metal land oficial

Como chegar ao Metal Land: a missão

“Como chegar ao Metal Land?” não é uma pergunta com resposta mamão com açúcar, precisamos admitir. Principalmente para quem vem de algumas capitais e não possui carro – mas isso é uma característica da infra do nosso Brasilzão, né? Já admiti para mim mesma que não posso esperar a mesma infra-estrutura escandinava ao andar pelo interior do nosso país. É diferente, é mais distante, trabalhoso mas não é impossível! Na verdade, para quem mora em algumas cidades do interior de Minas e interior de São Paulo pode ser mais fácil do que a gente pensa. Já para quem está em outras capitais que não a paulista, como eu que atualmente estou sediada em Belo Horizonte, um certo grau de dificuldade se apresenta. Mas, a gente é fã de heavy metal, e como os estereótipos mandam, há pouco espaço para frescura, hahaha. Então coloque logo a bunda no busão ou no carro e vamos para o festival, kct =D

A primeira coisa que faço quando existe um festival pela frente é abrir o mapa e dar uma sacada nas cidades que estão ao redor. Não tenho carro, mas admito que facilitaria muito no caso do Metal Land, uma vez que existem várias estradas de acesso à Altinópolis. É bom lembrar que falo aqui do ponto de vista [email protected] [email protected] pé de chinelo, que vai olhar comodidade, mas também grana ( ou muito mais a grana, em certos casos).

mapa altinópolis

É bom de início se perguntar se existe algum tipo de transporte direto para o local do evento. Com a resposta negativa para essa hipótese, vou para a segunda pergunta: quais são as grandes cidades perto do local, e as possibilidade de conexão. Também olho para as pequenas cidades e as possibilidades de conexão com elas. No meu caso, olhei Ribeirão Preto e São Sebastião do Paraíso, em MG. Para a maioria das pessoas, Ribeirão Preto vai ser uma referência – é a cidade em que você poderá chegar de ônibus ou avião, partindo de um grande número de lugares. Já para quem vem de ônibus, além de São Sebastião do Paraíso (referência de conexão de ônibus para quem está em Minas) também existe Batatais, uma outra alternativa, com conexões diversas para o interior de SP.

Separei algumas opções para te dar uma noção, das relação de custo e benefício de deslocamento para o festival.

metal land como ir

Quem tem ganhado nessa relação são as excursões. Elas vão partir de várias localidades na região sudeste e fazem preços promocionais para quem fecha o pacote do fim de semana. A relação completa das caravanas, com contatos de quem vai ofertar o serviço está nesse link aqui.

Para traçar a melhor rota rodoviária possível de chegada a Altinópolis, aconselhamos dar uma olhada nesse site aqui.Para quem vai de ônibus, é legal consultar o site das rodoviárias de referência – Ribeirão Preto, Batatais, e São Sebastião do Paraíso.

E quando eu chegar em Ribeirão, ou Batatais?

Primeiro, guarde essas informações:

Hotel Fazenda Vale das Grutas

Rod. Altino Arantes, Km 33

Altnópolis/SP

Depois, guarde muito bem esse nome e número:

Sr. Cesar (16) 99162-9308 (Claro e Whatsapp)

O Sr. Cesar ficará responsável pelo transporte de pessoas, com valor a combinar. Ele vai ter carros para prestar serviços no aeroporto de Ribeirão Preto – ida e volta, e também vai ter carros no Terminal Rodoviário de Batatais.

Outra opção é pegar um táxi partindo do aeroporto de Ribeirão Preto – média de $180; ou saindo de Batatais, por $120.

Por fim, você também pode pensar em pegar uma carona com alguém. Além do grupo do evento no Facebook, você pode tentar a sorte se cadastrando aqui no site da Carona Solidária.

O meu possível trajeto- e dicas para os mineiros:

Quem vai sair de BH aê e tá duro sem grana, levanta a mão o/

Pois é, fiquei debatendo comigo mesma sobre as inúmeras possibilidades de se chegar ao Metal Land e vi que nem sempre as mais confortáveis caberiam no meu orçamento atual. Para quem mora no Sul de Minas tá fácil, com a excursão partindo de Lavras, coordenada pelo Wallace Almeida- (35) 99843-1021 , com $250 você paga a ida e volta, e ainda tem o ingresso e direito ao camping no festival. Para quem mora no Triângulo Mineiro também tá tranquilo, com excursões cujo valor inclui o trajeto, ingresso e camping a partir de $155. É o pessoal da Rocket in Road – (34) 9793-4574 – 9173-2427

Mas, devido a vários motivos e restrições de horários, nenhuma dessas opções me atendeu, saindo de BH. De avião, encontrei passagens para Ribeirão Preto por $640. Ir para São Paulo sai a metade, mas daí também gastaria quase o mesmo valor em ônibus ida e volta para a capital.

Como contei para vocês, decidi então que ir para São Sebastião do Paraíso- MG, pode ser uma boa. Vou gastar em torno de 220 ida e volta + 20 ida e volta de Altinópolis, com o ônibus da viação São Bento (35) 3531-1721- esse é preciso ficar atento: só sai em 2 horários (15h40 e 21h40) e a volta também (10h30 e 17h10). Vão ser aproximadamente 8 horas de viagem… só para os fortes! ui!

Mais informações sobre o festival você acessa na página oficial do evento.

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário no mundo sobre Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Comecei a ir em festivais de metal internacionais em 2009. Desde então, viajar em busca da música, essa outra paixão, tornou-se um projeto profissional que hoje chamamos de Festivalando.

No comments

Add yours

Deixe seu comentário