novidade rock in rio 2017Ariel Martini/I Hate Flash/Rock in Rio/Divulgação

O que NÃO fazer no Rock in Rio

O maior festival do Brasil tá chegando! É muita ansiedade e sabemos que vocês compartilham com a gente este sentimento, não é mesmo? É tanta ansiedade que às vezes a gente perde a noção e quando chega lá na Cidade do Rock, comete uma gafe atrás da outra ou deixa de aproveitar o festival como poderia. Por isso, elencamos aqui neste post o que NÃO fazer no Rock in Rio 2017. Claro que você faz o que você quiser, porque ninguém é obrigadx a nada, meu bem. Mas posso dizer que as dicas são valiosas: são dadas por quem já experimentou coisas que não foram legais e não quer deixar que vocês tenham os mesmos dissabores que eu tive, hahahaa.

1.Não gastar sua vida na fila da tiroleza

Vocês lembram que na edição passada o Rock in Rio introduziu uma novidade para acabar com as filas gigantescas de espera pelos brinquedos, né? Pois é, o app Bloom, que você baixa antes de ir para o Rock in Rio para poder agendar horários nos brinquedos do festival continua na ativa. E ele funciona assim: você baixa, vai até o brinquedo com o seu celular e marca o horário da brincadeira. Parece maravilhoso, né? Só que gente, o Bloom só substituiu uma fila por outra, hauahauahau. Tá certo que a fila tende a ser mais rápida, afinal, você não tem que esperar o tempo que a pessoa anda no brinquedo. No entanto, você ainda tem que enfrentar filas enormes para fazer o agendamento!

Quando eu e a Pri fomos tentar agendar um brinquedo na última edição, simplesmente desistimos, porque a fila do agendamento já estava bem grande. E sinceramente, não vale nem um pouco a pena perder as atrações no festival, ou aquele valioso tempo para conhecer a Cidade do Rock, comer e descansar por causa dos brinquedos do Rock in Rio. Quer brincar? Vá a um parque, pois o barato de um festival de música não está exatamente em coisas como roda gigante.

2.Não esquecer de tomar água!

dicas rock in rio ultimas do rock in rio

Hick Duarte/I Hate Flash/Divulgação

Vá com calma com as bebidas alcoólicas e não se esqueça de tomar água! A desidratação é algo muito comum e possível de acontecer em festivais, devido ao alto consumo de bebidas alcoólicas e também à exposição ao sol. Imagine, então, a exposição ao sol do Rio de Janeiro, em pleno setembro? Então, coloque a água como prioridade na sua vida de Rock in Rio. Lembrando que o festival tem água de graça, nos bebedouros que ficam perto dos banheiros.

3.Não levar alimentos com itens altamente perecíveis

Somos totalmente a favor de que as pessoas levem seus próprios lanchinhos. Nós também fazemos isso. No entanto, não se esqueça de que faz muito calor no Rio de Janeiro e não vai ser legal você levar um sanduíche de atum com maionese! Acredite, sua mochila vai ficar com um cheiro beeem desagradável e você tampouco poderá confiar na qualidade do seu alimento. Pode ser que ele já tenha se deteriorado e possa te fazer mal. Não vai querer ficar de piriri em pleno festival, vai?

4.Não levar muita tralha na bolsa

Uma das coisas mais insanas que existe na vida é levar bolsa ou mochila lotada de coisas para festival. Não façam isso, muito menos no Rock in Rio, em que o calor faz com que a gente fique muito mais cansadx! Muita gente acha que a salvação dos problemas é usar os lockers, ou guarda volumes. Porém, não se esqueça que se você colocou sua mochila cheia de tralhas lá, vai ser muito complicado resgatá-la ao final do festival, pois muuuuitas pessoas que tiveram a mesma ideia que você estarão lá, insanas querendo recuperar seus pertences e ir pra casa dormir. Cansadx, suadx e com sono não é um bom estado para enfrentar filas, não acha? Então, os lockers não são necessariamente a melhor opção, além de terem um preço bem salgadinho.

Claro que se você se planejar para pegar seus objetos mais cedo, melhor será. Porém, nem sempre dá para planejar a vida toda durante um festival. Então, talvez seja melhor não arriscar.

Rock in Rio 2015. Photo: Allen – I Hate Flash

5.Não trajar roupas e acessórios desconfortáveis

Existem algumas roupas e calçados que, apesar de serem lindos, não são feitos para festival de música debaixo de um sol escaldante. Portanto, não ache que você pode vencer o desconforto e mau humor que isso causa durante o festival. Roupas apertadas, pesadas, sapatos desconfortáveis, tudo isso pode melar sua experiência no Rock in Rio.

6.Não levar objetos muito caros nem grande quantidade de dinheiro para o festival

Infelizmente, apesar de haver seguranças espalhados pela área de festival, ainda sim existem pessoas que se aproveitam da alegria das outras para enfiar discretamente a mão nos bolsos alheios e fazer a limpa. Portanto, evite levar itens de grande valor e muito dinheiro vivo. Não se esqueça que os pontos de venda do festival aceitarão cartões.

7.Não gastar seu precioso tempo filmando os shows do festival

Nem precisa falar que vivemos numa era totalmente audiovisual, em que todo mundo quer fazer live, video de show etc. Caso você não trabalhe com mídias, não esteja fazendo a cobertura do evento, então, privilegie viver o momento, e não mediar o momento. Quando deixamos o celular de lado e vivemos o presente no festival, a experiência costuma ser muito mais rica.

