se esbarrar com muita política. Mas há roteiros alternativos em Washington que você pode fazer também. O que importa mesmo é que, escolhendo ficar em qualquer um deles, você terá escolhido uma boa localização.

Onde ficar em Washington – duas recomendações de hotéis

Eu estive Washington por duas vezes na mesma viagem (num total de dois meses viajando pelos Estados Unidos). Na primeira vez, fiquei uma semana neste hotel em Foggy Bottom. Ele fica a apenas um quarteirão da estação de metrô de mesmo nome, tornando o deslocamento pela cidade muito fácil. Mas nem precisava. De lá eu fui a pé para a Casa Branca, o National Mall e todos os monumentos importantes do entorno. Nas ruas próximas, comércio pra todo tipo de coisa que você precisar.

O hotel em si é super confortável e quartos espaçosos (com cozinha e varanda inclusive). Tem também academia, piscina e um café da manhã bem gostoso, servido à la carte.

Na segunda vez, já no fim da viagem, eu voltei a ficar mais uma semana em Washington, desta vez neste hotel aqui. Ele fica em Dupont Circle, a alguns metros da estação de metrô de mesmo nome, quase chegando em Georgetown. Fora a boa localização, tem quartos confortáveis, café da manhã do tipo buffet, além de academia, um bar e restaurante pra pedir uma refeição quando a fome apertar.

onde ficar em washington

turtix via Shutterstock

Outras opções de hotéis em Washington

Apesar de a cidade ser pequena e os hotéis estarem bem concentrados numa mesma área, na hora de procurar um lugar onde ficar em Washington você vai encontrar opções em estilo e custo. Se a sua prioridade for preço, há uma boa oferta de hostels. Este aqui faz parte da mesma rede de hostels onde eu fiquei em Nova York. Já este hostel tem uma das notas mais altas na avaliação dos hóspedes. Este outro é um dos hostels mais baratos de Washington.

Este quatro estrelas tem um preço bem competitivo, assim como este e este. Pra quem prefere as redes, tem este aqui pertinho da Casa Branca. Tem também este apart-hotel, pra quem prefere esse tipo de acomodação.

Vai viajar para Washington? Faça agora o seu seguro viagem. Nos Estados Unidos, não existe serviço público de saúde. Isso quer dizer que qualquer atendimento médico, por mais simples que seja, vai te custar preciosos dólares. Vai arriscar ou garantir que você estará amparadx caso haja algum imprevisto com a sua saúde? Aqui você pode pesquisar o melhor preço em várias seguradoras, comprar o que se adequar ao seu orçamento e ainda conseguir até 15% de desconto

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta

Close