Compra de ingressos para o Roskilde: o Brasil existe mesmo para a Dinamarca?

Invoice. Você sabe que bagulho é esse? Eu não sabia, nem a Pri. Fomos aprender a duras penas com o pessoal do Roskilde Festival. Essa coisa from hell é tipo um boleto bancário internacional, cheio de mimimi. E se fosse só mimimi tava bom. O foda é que a parada ainda vem com um tanto de taxa. Taxa do ingresso, taxa de venda e taxa de entrega (mesmo que o bilhete tenha chegado por email…). E, tudo isso foi necessário apenas porque o nosso cartãozinho de crédito brasileiro, mesmo que internacional, não é aceito pela empresa que administra a venda dos ingressos do Roskilde, a Billetnet.

 

Ingresso suado esse viu…

 

tickets

Além disso os preços dos tickets são meio bizarros. Para comprar um dia de festival, você paga 800 coroas dinamarquesas ( aproximadamente 400 reais). E para ir aos 8 dias de festival, 1800 coroas… o problema é o seu se você não quer ir todos os dias, tipo isso.
Nesse podcast que apresentamos agora para vocês, eu e a pri contamos um pouco da novela da qual fomos protagonistas: Invoice from Hell, um drama cheio de números IBAN e Swift codes para vocês. ( Se já fez um invoice, vai saber o que é isso!)

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário no mundo sobre Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Comecei a ir em festivais de metal internacionais em 2009. Desde então, viajar em busca da música, essa outra paixão, tornou-se um projeto profissional que hoje chamamos de Festivalando.

3 comments

Add yours
  1. Estrutura Roskilde: uma laranjona! | Festivalando 2 setembro, 2014 at 16:07 Responder

    […] Se você está instalado em alguma das regiões citadas e tem cartão de crédito feito nelas, também não precisará se preocupar. Caso você só tenha cartão de crédito brasileiro, prepare-se para fazer o invoice, que é a única opção que a Billetnet te dá. E o pior,seu ingresso sairá até 30% mais caro ao longo de toda a transação. ( contamos aqui a mão de obra). […]

Deixe seu comentário