onde ficar em TorinoCentro de Torino Stock Photos/ZM_Photo/Shutterstock

Onde ficar em Torino, Itália: ofertas de hotéis e melhores regiões

Antes de te dizer onde ficar em Torino, eu vou falar de como é importante planejar a sua viagem com antecedência. Pois foi em Torino que eu tive uma das piores experiências da minha vida para encontrar acomodação ( por minha culpa), ainda na era pré-Festivalando. E por quê? Porque eu não pesquisei nem reservei nada antes de chegar lá. Daí, quando chegamos à cidade, os hotéis disponíveis não cabiam em nosso orçamento. Fuén! O que rolou foi que, na verdade, a parte planejada desta viagem foi Milão, onde correu tudo bem. Naquela minha primeira visita à Itália, Torino foi fruto de um ímpeto. Afinal, ao vermos que tínhamos um fim de semana pela frente e que a cidade muito legal que ficava a apenas uma hora de trem de Milão, não hesitamos em viajar.

Veja aqui nossas dicas dos melhores hotéis em Milão

Como se poderia esperar, foi barra encontrar um lugar digno pra dormir no primeiro dia, sem ter reservado antes. Assim, a primeira coisa que fizemos foi tentar neste hostel. Era um local bem bacana e tal, com preço camarada. Porém, só tinha vaga a partir do outro dia… foi muito complicado. Embora não tivéssemos grana, tivemos que desembolsar algo além do orçamento pra poder ficar num hotel para a primeira noite, este daqui, no caso. Apesar de ter um preço mais salgado, é um hotel de muita qualidade e ainda muito próximo da estação Porta Nova

No outro dia conseguimos ficar no hostel legal, o qual eu super indico. Mas enfim, esta trapalhada rendeu algum conhecimento da cidade e também uma lição pra vida. E quando voltei, foi muito melhor, confortável e planejado!

Por que visitar Torino?

onde ficar em torino

Igreja de São Lorenço, Torino Stock Photos/Claudio Divizia/Shutterstock

Torino é a quarta maior cidade italiana. Também foi a primeira capital do país. Além disso, ela fica a apenas uma hora de trem de Milão, um dos destinos mais visitados na Itália. Embora não seja tão badalada como Milão, Torino merece sua visita. É uma cidade com um centro histórico encantador, boa comida e paisagens lindas. Pois bem lá no final da cidade, quem a emoldura são os Alpes. Minha estadia por lá foi durante o verão, alta temporada. Apesar de ter um grande número de atividades ao ar livre, e de a temperatura fazer com que os passeios sejam mais agradáveis, ir à cidade no inverno não é uma má ideia. Afinal, ainda é possível se deslumbrar no interior do Palácio Real de Turim, da Basílica Superga, da Catedral de Turim, Castelos e nos diversos museus da cidade. Além destas atrações, você também pode esperar ótimos restaurantes, cafeterias e confeitarias pra se julgar em mais um dos pecados capitais nesta cidade.

Onde ficar em Torino – Minha recomendação ( da minha 2ªvez na cidade, agora planejado!)

Da segunda vez que estive na cidade eu já tinha o conhecimento que a trapalhada da primeira vez rendeu. Além disso, tive tempo de pesquisar melhor as acomodações. Assim, foi quando eu elegi por ficar em um hotel no centro histórico da cidade, um pouco mais distante do centro novo. Assim, daria para aproveitar melhor e ver as principais atrações turísticas ( pois da primeira vez o estresse de encontrar hotel meio que melou nosso roteiro).

Então, com tudo planejado eu decidi por este aqui. Na verdade, foi um Bed & Breakfast, não um hotel. Optei porque a localização era ótima, bem perto do metro e ainda não tão distante do centro da cidade. Além disso, os anfitriões eram super bem avaliados. Chegando lá, entendi o motivo da boa avaliação. Pois eles foram pura simpatia e disposição pra ajudar. Sem contar o café da manhã maravilhoso!

Onde ficar em Torino – Região central

O centro de Torino se divide entre a parte histórica e a nova. É também a região onde está a estação de trem Porta Nova, que conecta a cidade a toda Itália. Ainda há o metrô que leva as pessoas para vários cantos da cidade, inclusive o centro histórico, em poucos minutos.

Por conta desta praticidade de transporte, muita gente opta por ficar aí. Neste caso, este e este hotéis são boas pedidas, pois além de estar perto destes locais de interesse, ainda são muito bem avaliados. Além deles, também existe esta opção, de três estrelas e a apenas poucos metros da praça do Castelo.

Veja aqui mais opções de hotéis na região central de Torino

Para explorar melhor as opções do centro histórico e região central de Torino, este mapa de ofertas de hotéis também pode ser muito útil:



Booking.com

Onde ficar em Torino – melhores preços

Pra quem quer encontrar acomodações que estão na casa dos R$ 100 para a noite, há várias opções como este e este hostel. No entanto, estas acomodações mais baratas ficam em uma média de 2km do centro da cidade. Apesar de isso não ser problema, devido a boa infraestrutra de transporte de Torino, é preciso avaliar. Pois, muitas vezes, o preço que se paga a mais por um hotel mais ao centro pode se equiparar a um mais distante quando você acrescenta o gasto extra com o transporte.

Mas se você calculou e de fato compensa, ainda há esta e esta sugestão que têm boa avaliação dos hóspedes.

Mais sugestões de onde ficar em Torino

Caso não tenha encontrado a acomodação ideal para você dentre as descritas acima, fique ligado neste painel de ofertas abaixo. Ele é atualizado diariamente com as melhores ofertas de hotel em Torino.



Booking.com

Vai viajar para a Itália? Faça agora o seu seguro viagem. Ele é exigido para entrar na Europa, e se você não apresenta-lo será barradx na migração. Além disso, é a garantia de que você estará amparadx caso haja algum imprevisto com a sua saúde. Aqui você pode pesquisar o melhor preço em várias seguradoras, comprar o que se adequar ao seu orçamento, conseguir um desconto e parcelar sem juros.

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário no mundo sobre Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Comecei a ir em festivais de metal internacionais em 2009. Desde então, viajar em busca da música, essa outra paixão, tornou-se um projeto profissional que hoje chamamos de Festivalando.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário