inferno festival

Playlist Inferno festival 2015

O Inferno Festival 2015 começou com tudo ontem. Preparamos nosso espírito para o dia do nosso juízo final embaladas nas músicas de algumas das bandas preferidas que vão tocar no festival. Prepare seu espírito pecador com a gente também, pois ainda tem mais 3 dias de muito barulho pela frente. Essa playlist inferno festival 2015 não é para a galera criada a leite com pêra. Advertimos, o conteúdo pode explodir os seus tímpanos em questão de segundos.

Estamos muito contentes com nossa sentença e, a cada tijolo colocado nesse play a empolgação pecadora crescia! Depois de escutar essa playlist, acho que você também vai concordar que esse negócio de paraíso num compensa muito não, hahahaa. Apesar de estar beeeeem longa (quase 666 minutos), não colocamos todas as bandas que vão tocar no festival. Porém, colocamos o supra sumo, na minha humilde opinião.

Começamos de leve com o doom do My Dying Bride – na fase em que eles ainda usavam as palavras pain and suffering de forma comedida. Depois a coisa começa a engrossar, quando o Behemoth dá as boas vindas à Baphomet. Daí escancara-se as portas para 1349 demônios, a peste negra que chega à Noruega e detona tudo. Em seguida, um pouco de mitologia nórdica regada a metal, com Ensiferum. Enslaved, Taake, Kampfar no meio, para dar mais pitadas de maldade e trueza. Em seguida, os diferentões vanguardistas com destaque para Arcturus e Dødheimsgard. O resto, é pura mistura de pecado e maldade, em black, thrash e death metal. tem também os sulistas da Patria, banda brasileira e Osiris Club, representantes de uma das gravadoras mais legais do estilo, a Indie Recordings.

Escuta aí a sonoridade do Inferno gelado que preparamos para vocês!

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer com 2 colegas um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário sobre as Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Foi por paixão também que larguei um emprego público, para me aventurar pelo mundo dos festivais com a Pri.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta