festivais dos estados unidosBottleRock Napa Valley/Divulgação

Estes são os festivais dos Estados Unidos pra quem curte uns bons drinks

Esqueça festivais patrocinados por aquelas cervejas meio duvidosas, que você bebe por falta de opção. Pelo menos em alguns festivais dos Estados Unidos. Esse pessoal que é muito bom de marketing e mestre em criar demandas de mercado que a gente nem sabe que existem tem se especializado em criar festivais em que os headliners são as grandes bandas da temporada e também uma bebida.

Não se trata apenas de incluir boas opções alcoólicas no cardápio, mas principalmente de criar todo o conceito do festival e uma programação unica centrada exclusivamente na bebida. Vale desde a presença de produtores da bebida em questão até palestras e uma equipe especializada pronta pra te auxiliar na degustação.

Em resumo, nessa modalidade bem peculiar de festival, o vinho, a cerveja artesanal e o uísque também fazem parte do lineup.

BottleRock Napa Valley: mais vinho, por favor

Enófilos, vocês já estão com as malas prontas pro BottleRock Napa Valley? A região de Napa Valley, próxima a San Francisco, na Califórnia, responde pela produção majoritária de vinho nos Estados Unidos e tem aproximadamente 400 vinícolas. Todas essas credenciais já fazem de Napa um local com forte apelo turístico, mas alguém teve a brilhante ideia de tornar tudo ainda melhor. Então, fizeram um festival de música que tem o vinho como uma de suas atrações principais.

Junto com os principais headliners da temporada (neste ano, Killers, Muse e Bruno Mars), são quase 30 produtores de vinho locais e de outras partes do mundo presentes no festival. Para te ajudar a decidir qual vinho provar, há uma equipe de sommeliers e outros especialistas em vinho para dar as coordenadas. Há também um bar só com variedades de uísque e a presença de alguns produtores de cervejas artesanais.

O BottleRock Napa Valley acontece em maio. Saiba mais aqui.

O lineup deste ano:

festivais dos estados unidos

Sloss Fest: um lineup de cervejas artesanais

Há uma febre de cervejas artesanais em algumas regiões dos Estados Unidos e Sloss Fest, no Alabama, captaram essa tendência. O festival tem um lineup só para cervejarias artesanais. Durante o evento, há um beer garden especialmente construído para o consumo das cervejas. Além disso, pra quem quiser opções, há um bar mais diversificado com drinks à base de vodka artesanal.

O Sloss Fest acontece em julho. Saiba mais aqui.

O lineup deste ano:

festivais dos estados unidos

Bourbon & Beyond: whiskey in the jar

Se o seu negócio é uísque, acredite, tem um festival no mundo pra chamar de seu e o nome dele é Bourbon & Beyond. Você pode intercalar um show do Robert Plant ou do Lenny Kravitz com uma programação SÉRIA integralmente dedicada à bebida. São mais de 40 produtores de bourbon, oficinas, palestras e experiências focadas no bourbon.

A escolha da bebida em questão como tema central do evento não é por acaso. Estima-se que grande parte do uísque consumido no mundo hoje seja destilado no Kentucky, estado que sedia o festival. Mais precisamente, o Bourbon & Beyond acontece em Louisville, cidade mais populosa da região.

O Bourbon & Beyond acontece em setembro. Saiba mais aqui.

O lineup deste ano:

festivais dos estados unidos

Seu fígado ainda está vivo?

Os festivais anteriores entraram em destaque pelo peso que conferem a uma determinada bebida em sua programação. No entanto, há outros festivais dos Estados Unidos que também usam a bebida como chamariz, apesar da ênfase menor.

O Arroyo Seco Weekend, em Pasadena, na Califórnia, por exemplo, tem expositores de vinhos e cervejas artesanais. O Telluride Jazz Festival, no Colorado, inclui na programação degustações de vinho enquanto o irmão Telluride Blues and Brews tem como foco cervejas artesanais. O San Francisco Outside Lands segue a mesma linha. Em Detroit, o Mo Pop também tem espaço para produtores de cervejas artesanais.

Explore mais festivais no mundo todo com nosso buscador de festivais

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário