seguro para bagagemsmolaw via Shutterstock

Seguro para bagagem: como se proteger em caso de extravio de mala

Quem nunca suou frio durante a espera na esteira de bagagem, depois de ver todo mundo saindo com a mala e só você ficar lá esperando pelas suas coisas, que atire a primeira pedra. O mais comum é que a tensão se transforme em alívio, pois a mala acaba aparecendo (amém!). Mas, e se não aparecer? Você tem um plano B? Alguma garantia? Para ter respostas a essas perguntas é fundamental que você tenha contratado um seguro para bagagem.

Como o nome já indica de forma bem clara, o seguro para bagagem vai te dar assistência e indenização para problemas ocorridos com sua mala, quando cabível. A melhor maneira de ter acesso a este serviço é contratando um seguro viagem, pois de uma vez só você garante a proteção para você e para seus pertences, pois é para isso que serve um seguro viagem.

Seguro para bagagem: o que de fato ele garante

As proteções asseguradas por um seguro para bagagem vão depender do plano contratado por você. Alguns planos são mais completos que outros e, portanto, oferecem coberturas diferentes. No entanto, o mais comum é que você encontre nas apólices os seguintes serviços:

  • Assistência na localização de bagagem
  • Indenização por danos à mala
  • Indenização por atraso de bagagem
  • Seguro para bagagem extraviada
pra que serve o seguro viagem

ShutterOK via Shutterstock

Seguro para bagagem extraviada: suplementar x complementar

Este é um ponto importante e que merece atenção. Normalmente, os planos de seguro viagem sempre trarão em sua lista de assistências uma indenização por bagagem extraviada. Porém, em alguns deles o seguro constará como complementar, enquanto em outros constará como suplementar. As características de um e de outro podem fazer toda diferença caso você realmente precise dessa indenização:

Seguro para bagagem complementar

Neste caso, a seguradora vai completar a indenização paga pela companhia aérea. Por exemplo, se na apólice consta que o valor para bagagem extraviada é R$ 500 e a companhia aérea te paga R$ 200, a seguradora irá completar os R$ 300 faltantes.

Seguro para bagem suplementar

Nesta modalidade de indenização, a seguradora vai te pagar o valor total previsto na apólice, independentemente da quantia paga pela companhia área. Por exemplo, se a companhia te indenizou em R$ 200 e a apólice prevê R$ 500 em indenização suplementar, você vai receber R$ 200 da companhia + R$ 500 da seguradora.

Como contratar seguro para bagagem

Como foi dito no início do texto, o tipo de garantia oferecida pelo seguro vai variar conforme o plano contratado. Por essa razão, na hora de comprar seu seguro para bagagem, uma das coisas mais importantes é usar sites de comparação, como a Seguros Promo, empresa parceira do blog. Desse modo, você consegue identificar qual o seguro com o melhor custo-benefício.

Na imagem abaixo, que mostra a comparação de quatro planos, você pode ver que nem todos garantem indenização por danos à mala. Também está claro que alguns oferecem seguro para bagagem extraviada de maneira complementar, enquanto outros usam a modalidade suplementar. Além disso, as indenizações por atraso de bagagem são variáveis.

seguro para bagagem

Lembre-se de considerar os detalhes da cobertura oferecida também para os serviços de saúde e escolher o plano mais completo. Garantir assistência de saúde durante uma viagem é imprescindível, e não é só quando se está no exterior. O seguro viagem nacional é tão importante quanto.

Faça agora sua pesquisa e garanta de uma só vez seu seguro para bagagem e o seguro viagem com assistência médica. O melhor de tudo: você pode ganhar até 10% de desconto. Basta usar o nosso cupom FESTIVALANDO5 para garantir 5% de desconto. Se o pagamento for no boleto, você ganha mais 5%

quanto custa o seguro viagem

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário