tio samesfera via Shutterstock

Festivalando vai pra casa do Tio Sam: dois festivais em NY e um “showzinho” do U2 em Los Angeles pra começar

Uma versão alternativa para o título deste post poderia ser “Festivalando vai pra casa do Tio Sam ou sobre como incluir os festivais na sua vida de qualquer maneira”. De fato, o Festivalando veio descobrir a América do Tio Sam, mas a razão primeira dessa minha viagem para os Estados Unidos é a minha participação no Professional Fellows Program, um projeto financiado pelo Departamento de Estado dos EUA e executado pelo International Center for Journalists, voltado para o empreendedorismo digital em jornalismo na América Latina (quem disse que esse negócio de viajar pra festival não ia me levar pra lugar nenhum?). Mas aí eu olhei o calendário, vi que alguns festivais estavam implorando para entrar na minha agenda durante minha estada aqui, então pensei: WHY NOT?

Como o título original do post adiantou, essa viagem musical que vai ocorrer paralelamente ao meu fellowship vai incluir festivais AND shows: tem o U2 para abrir os trabalhos em Los Angeles (em Pasadena, na verdade) e o Governors Ball e o Northside Festival encerrando a viagem em Nova York.

Um “showzinho” de aquecimento

O roteiro começa no meu American Dream pessoal: a Califórnia. Que me desculpe Nova York, presente neste roteiro e um dos meus sonhos de consumo de viagem, mas a Califórnia sempre ocupou o número 1 da minha wishlist dos Estados Unidos.

Depois de passar algumas semanas em Washington D.C. e San Diego, onde vou dividir meu tempo entre lições de negócios para mídias digitais e o garimpo de algumas dicas de turismo musical, vou para Los Angeles ver o U2 e sua nova turnê, Joshua Tree Tour, em comemoração aos 30 anos do disco homônimo. O show vai ser no estádio Rose Bowl, aquele da final do É TETRA É TETRA É TETRA. Permaneço em LA pra mais lições de negócios e turismo musical.

Washington D.C. volta a aparecer na história para o encerramento do fellowship e, se a agenda permitir, faço um garimpo turístico por lá também (se não der, te dou a deixa: esqueça a política e procure pelo punk; a capital dos Estados Unidos é fundamental para o gênero no país).

In New Yoooork

A saga festivaleira rola mesmo é em Nova York: primeiro o Governors Ball, queridinho dos indies e para o qual já peguei algumas dicas no relato da nossa leitora Ana Zacchi; e depois o Northside Festival, um evento bem new-yorkish, no Brooklyn, voltado para nomes emergentes da música, cinema, inovação e empreendedorismo. É praticamente o SXSW de Nova York.

Nos próximos meses, pouco a pouco, você acompanha aqui os detalhes, desdobramentos e dicas disso tudo. Enquanto isso, pode ir ouvindo as playlists de viagem que vão servir de trilha sonora pra esse roteiro. A playlist inaugural, só com canções sobre a América do Tio Sam, já está no ar pra você ouvir.

[jetpack_subscription_form title=”Gostou deste post? Temos muito mais pra você!” subscribe_text=”Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.” subscribe_button=”Quero!”]

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

2 comments

Add yours
  1. Ana Zacchi 2 maio, 2017 at 11:04 Responder

    Uau! Que demais essa notícia. Espero que as minhas dicas tenham sido úteis. Você vai adorar o Gov Ball!
    Durante essa época de festivais, é bem comum ter vários shows espalhados pela cidade (consegui assistir a alguns além do Gov Ball). O songkick é um ótimo app pra você acompanhar os shows que vão rolar pela cidade. Dê uma olhada, também, na programação de casas de show como o Webster Hall, Music Hall of Williamsburg e o The Bowery Ballroom. 🙂

    • Priscila Brito 2 maio, 2017 at 14:23 Responder

      Ei, Ana! Suas dicas ajudaram mesmo, by the way, vou de ferry assim como você 🙂 Vou dar uma olhada em toda essa programação que você falou, pois vou ter tempo suficiente lá em Nova York. Tomara que tenha muita coisa boa rolando. Veleu!

Post a new comment