#festivalandoFoto: Sandor Csudai/www.facebook.com/csudaisandor

As pessoas estão #festivalando. E você?

Vivemos a era dos festivais de música, em plena era globalizada e da hiperconectividade. Não deu outra. Com tantos festivais no mundo, com tanta facilidade para se deslocar por longas distâncias e com tanta informação circulando, as pessoas passaram a desejar os festivais nos quatro cantos do mundo. As pessoas passaram a viajar para os festivais nos quatro cantos do mundo. As pessoas estão #festivalando.

Dá muito orgulho analisar esse cenário e perceber que o Festivalando foi pioneiro aqui no Brasil ao enquadrar e dar visibilidade a esse movimento que tem dimensões comportamentais, culturais e econômicas importantíssimas. Demos um nome pra isso: festivalar. Depois, começamos a produzir e organizar conteúdo para mostrar os contornos desse universo que envolve um mercado e um estilo de vida. Hoje o Festivalando é esse hub de ferramentas, dicas, informações e opiniões obrigatório para quem viaja para festivais pelo mundo.

Somos uma festival machine.

Viajar para festivais é uma realidade

#festivalando

Na ampla pesquisa sobre festivais de música que fizemos com vocês, nossos leitores, 56% afirmaram que pretendem viajar para pelo menos um festival no exterior esse ano. A UK Music, organização que representa os interesses da indústria da música no Reino Unido, revelou em um relatório que 38% do público dos festivais britânicos é formado por estrangeiros. É como se um em cada três visitantes do Glastonbury ou do Download fosse de algum outro lugar do mundo.

Mas nem precisa ir tão longe assim. Muita gente viaja para festival dentro do Brasil mesmo. Segundo o Observatório do Turismo de São Paulo, 30% do público do Lollapalooza Brasil é formado por turistas. Desse total, 54% já viajaram até São Paulo para outros eventos musicais.

E não se pode esquecer do movimento inverso: os estrangeiros que vêm até nós. De acordo com a organização do Tomorrowland Brasil, em 2016 o festival recebeu pessoas de 60 países diferentes. Vocês conseguem imaginar que, talvez, nem a Copa do Mundo, um evento que durou um mês inteiro, tenha trazido gente de tantas nacionalidades diferentes para o Brasil quanto o Tomorrowland, que durou apenas quatro dias?

Viajar para festivais é um estilo de vida e um novo jeito de ver o mundo

#festivalando

Quando eu e a Gra colocamos o Festivalando no ar, há dois anos, o primeiro texto que publicamos, escrito a quatro mãos lá na Dinamarca, dias antes da gente ir pro Roskilde Festival, foi “Por que ir a festivais no século XXI?“.

Ele acabou virando o nosso manifesto e resume muito bem o que a gente queria quando iniciou aquela viagem de dois meses por oito festivais em sete países. Nossa vontade era conhecer o mundo a partir de uma premissa diferente, fazendo o que a gente gosta. Viajando pra festivais. Festivalando.

Não foram poucas as vezes que dizemos aqui como os festivais nos proporcionaram experiências incríveis. Ou como nos fizeram conhecer lugares maravilhosos nos quais a gente nem imaginava estar. Quando o nosso destino é o festival e não a cidade/país em si, é como se a gente navegasse em mar aberto, ao sabor do vento, abertas para as (boas) surpresas que o nosso destino vai nos dar. Já são 30 festivais, 15 países and counting.

Mostre ao mundo que você também está #festivalando – use a nossa tag

Viajou para um festival? Compartilhe, mostre para o mundo e inclua a gente na conversa! A partir de agora, de maneira oficial, convidamos você a usar a hashtag #festivalando no Instagram e nas suas demais redes sociais.

É lá no Instagram que nós mostramos em imagens o que são nossas viagens para festivais. Os lugares que visitamos, o que comemos, os shows que vemos. Queremos agregar quem está dando força a esse movimento junto com a gente. Como o Cláudio (claudeohm), o Frank (eufrankw), o Davidson (demastrangi), a Iolanda (iolandasoares).

#festivalando

Use a tag #festivalando E, claro, continue acompanhando a gente aqui, e tirando proveito de tudo que o Festivalando tem para quem quer viajar para festivais aqui, ali e em qualquer lugar do mundo.

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

3 comments

Add yours

Deixe uma resposta

Close
Aqui também tem Black Friday! Pacotes pra festivais e seguro viagem até 25% OFFQUERO!
+ +