festivais de música eletrônica na ÁsiaWonderfruit/ divulgação

Festivais de música eletrônica na Ásia: um combo especial para viajar em dezembro

O continente asiático já é um dos destinos turísticos preferidos. Isso tanto pelas praias maravilhosas quanto pela experiência de uma cultura muito rica e diferente da ocidental. Outra coisa que atrai por lá são os festivais de eletrônica. Talvez a gente possa dizer que a Ásia seja um dos paraísos EDM e das festas. Por isso, pra quem já está a fim de conhecer o continente e ama o tuti tuti, a gente sugere três festivais de música eletrônica na Ásia perfeito para uma viagem de 1 mês pelo continente. A propósito, o mês é dezembro. Prontxs pra fazer as malas?

festivais de música eletrônica na Ásia

Wonderfruit/ divulgação

Festivais de música eletrônica na Ásia: roteiro para dezembro em Singapura e Tailândia

Eu não sei quanto a vocês, mas um dos meus sonhos é estar lá naquela ilha de Ko Phi Phi, na Tailândia, onde todo mundo chique tira aquelas fotos lindas. Aquele mar azul, aquela areia branquinha e aqueles barcos… se tiver festival pra ir, então, pronto! Paraíso completo!

Coincidentemente, é na Tailândia e em Singapura que estão alguns dos festivais de música eletrônica mais legais da Ásia. Portanto, um roteiro Singapura-Tailândia pareceu ser uma ótima pedida para um combo. Além disso, esse roteiro de pouco menos de um mês inclui um festival que acontece em pleno ano novo. Já imaginou? Olha só:

#1 Zoukout, Singapura, 9-10 dezembro

festivais de música eletrônica na ásia

ZoukOut festival/ divulgação

O combo começa em Singapura, na segunda semana de dezembro. O motivo é um festival multimilionário que acontece anualmente por lá, o ZoukOut. Ele é um dos maiores e mais elaborados festivais de música eletrônica na Ásia, com alta produção audiovisual e técnica. Além disso, conta sempre com lineups de DJs estrelados. Ele também é famoso por ser o maior festival de música a acontecer na praia, no continente asiático. Imagina dois dias fritando em EDM em um cenário paradisíaco como é a Siloso Beach Sentosa?

Mais: http://zoukout.com/2017/

#2 Wonderfruit, Tailândia, 14-17 dezembro

A segunda parte da viagem é na Tailândia, a partir da segunda quinzena de dezembro. Serão dois festivais inesquecíveis por lá. O primeiro deles é o Wonderfruit festival, uma celebração de música, artes e comida em Pattaya, outra locação dos sonhos no continente asiático.

As experiências no Wonderfruit prometem ser como a gente gosta: imersivas. Durante os três dias de festival, você vai se envolver na cultura e tradições locais, experimentar banquetes, workshops, performances e vivências. O lineup nem sempre é o que importa nesse grande festival. Na verdade, apesar de o carro chefe ser EDM, ainda há espaço e palcos para vários gêneros orientais e também ocidentais.

Mais: http://www.wonderfruitfestival.com/

#3 The Experience Festival, Tailândia, 30 de dezembro -2 de janeiro

Pra fechar o combo com chave de ouro, que tal um festival que também é um festa de passagem de ano novo? Assim é o The Experience, festival de EDM que acontece em Koh Tao, na Tailândia. De 30 de dezembro de 2017 a 2 de janeiro de 2018 as pessoas são convidadas a dançar do dia até a noite. O festival acontece na Turtle Island, no golfo da Tailândia, um lugar que é pura exuberância. São 74 horas de psy trance sem parar, com um lineup recheado de artistas e DJs de todo o mundo. O festival tem área de camping gratuita, o que também faz dele um lugar para imersão.

Mais: https://www.facebook.com/experience.kohtao/

Decidiu viajar para esses festivais maravilhosos? Não se esqueça de começar a tomar todas as providências para a sua viagem. Dá uma passadinha na nossa Central de Reservas do Festivalando. Lá você resolve tudo com rapidez, segurança e ainda pode ter ótimos descontos.

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer com 2 colegas um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário sobre as Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Foi por paixão também que larguei um emprego público, para me aventurar pelo mundo dos festivais com a Pri.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta

Close