8. Não criar expectativas de sair rápido após o final do show principal

Não adianta correr, atropelar, esbravejar. Todo mundo quer ir embora, todo mundo vai de uma vez para a saída e aí se forma aquele gargalo. Caso a organização não tenha pensado em uma maneira de evitar isso, a gente precisa se preparar psicologicamente para não piorar o estresse – seu e de quem tem que escutar suas reclamações, rs.

Caso você não tenha estômago para este tipo de situação, melhor sair mais cedo.

Agora vamos falar de uma coisa pra fazer antes do festival: descobrir quais são as ativações do Rock in Rio 2017

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer com 2 colegas um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário sobre as Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Foi por paixão também que larguei um emprego público, para me aventurar pelo mundo dos festivais com a Pri.

20 comments

Add yours
  1. Ivanete Silva 18 julho, 2017 at 11:24 Responder

    Boas dicas, Gra !! Será minha primeira vez no Rock In Rio e estou bem ansiosa hahaha
    Já sei que não vale a pena enfrentar filas pelos brinquedos, melhor curtir o festival 🙂
    Bjo

    • Gracielle Fonseca 18 julho, 2017 at 12:32 Responder

      Que bom que gostou, Iavanete!Espero que você tenha uma experiência inesquecível, super positiva e linda no Rock in Rio. Esse será o primeiro de muitos, você verá! É viciante 😉 e é nosso maior festival, né? =)

  2. Tatiana Vargas 18 julho, 2017 at 15:33 Responder

    utilidade pública!! não será minha primeira vez no Rir, e talvez por isso, já esteja safa em várias dessas dicas, mas sempre dou uma olhada! hehee aliás, aproveito aqui pra registrar o agradecimento aos posts sobre fests na gringa, será minha primeira vez em um (Pukkelpop), e as dicas aqui foram fundamentais!! vcs arrasam, meninas! =)

    • Gracielle Fonseca 23 julho, 2017 at 12:08 Responder

      Muito obrigada, Tatiana!!!! A gente fica super feliz que as dicas são úteis e que as pessoas se joguem nas experiências de festival com nossas dicas. Você vai adorar a Bélgica!!! Não fomos ao Pukkelpop, mas tenho certeza que qualquer festival na Bélgica vai deixar as pessoas bem contentes. Eu adoro aquele pessoal, adoro as batatas fritas e chocolates daquele país, hahahaha!! Aproveitaaa e depois sinta-se convidada para falar como foi em um [email protected] [email protected] <3 bjão!

    • Gracielle Fonseca 23 julho, 2017 at 12:05 Responder

      Ei Paulo!!! Que demais ter a nossa palavra validada por alguém que entende bem de Rock in Rio!! Acho sensacional quem foi desde a primeira edição – tenho invejinha de vcs, hehehehe! Muito legal, espero que seja mais uma linda edição do Rir para vc este ano. Bjs!

    • Gracielle Fonseca 23 julho, 2017 at 12:04 Responder

      Ei Vagner! São mais ou menos preços de praça de alimentação de shopping. Não foram tão abusivos como alguns preços que vimos em festivais por aí, mas ainda sim é caro pagar por 200 ml de água, 500 ml de cerveja tb não estão tão baratos. É preço de praça de shopping msm,ou de balada. Não foge muito, não.

  3. Bruna 20 julho, 2017 at 14:45 Responder

    Oi! É a minha primeira vez no Rock in Rio, depois de tentativas fracassadas de comprar ingresso nas outras edições…haha Eu conheço pouco o Rio de Janeiro e a minha maior preocupação é a volta do show. Eu consegui reservar um hostel em Copacabana, é uma boa região pra ficar e acessível para voltar? Beijo!

    • Gracielle Fonseca 23 julho, 2017 at 12:02 Responder

      Olá, Bruna!!! É sim uma ótima região. Além de ter ponto de embarque e desembarque do ônibus primeira classe, também está muito bem servida de ônibus e metrô =) Além disso, você vai ficar em uma das prais bem legais do Rio! Espero que seja uma ótima experiência para você! Bjão!

  4. Dju 5 setembro, 2017 at 11:30 Responder

    Olá, é minha primeira vez no evento. Com a dica do cartão, sabe dizer se eles aceitam todo tipo de cartão ? Tipo credito, debito, refeição… pretendo levar todos, mas já ir com a informação dá um certo alivio né ? haha
    E sobre o agendamento dos brinquedos, só funciona com a abertura dos portões ou já tem fila bem antes disso ?

    Obrigada pelas dicas!

    • Gracielle Fonseca 5 setembro, 2017 at 12:20 Responder

      Olá! Que ótimo q será sua primeira vez no RIR! Espero que seja ótima <3. Então, Dju, os cartões, todos com bandeiras vinculadas a serviços de banco serão aceitos, débito e crédito. Não há informações sobre tickets refeição. Mas tenho a impressão de que sim, pois o sistema de cartões de supermercado aceita etc, e eles não farão um sistema exclusivo especial só pra isso. Leve todos.

      O agendamento dos brinquedos funciona somente quando os portões abrem. Porém, é preciso considerar que quem tem o Rock in Rio Club pode entrar meia hora mais cedo. Assim, talvez eles possam começar a agendar antes... de qualquer forma, não serão muitas pessoas.

      Bjss e ótimo festival!

    • Gracielle Fonseca 12 setembro, 2017 at 05:05 Responder

      Ei, Miguel! Este é um assunto que varia muito, depende de quantos dias vc vai ficar, de qual transporte vai utilizar, bem como de qto come e bebe. Mas em geral, eu calculo uma média de gastos de 60 reais por dia de RIR, pra mim, que sou uma pessoa relativamente contida com bebida e alimentação e usarei o transporte público. Bjs!!

Deixe uma resposta