lollapalooza brasil 2017 hospedagem em são paulo onde ficar no electrica daisy carnival brasil e no lollapalooza brasil onde ficar em são paulo para o lollapalooza brasilM Rossi

Hospedagem em São Paulo: onde ficar no Lollapalooza Brasil e Electric Daisy Carnival Brasil

Quem é novato na capital paulista e está procurando hospedagem em São Paulo, tentando descobrir onde ficar no Lollapalooza Brasil ou em outros festivais no autódromo de Interlagos, deve estar quebrando a cabeça. Perto do autódromo de Interlagos, onde rolam os dois festivais? Ou nas regiões mais centrais?

A decisão sobre o local vai depender das intenções da sua estada em São Paulo no período de cada um desses festivais e na lista de opções de hospedagem que organizei logo abaixo eu falo um pouco sobre isso. De todo modo, é importante ter em mente algumas coisas antes de decidir:

  • Ficar perto de uma estação de metrô não é simplesmente um bom negócio, é fundamental, pois sempre há longas distâncias para se percorrer e a rapidez do metrô é imprescindível numa cidade como São Paulo
  • Interlagos fica a aproximadamente 20 km da região mais central de São Paulo
  • Chega-se ao autódromo de Interlagos por meio de trem. A estação mais próxima é a Autódromo, da linha 9/Esmeralda da CPTM, empresa que opera o sistema de trens de superfície de São Paulo. Obviamente, há opções de ônibus também, mas o transporte sobre trilhos é sempre a opção mais rápida e que a maioria esmagadora do público utiliza quando o Lolla, por exemplo
  • A linha 9 da CPTM tem integração com a linha amarela do metrô, mais precisamente na estação Pinheiros, e isso é uma informação importante a se considerar na hora de escolher onde você vai se hospedar. Quanto menos integrações você tiver que fazer, melhor, pois isso vai significar uma redução significativa no seu tempo de deslocamento

Dito isso, considere as seguintes possibilidades:

Interlagos

Há alguns hotéis próximos ao autódromo de Interlagos para quem acha uma comodidade ficar mais perto do local do festival. Eu, neste caso, particularmente, acho que não compensa a não ser que você não queira fazer absolutamente mais nada a não ser ir ao EDC ou Lolla. Como eu disse, Interlagos fica distante do centro de São Paulo, onde se concentram as atividades de interesse turístico, e mesmo de trem gasta-se um bom tempo da região central até lá (uns 40 minutos).

Reserve aqui um hotel próximo ao autódromo de Interlagos

lollapalooza brasil

Pinheiros

Aqui temos a estação de metrô que faz integração com a linha de trem que dá acesso a Interlagos, lembra? Ficando na região, você otimiza seu tempo de deslocamento até o festival. Isso pode ser mais importante ainda na volta, principalmente em se tratando de Lolla.

O festival termina duas horas antes do fechamento do metrô. Do autódromo até a estação gasta-se uns 20 minutos pelo menos. Depois tem os 40 minutos até chegar em Pinheiros. Dependendo do tempo que você gasta para sair do local do festival, pode acontecer de você não conseguir fazer a transferência para as demais linhas do metrô a tempo, e isso já aconteceu em outras edições do festival (o EDC não conta tanto porque o festival vai até o amanhecer, a não ser que você queira voltar antes do fechamento do metrô). Fora essa questão da praticidade, Pinheiros é um bairro interessante, cheio de coisa pra fazer e de lá tem-se acesso fácil a outras regiões de interesse turístico em São Paulo.

Reserve aqui um hotel em Pinheiros

República

A República fica bem no centro de São Paulo e os preços podem ser menos puxados que o de outras regiões. Ficar próximo à estação República do metrô é uma boa pensando na questão do tempo de deslocamento, pois, apesar dela ser originalmente da linha vermelha, hoje ela também dá acesso à linha amarela, a mesma que faz integração com a linha safira, que te leva até Interlagos. Eu já fiquei nesse hotel aqui, que fica perto da estação. Turisticamente falando, você vai estar perto de vários pontos de interesse de São Paulo, seja por ali na República mesmo, seja a duas ou três estações de metrô: o centro histórico (Teatro Municipal, Pátio do Colégio, Mosteiro de São Bento, Galeria do Rock), o Museu da Língua Portuguesa e a Pinacoteca (Luz), o bairro da Liberdade.

Reserve aqui um hotel na República

Consolação

A Consolação fica na ponta final da avenida Paulista e é o meu canto preferido para ficar em São Paulo. Em várias viagens para São Paulo, inclusive para o Lolla, eu fiquei nesse hotel aqui. A questão maior é que aqui também é possível se valer do truque da redução de integrações no trem/metrô, pois tem-se a estação Paulista da linha amarela. Além disso, a região da Paulista já é por si só interessante. Na beiradinha ali da Consolação estão a rua Augusta e, na própria Paulista, o Conjunto Nacional (Livraria Cultura e Geek.Etc), por exemplo. Ao longo da Paulista tem-se ainda o Masp, o Itaú Cultural. A Oscar Freire e o Ibirapuera também estão bem próximos dali.

Reserve aqui um hotel na Consolação

Congonhas

Pode ser que ficar perto do aeroporto de Congonhas seja uma praticidade pra você, dependendo do espaço de tempo entre o fim do festival e o horário do seu voo de volta, por exemplo. Já fiz essa opção por ficar perto de Congonhas quando fui ver o U2 pela segunda vez, em 2006, e tive que voltar muito cedo no dia seguinte ao show porque tinha que trabalhar. Além de haver muitos hotéis nas proximidades, muitos deles oferecem traslado para o aeroporto, como o que eu me hospedei naquela ocasião (inclusive, à época o traslado era gratuito). Por outro lado, ficando aqui você não fica muito perto do metrô e precisará de uma condução extra (ônibus. uber/táxi) para chegar até uma estação.

Reserve aqui um hotel próximo ao aeroporto de Congonhas

Guarulhos

Assim como o que disse em Interlagos, acho que só compensa ficar lá se você tiver um horário complicadíssimo no voo de volta que obrigue a ficar o mais perto possível do aeroporto (um voo cedíssimo, por exemplo). Que fique claro que não estou dizendo que não compensa comprar voos para Guarulhos, ok? Apesar do deslocamento ser um pouquinho maior do que para Congonhas, nunca passei perrengue para chegar até lá nas vezes que viajei a São Paulo passando pelo querido GRU. E, convenhamos: pra quem, como eu, tem sempre que “viajar” de BH até Confins para pegar um voo, nenhum aeroporto nesse mundo nunca será longe o bastante para competir com Confins 😛

Reserve aqui um hotel próximo ao aeroporto de Guarulhos

Outros lugares

Você também pode ter suas preferências pessoais, querer lugares específicos, focar mais no preço que em regiões ou simplesmente querer explorar a cidade. Por exemplo, uma região que quase ninguém leva em consideração na hora de procurar um lugar pra ficar em São Paulo é a Vila Mariana. Eu já fiquei lá em algumas viagens, inclusive em idas pro Lolla, e gosto do clima de bairro do lugar. Próximo ao metrô Ana Rosa, que te dá acesso à linha verde e azul, tem dois hostels que eu já tive oportunidade de me hospedar: este e este. Mais pro “meio” da Paulista, perto do MASP, tem esse hostel aqui, quase grudado na estação Trianon. Para os boêmios, tem esse hostel na Vila Madalena que fica bem próximo da estação de metrô de mesmo nome.

Em último caso, você pode fazer aqui uma busca ampla por hospedagem em São Paulo por toda a cidade.

Ah! Aqui você pode ver uma avaliação dos hotéis indicados neste post 😉

O Festivalando faz parte do programa de afiliados do Booking.com. Isso quer dizer que fazendo as reservas no Booking através dos nossos links, você ajuda o site a ganhar uma pequena comissão, mas não paga nada a mais por isso. 😉

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora também coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Além de uma das mães do Festivalando, sou colaboradora da Mixmag e do Brasil Post e autora do Porque eu gosto de música. Também ajudei Paul McCartney a falar uai em pleno Mineirão.

4 comments

Add yours
  1. Iza 10 outubro, 2017 at 12:09 Responder

    Olá! Ótimo o seu post! Desde já agradeço as dicas, muito completas. Vou ao Lollapalooza 2018 e estou em dúvida entre esses 2 hotéis, principalmente no que se refere ao deslocamento para o Show que pretendo fazer de Metrô: o Íbis Ibirapuera e o Nod na Rua Humberto 1475, Vila Mariana. Tendo em vista que não conheço bem o esquema de integração do Metro de SP e o horário do fim do Show, qual desses seria a melhor opção? Tendo em vista as questões de segurança, seria necessário utilizar o uber até a Estação do Metro em algum deles na volta do Show a noite? Ou por acaso seria seguro caminhar de volta ao hotel? Detalhe: a diferença de preços entre o Íbis e o NOD é de R$ 51,00 (IBIS 772,00 e o NOD 823,00), ou seja o uber na volta da Estação para o Íbis por exemplo, pode comer a economia…. kkk Me ajuda a decidir? Caso tenho outra sugestão sou toda ouvidos!!!!

    • Priscila Brito 10 outubro, 2017 at 12:34 Responder

      Oi, Iza! Que bom que as dicas te ajudaram. Sobre suas dúvidas: a distância do Ibis Ibirapuera pra estação mais próxima (Vila Olímpia) é considerável pra fazer a pé, independentemente da questão da segurança. Você ia precisar de um transporte até lá tanto na ida quanto na volta. Já a estação mais perto do NOD (Ana Rosa) é bem menor. Por outro lado, pensando no uso do transporte público, é bem mais fácil sair da estação Vila Olímpia pro Lolla porque de lá você não teria que fazer nenhuma transferência. Ela é da linha 9-Esmeralda, a mesma linha da estação Autódromo, onde você tem que descer pra chegar no Lolla. Já saindo da Ana Rosa você vai ter que fazer duas transferências, da linha verde pra amarela e da amarela pra esmeralda. Nos Lollas mais recentes tenho tentado ficar perto de estações da linha amarela. Faço isso pra reduzir ao máximo as transferências. Também porque gosto de alguns bairros por onde a linha passa e acho mais fácil me deslocar pra outros pontos de SP, porque sempre tiro um tempo pra fazer passeios. Mas ficar perto de estações da linha esmeralda zera completamente a necessidade de trocas; é outra possibilidade. Depende também das suas prioridades:)

  2. Tati 14 outubro, 2017 at 09:34 Responder

    Olá, adorei o post! Me ajudou bastante!
    Tenho somente uma duvida. Em relacao a volta, pretendo ficar até o ultimo show do lolla. Quais seriam as opcoes para a volta se o metro fechar? Ou da tempo de assistir o ultimo show e chegar na linha amarela do metro? Obrigada!!!

    • Priscila Brito 14 outubro, 2017 at 16:27 Responder

      Oi, Tati! Fico feliz que o post tenha ajudado. Todas as vezes que eu fui de metrô eu fiquei até o último show acabar e consegui pegar o metrô a tempo. Mas às vezes uns minutinhos a mais podem fazer diferença, pois o tempo é apertado, e tem gente que já teve problema e deu de cara com o metrô fechado. Tem linhas noturnas que vão para alguns terminais de SP, além de táxi e carros por aplicativo (uber/cabify) e também o Lolla Transfer, que é o transporte oficial do Lolla. Algumas são mais caras, outras mais baratas, mas no fim há opções pra conseguir voltar pra casa/hotel.

Deixe uma resposta