App oficial Rock in Rio 2017/ Divulgação.

Tecnologias no Rock in Rio: você 2.0 no festival

O mundo muda e os festivais também. O Rock in Rio vem cheio de novidades, dentre elas, tecnologias que podem tornar sua experiência no festival mais fácil. Você conhece as disponíveis, as necessárias e sabe como usar todas as tecnologias no Rock in Rio? Não? Então, este post é o lugar certo para você se informar!

Além de contar com o novo sistema de pulseiras de festival, há dois aplicativos indispensáveis para curtir o festival. Também existem aplicativos não oficiais que podem ser uma mão na roda durante o evento. Mas a gente começa falando do aplicativo oficial do Rock in Rio, pois ele também pode facilitar a sua vida para o registro das pulseiras, entre outros.

Como usar o aplicativo do Rock in Rio?

O aplicativo do Rock in Rio 2017 veio todo reformulado. Além de conferir notícias em tempo real, ver o lineup e montar sua grade de favoritos, você poderá ver a lista dos restaurantes, mapa interativo com locais de interesse. Tem também a função de localização e o leitor de QR code, para o registro mais rápido das pulseiras. Também será possível ter acesso a informações especiais sobre acessibilidade.

O app está disponível para os sistemas IOS e Android. Infelizmente, para quem tem Windows phone não vai rolar. Para baixar é simples: basta ir acessar este link aqui em seu celular, baixar e instalar o app.

O que você precisa para usar o app do Rock in Rio?

Você vai precisar de um smartphone  e conexão com internet. Além disso, para utilizar todas as funções, deverá ter bluetooth no telefone, ativar o sistema de localização e ainda ter uma conta no Facebook.

Provavelmente, o app do RIR, bem como a maioria dos apps que fazem uso de bluetooth e localização vai drenar consideravelmente sua bateria. Portanto, lembre-se de ativar as funções desejadas somente quando for usar. Ou então, opte por levar baterias reservas/power bank – sim, estes itens são permitidos.

Registrando as pulseiras no app do RIR 2017

Para registrar as pulseiras no app do Rock in Rio é muito fácil. Baixou o app e instalou, basta ir até a aba de registro de pulseiras. Feito isso, a câmera do seu celular vai se abrir, transformando-se em um leitor de QR code.

Daí, basta posicionar o código que está abaixo da pulseira diante da câmera e pronto. O app vai abrir as telas para que você possa preencher todos os dados de registro.
Também pelo app será possível excluir um registro anterior e fazer um novo registro, caso você tenha digitado algo errado. Mais informações sobre o registro da pulseira você encontra aqui neste post .

Mas vale lembrar:

  • As pulseiras não servirão para transações comerciais dentro do festival. Não dá para pagar nada com elas;
  •  O registro poderá ser feito até o dia do festival para o qual você comprou o ingresso;
  • Você precisa de cpf e email em mãos. Só dá para registrar 1 cpf e email por dia;
  • Não coloque sua pulseira antes do festival começar.

Outras funções do app RIR 2017

  • Criação de agenda de shows que você quer ir, podendo compartilhar com amigos;
  •  Indique sua localização no mapa do RIR – informe onde você está, ligando seu gps e todos os seus amigos poderão te encontrar no festival;
  • Mapa interativo: encontre comida, lojas, brinquedos, banheiros e bebedouros mais próximos de você com o app.

Dicas de uso

É muito fácil drenar sua bateria com um app tão completo e interativo como é o app do Rock in Rio, portanto, pense em considerar algumas dicas:

  • Ativar o bluetooth somente quando tiver interesse em saber alguma informação;
  • Ativar a função de localização somente quando for necessário olhar no app em que direção se locomover;
  • Tentar marcar lugares com amigos de maneira convencional. Caso não funcione, aí apele para o app;
  • Caso queira estar com o app ligado o tempo todo, em modo completo, leve baterias extras e/ou um power bank.

Mas se a bateria drenar… vai ter ponto de carga gratuito no RIR!

A produção do RIR vai colocar estações para carregar celular espalhadas pelo festival. O serviço será oferecido tanto por patrocinadores quanto por empresas parceiras. Anote aí onde você poderá encontrar:

  • Perto do Palco Mundo (espaço de patrocinador)
  • Rock Street Africa (espaço de patrocinador)
  • Rock District (espaço de patrocinador)
  • Extra: cinco unidades de uma “árvore solar” dotada de gerador fotovoltaico estarão espalhados pela Cidade do Rock também para carregar celulares

 

App para registro pra brinquedos

Antes, era só chegar no Rock in Rio e correr para as filas para andar nos brinquedos. Hoje, o esquema está um pouco mais organizado e conta com a tecnologia digital. O parque de diversões do festival conta com o app Bloom.

  • A primeira coisa que você deve fazer é baixar o Bloom aqui neste link.
  • Depois de baixar e instalar, você deve se cadastrar no app com um email ou conta no facebook. Aguarde até o dia do evento;
  • No dia do evento, procure os totens do app Bloom perto dos brinquedos, ligue o app e sincronize o seu telefone com o totem;
  • Após sincronizar, escolha o seu horário para brincar. Depois disso, é só voltar no horário marcado e aproveitar o brinquedo!

Não fique perdidx no Rio de Janeiro: app’s de trânsito

como chegar no rock in rio 2017

Existem apps que são uma mão na roda para o seu deslocamento no Rio de Janeiro. Caso tenha optado por utilizar o transporte público ou ir de carro até as imediações do festival, aqui estão os melhores apps:

  • Use as rotas do Google Maps ou
  • Use o aplicativo Moovit, que fornece informações de rotas de transporte público em tempo real ou
  • Use o planejador de viagens do BRT Rio
  • Em todos os casos, para obter a melhor rota, coloque como ponto de partida o terminal do BRT mais próximo de você e como ponto de chegada o Terminal Centro Olímpico
    *A estação Morro do Outeiro pode ser uma alternativa. Ela pertence ao corredor Transolímpica e conta uma passagem subterrânea que é interligada ao Terminal Centro Olímpico

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer com 2 colegas um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário sobre as Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Foi por paixão também que larguei um emprego público, para me aventurar pelo mundo dos festivais com a Pri.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta