" /> Wacken e o milagre da multiplicação do metal | Festivalando

Wacken e o milagre da multiplicação do metal

Os festivais de música são iguais àqueles armários esquecidos no fundo de casa,sabe? Ou então, bolsa de mulher ( e de homem tb!) e mochila de viajante: deles às vezes saem coisas que ninguém imagina. Outras vezes, saem de lá itens nem tão mirabolantes, mas que ainda sim surpreendem por não terem sido pensados nesses contextos. Sobre todas as primeiras, as coisas inimagináveis em um festival,a gente vai falar em uma lista mais para frente, em outro post. Sobre a outra categoria, a gente começa o papo por aqui.

Já imaginou um festival ter uma fundação sem fins lucrativos, que dá suporte ao evento, mas fica ativa durante o ano todo, promovendo uma série de atividades? Já imaginou que essa fundação, além de procurar alternativas sustentáveis para o festival, pensando no ambiente como um todo, ainda incentiva e ajuda os novos talentos locais e até internacionais, ou seja, tá focada no milagre da multiplicação do metal? Pois é, essa fundação existe, mas eles mesmos já advertem que está bem longe de ser algo como “Germany’s got metal talent”. A Wacken Foundation – WF, ligada ao festival de heavy metal alemão Wacken Open Air, está bem para além disso. E de uma forma tão bem organizada que achei interessante contar para vocês sobre ela, principalmente por ser uma ideia que vale a pena ser copiada, para fortalecer e fomentar cenas locais e favorecer a multiplicação e sustentabilidade dos festivais de música que tanto amamos!

Fiquei sabendo da fundação quando fui fazer uma pesquisa no guia do festival. Eu pensava que meus três dias de Wacken seriam basicamente musicais, com aquelas firulas de festival com as quais já estamos mais ou menos acostumados a ver. Mas, quando me deparei com o nome Wacken Foundation, percebi que algo diferente e com um certo tom de responsabilidade estava por ali. Percebi que eles tinham um camping especial com algumas atividades e decidi ir até lá conferir.

bike

As primeiras coisas com as quais esbarrei foram duas bicicletas e uma competição de guitarra. As bikes eram feitas de bambu, um projeto apoiado pela WF. Para recarregar o telefone, tinha que pedalar, ou então pagar um miquinho no palco. Outras coisas curiosas também ajudavam a promover a fundação, como um curso de culinária e as cadeironas de 2,5 metros, sobre as quais você poderia se sentar, desde que tivesse feito inscrição prévia numa lista vip, e ficasse no mesmo banco por 2 horas direto (senão perdia o lugar).

outros

Em seguida, deparei-me com uma casinha de vendas de produtos de divulgação, onde também encontrei uma das responsáveis que me contou um pouco da história da organização. A Wacken Foundation existe desde 2008, criada pelos fundadores do festival. Sem fins lucrativos, o único intuito da WF é dar suporte aos novos artistas da cena do rock e do metal, tanto da Alemanha quanto do mundo inteiro. A ideia é enfrentar os problemas que a indústria musical vivencia, não deixando talentos serem podados por falta de oportunidades. Eles são organizados por um comitê administrativo, que fica por conta de gerenciar os negócios que tornam a fundação economicamente sustentável – existe desde a venda de merchandising até programas de doações, patrocínio entre outros. Há também um conselho que ajuda na hora das decisões e um grupo de curadoria, do qual faz parte ninguém mais ninguém menos do que Doro Pesch, a diva e musa absoluta do metal.

Curiosa com tudo, perguntei à mocinha como as bandas poderiam participar, pois eu tinha trazido uns CDs de uns amigos meus do Brasil. Muito educadamente, ela me explicou que todas as bandas de todo o mundo podem se candidatar a receber a ajuda da fundação. Essa ajuda pode ser voltada para a organização e suporte financeiro de uma turnê, gravação de cd, compra de instrumentos, investimento na educação musical dos novos talentos, fotos, publicidades e outros. Como todo processo muito concorrido, essa oportunidade exige que sejam seguidas certas regras, como por exemplo, as bandas apoiadas não poderem ser vinculadas a grandes gravadoras ou ter gravado já um certo número de cds. Para saber mais detalhes se a sua banda pode se inscrever nesse processo, leia os detalhes aqui. Você também vai precisar baixar esse formulário aqui, preencher e mandar com o material da sua banda para o email [email protected]

Mais de 100 bandas já tiveram projetos apoiados. Dentre elas está, por exemplo, a hoje reconhecida e aclamada Orphaned Land. Os cabeludos de Israel tiveram suporte da WF para a turnê de 2010. tem até uma página com o feeedback das bandas apoiadas, que é bem bacana.

Adentrando o camping, fiquei conhecendo outros projetos que ajudam a sustentabilidade econômica da fundação. A W:O:Art, que é uma galeria de arte onde obras de artistas e músicos são expostas e podem ser compradas. Vez ou outra algumas bandas são encontradas pintando quadros por lá. Dividindo espaço com essa tenda de arte, estavam as máquinas de serigrafia de camisas e as de confecção de bottons. Você poderia fazer uma camisa personalizada ou da banda alternativa que quisesse “patrocinar” por apenas 10 euros. Ao lado da tenda W:O:Art estava o Wacken Kaffee, comendo e bebendo por lá você ajudava a fundação, uma vez que parte da renda do que é vendido é revertida para a WF.

woart

A WF mantém outros projetos, como o Festival Tour, em que os representantes levam o Camping da Wacken Foundation para diversos festivais europeus, para divulgar, atrair novas parcerias e doadores. Tem também o projeto com a juventude em Weimar, em que dois integrantes da banda Heaven Shall Burn ensinam música pesada ao jovens do centro de Vortrefflich. Sabe aquela imensa quantidade de garrafas pet e latinhas geradas em festivais? Pois é, aqui na Europa elas valem uma nota na reciclagem. E é por isso que a WF tem o seu próprio container durante os dias de festival e conta com voluntários para catar latinha e reverter o dinheiro da reciclagem para a fundação.

Existem várias formas de apoiar a WF. Dentre elas está o Wacken Wall, que é tipo uma calçada da fama. Você compra esse espaço no muro da fama metaleira em Wacken por 30 euros. E se adicionar mais uns 11 eurinhos à oferta, também leva certificado e camiseta. Eu humildemente dei a minha contribuição comprando um lindo boné, que vem escrito ao lado “we support metal”, afinal, eu apoio o metal,e não é de hoje.

support metal

Quer saber mais sobre a WF e como apoiar? Vai lá: http://www.wacken-foundation.com/en/how-to-support/

 

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário no mundo sobre Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Comecei a ir em festivais de metal internacionais em 2009. Desde então, viajar em busca da música, essa outra paixão, tornou-se um projeto profissional que hoje chamamos de Festivalando.

3 comments

Add yours
  1. Rafael Lopes 27 novembro, 2014 at 23:08 Responder

    Parabéns, é a melhor e mais completa postagem que já li em Português sobre a Wacken Foundation. =)

    Continuem com as excelentes postagens do site. E quem sabe um dia nos encontramos no Wacken, Rain or Shine? =)

    • Gracielle Fonseca 29 novembro, 2014 at 14:56 Responder

      Opa! Muito obrigada, Rafael!!! Rain or Shine, bora para o Wacken 2015 ( se o Festivalando conseguir ingresso, hahaha)! Um abraço e continue lendo a gente que ainda vamos falar muita coisa sobre os festivais de metal!

Deixe seu comentário