festival de músicaDevo Satria Ichwaldi via Shutterstock

Teste de personalidade: qual festival você seria?

“Um festival precisa de um espírito”. Não fui eu que afirmei isso, mas um dos grandes empreendedores do ramo, o Thomas Jensen, dono do alemão Wacken Open Air. Mas a gente compra muito essa ideia de que cada festival tem sua alma própria.Tanto compramos que decidimos pegar esse ‘espírito’ de alguns festivais e colocar em um teste de personalidade. Qual festival você seria? Estamos bem curiosas para saber!

Tá certo que a tendência atual é a gente ser mais que um festival, ao mesmo tempo, tantos são os festivais legais que nos atraem. Se é difícil até falar que somos sempre os mesmo, imagina escolher só um festival para chamar de “eu”. Mas ainda sim, dá para falar de festivais que têm mais a nossa cara.

Eu sou o festival

Tem festival de que a gente gosta tanto que acaba se fundindo com ele. O lineup parece ter saído da nossa playlist pessoal, a decoração parece com as estampas que a gente escolhe para nossas roupas, a festa fica com cara de uma festa que daríamos em nossa casa, entre tantas outras coisas.

Tem gente que é fiel a um festival, não perde uma edição há mais de 10 anos. Assim, a pessoa vira um item do festival, parte dele. Por isso, se pode dizer que tal pessoa é o festival! hahahah

O festival que você frequenta diz muito sobre você

Ou pelo menos, o festival que você MAIS frequenta pode dizer muito sobre você. Sabe aquela história do “digame com quem tu andas que direi quem tu és”?

Há alguns perfis que batem com determinados tipos de festival. Por exemplo, uma pessoa que não gosta de multidões vai sempre procurar festivais menores. Ou uma pessoa muito expansiva e cheia de energia vai procurar os festivais que ofereçam muitas atividades, muitas atrações que a mantenham ocupada o tempo inteiro.

É claro que essas são todas generalizações. Mas eu tendo a pensar que existem mesmo alguns estereótipos de pessoas que preferem um festival a outro. Por exemplo, gente que é perfil Hellfest ao invés de ser perfil Wacken, e por aí vai. Ou gente que é muito mais Glastonbury do que Sziget, entre outros.

E quando sua personalidade não bate com a do festival que você ama?

Calma, relaxa que isso é só um reflexo da pós modernide! É preciso te colocar ciente desse momento sócio-histórico que estamos vivendo – essa época das incertezas, de tudo fluido, de que ninguém é de ninguém, tudo é e não é ao mesmo tempo, “nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia” e por aí vai. Assim, é bem normal que eu adore praia e sol, por exemplo, e que também adore festivais sombrios indoor. Ou ainda, que eu adore praia mas acho que não tenho nada a ver com alguns festivais praianos. Sacou?

Quanto mais entramos em contato com coisas diferentes, mais nossa identidade se molda. Pegamos um pedacinho de uma personalidade aqui, outra ali…e assim, às vezes tudo poderia ser resumido em um mosaico de colagem de vários festivais. Acho que a minha mistura seria bem bizarra, na verdade. Acho que sou assim uma mescla de Graspop com Roskilde, ou de Sweden Rock com Hellfest… muito complicadas essas questões existenciais, hahaha!

Ter um festival que é a sua cara não significa que sua experiência vai ser melhor ou pior. Mas, pelo menos, que você vai ficar mais à vontade por lá. Vem fazer o teste de personalidade e descobrir qual festival você seria:


Se identifica com algum festival que não colocamos no teste? Comenta aqui! Fala para a gente com qual festival você mais se parece 😉

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer com 2 colegas um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário sobre as Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Foi por paixão também que larguei um emprego público, para me aventurar pelo mundo dos festivais com a Pri.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta