como é ir ao governors ball festivais no exteriorFotos Arquivo Pessoal

Como é ir ao Governors Ball, em Nova York

Enquanto o Festivalando se joga na temporada de festivais de verão na Europa, tem [email protected] aproveitando a temporada de festivais do outro lado do Atlântico, nos Estados Unidos (que não deixa nada a dever ao Velho Mundo). O [email protected] [email protected] de hoje traz o relato da Ana Luíza Zacchi, que foi a Nova York para o The Governors Ball, festival que acontece no meio da Randall’s Island, uma ilha na Big Apple. Com direito a dicas e até playlist, a história da Ana vai te dar uma razão a mais para visitar Nova York!

THE GOVERNORS BALL 2015Por Ana Luíza Zacchi

Entre os dias 05, 06 e 07 de junho aconteceu, em Nova York, a quarta edição do The Governors Ball. Criado em 2011, o GovBall tem um dos line ups mais legais do mundo dos festivais. Confere, abaixo, o line up desse ano:

como é ir ao governors ball

Como foram os 3 dias de festival

Contando com muuuuita sorte nas conexões (meu voo era de São Paulo para Detroit / Detroit – Nova York), cheguei em Nova York no dia em que começou o festival, 05 de junho, e, depois de fazer check-in no hostel, pedir informação de como chegar à East River Ferry – NY Waterways, calcei minhas galochas e parti rumo à Randall’s Island.

Believe it or not, fui a um festival de Ferry (!!!). Há várias opções para chegar a Randall’s Island (metrô + ônibus / ferry / shuttle), mas optei pelo ferry porque achei que seria mais rápido, além de ter a experiência de ir a um festival usando Ferry.

como é ir ao governors ball

Peguei um pouco de fila para, finalmente, conseguir retirar minha wristband, mas deu tudo certo.

Entrei no festival quando estava terminando o show do Chromeo (so sad!), mas o meu principal objetivo era assistir ao show da Florence + the Machine.

como é ir ao governors ball

Florence, já praticamente recuperada da fratura que sofreu no pé no Weekend 1 do Coachella, foi um show à parte. Eu sou suspeita de falar, porque sou muito fã dela. A energia que ela tem no palco, a interação dela com o público é algo que não dá pra explicar. Só assistindo ao show pra sentir. Em um momento do show, uma garota levantou um cartaz em que estava escrito “HUG” e a Florence simplesmente chamou a menina no palco e deu um abraço nela. <3

Como o meu objetivo no primeiro dia de festival era assistir aos shows da MØ, Chromeo e Florence, e os dois primeiros ficaram prejudicados por questões de logística, acabei voltando para o hostel para descansar e repor as energias para os próximos dias.

O segundo dia de festival

O segundo dia era o que eu mais estava esperando, porque ia ter Clean Bandit, Marina and the Diamonds, Sharon Van Etten e Future Islands, por isso tratei de ir cedo para Randall’s Island.

Cheguei na metade do show do Clean Bandit e, quando acabou, fiquei ali esperando para ficar bem perto do palco no show da Marina and The Diamonds.

como é ir ao governors ball

Logo depois do show da Marina, fui para o Big Apple Stage assistir ao show da Sharon Van Etten. Sharon tem um estilo bem peculiar. É mais melancólico (alguns dirão deprê), mas eu curto bastante.

O show do Future Islands foi muito animado. O vocalista, Samuel T. Herring, é muito empolgado. Adorooo as dancinhas que ele faz. Segue o vídeo da apresentação do Future Islands no Late Show with David Letterman: <3

O terceiro dia de Festival

Aproveitei a parte da manhã para ir ao Metropolitan Museum of Art e passear pelo Central Park

Depois, no meio da tarde, fui novamente para Randall’s Island curtir o show do Tame Impala, Noel Gallagher’s High Flying Birds (no repertório ele incluiu músicas dos seus 2 cd’s solo e algumas do Oasis – Don’t Look Back in Anger finalizou o show dele <3 ) e Hot Chip (fiquei até a metade do show do Hot Chip por dois motivos: já havia assistido ao show deles em outra oportunidade annnnd começou a cair um vento absurdamente gelado e, como eu já estava meio resfriada, achei melhor me resguardar e voltar para o hostel).

Concluindo…

Se você estiver planejando ir para Nova York em junho, e gosta de música/festivais, tente incluir o The Governors Ball no seu roteiro, porque além de ter váááárias bandas legais, você não precisa ir até uma fazenda (Glastonbury) ou para o meio do deserto (Coachella) para ouvir música boa e curtir um programa diferente.

O tempo de deslocamento entre os palcos é bem pequeno. Em quinze minutos, no máximo, dá pra ir do GovBallNYC Stage (palco principal) até o palco Big Apple Stage, diferente do Lollapalooza Brasil, onde leva uma eternidade pra ir de um palco a outro, isso sem contar o sobe e desce de morros. Ah, e a água é free! Há várias barraquinhas espalhadas pelo festival pra reabastecer a sua garrafinha. Fica a dica para os Festivais aqui no Brasil que cobram, em média, R$ 5,00 (ou mais) por uma mísera garrafa.

O próximo The Governors Ball já tem data: 3 a 5 de junho de 2016. Anota aí! 😉

Abaixo, segue a playlist que eu ouvi para elaborar esse post (com as bandas que tocaram no The Governors Ball, lógico):

Future Islands – A Dream of You and Me
Ryan Adams – Stay With Me
Chromeo – Night By Night
Tame Impala – Feels Like We Only Go Backwards <3
Ryan Adams – Let It Ride
Tame Impala – Let It Happen
Future Islands – Spirit
Ryan Adams – When The Stars Go Blue
Noel Gallagher’s High Flying Birds – Dream On
Clean Bandit – Rather Be (feat. Jess Glynne)
Chromeo – Over Your Shoulder
Hot Chip – Ready For The Floor
Sharon Van Etten – I Don’t Want To Let You Down
Future Islands – Seasons (Waiting on You)
Marina & the Diamonds – Blue <3
Florence + the Machine – Queen of Peace <3
Oasis – Champagne Supernova
Major Lazer – Lean On (feat. MØ DJ Snake)

Se você tiver conta no Deezer, montei uma playlist (link aqui) para o The Governors Ball 2015.

Eeeee, se você ainda não se convenceu de que vale muito a pena ir ao The Governors Ball, dá uma olhada neste vídeo da edição de 2014:


You’re doing greeeeeeeeeeeat!!!

como é ir ao governors ball

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Festivalando

Festivalando é o primeiro site brasileiro sobre viagens para festivais de música. Viajamos o mundo todo para oferecer um mix de dicas, ferramentas, relatos, informação e opinião sobre o universo dos festivais.

2 comments

Add yours

Deixe uma resposta