Alcatraz festivalAlcatraz festival. Ph: Eliaz Bruggeman

Festivais de metal lado b na Europa

Mesmo quem não gosta de metal já ouviu falar do Wacken Open Air ou Hellfest. Com um pouco mais de boa vontade, ainda se pode encontrar gente que conhece o Sweden Rock, Graspop Metal Meeting e Rock Am Ring, festivais bem mais divulgados que outros. Já no meio metaleiro, vai ter gente que sonha em ir ao Summerbreeze, Rockavaria, Copenhell, Brutal Assault, Download Festival, Inferno, Voa open air e outrtos. Não se pode dizer que eles sejam propriamente “mainstream”, mas são os grandes nomes dos festivais europeus. Porém, a conta dos festivais de metal naquele continente não fecha só com esses nomes. Existem muitos outros, tão interessantes quanto vários da série a dos festivais. Por isso, é necessário um post com os festivais de metal lado b na Europa.

Os grandes festivais geralmente acontecem no verão, sendo dada a largada em junho. Alguns dos festivais menos famosos também acontecem nesta época, se estendendo até setembro, o que os grandes geralmente não fazem. A lista que separamos abaixo não é de festivais que geralmente você vai ouvir as pessoas dizerem “é meu sonho ir ao ___” mas é uma lista que todos deveríamos prestar atenção.

Seja pela qualidade de lineup, ou pela beleza dos lugares onde estes festivais acontecem, eles deveriam já estar nos meus e seus planos de viagem para festival, oh:

Muskelrock

Este é um festival muito low profile que rola na Suécia, em junho. Feito por fãs de metal, tem um lineup cheio de metal clássico, bandas que poucos conhecem. Geralmente, várias preciosidades do speed metal e metal clássico, bem como de alguns estilos mais extremos. Ainda mais especial, é um festival que privilegia a montagem do lineup com igualdade de gênero. Um monte de bandas de mulheres tocam lá.

Tyrolen é o local onde o festival acontece, no meio da natureza. Paisagens suecas que compensam, preços não tão elevados, três dias de música em um palco.

Ficou interessadx? Mais informações no site oficial do festival: http://muskelrock.com/info.html

Metal Magic

Este festival acontece na Dinamarca, em Fredericia, e já é conhecido de muitxs brasileirxs. Estivemos lá em 2015 e encontramos várias pessoas da terrinha. O festival acontece em julho, logo depois de grandes festivais como o Copenhell e Sweden Rock. Por isso, pode ser uma ótima pedida visitar!

O festival é bem pequeno, tem espaço para camping, a estrutura ainda é de um festival super alternativo. Mas não falta nada. A gente esteve lá e se divertiu. São três dias de música, com direito a dois palcos – um interno e outro externo. É uma ótima oportunidade para conhecer os locais e ouvir música boa.

Mais informaçoes aqui: http://metal-magic.dk/

Obscene Extreme

obscene extreme festival

Obscene Extreme/Divulgação

Quem gosta de música extrema e tem baixo orçamento deveria pensar em incluir esse festival em seus planos. A República Tcheca é um lugar super barato na Europa. O festival acontece lá, em Trutnov, no mês de julho.

São quatro dias de shows com as bandas mais pesadas do death, thrash e vertentes mais brutais do metal. O festival é um open air e o local onde ele acontece também é rodeado por uma natureza generosa. Apesar de ter somente um palco, o festival conta com boa estrutura e bandas de todo o mundo – inclusive, Nervosa já tocou por lá.

Mais informações: http://www.obsceneextreme.cz/en

Fall of Summer

Como o próprio nome já diz, este é um festival que rola quando a galera já está dando adeus ao verão. O Fall of Summer acontece na França, em setembro. O local é  Île de Loisirs, de Vires-Torcy, que fica a 30km de Paris. Ou seja, ótima pedida pra fazer um combo festival e turismo.

Além de contar com dois palcos, área de camping e muitas bandas tocando, o festival oferece uma ótima estrutura. Pra saber mais, visite o site oficial: http://fallofsummer.fr/

Alcatraz Metal Festival

alcatraz metal festival

Alcatraz Metal Festival. Ph: Eliaz Bruggerman

Festival na Bélgica é sempre garantia de muita diversão e boa comida. Por isso, o Alcatraz é uma ótima opção. Ele rola em Kortrjik Courtrai, no mês de agosto. É uma ótima opção para quem vem para a segunda parte do verão europeu.

O lineup não é tão estrelado como o irmão famoso Graspop, mas também é cheio de ótimas atrações e grandes nomes para salpicar os três dias de música. São dois palcos, área de camping, estrutura de bares e praças de alimentação, como vários outros festivais mais conhecidos.

Como o nome indica, o festival é todo feito na temática da famosa prisão de Alcatraz. Assim, tem bar ‘prisão’, tem palco ‘prisão’, é uma coisa feita pra bandidos do metal mesmo, hahahaa. Para saber mais do Alcatraz, acesse: http://www.alcatraz.be/en

Greenfield festival

Não vai ser um dos festivais alternativos mais baratos para ir, porque a Suíça é um país bem caro. No entanto, um festival de metal com três palcos, em três dias, imerso entre os alpes tem o seu valor.

Além de estar localizado nesta paisagem maravilhosa, a organização costuma trazer grandes nomes para o lineup. Pra saber mais, acesse: https://www.greenfieldfestival.ch/en

Roadburn Festival

Este festival merece levar a fama de alternativo não só por ser pouco conhecido. O lineup também é formado por bandas lado b do metal europeu. Assim, não espere grandes nomes, mas sim grandes novidades.

Rola em abril, em Tilburg, na Holanda. É um festival indoor, que acontece durante uma estação fria. São 5 palcos e 4 dias de música. Para saber mais sobre ele, visite o site oficial: http://www.roadburn.com/

SWR Barroselas Metalfest

O SWR está entre os nossos queridinhos de Portugal. Além de estar localizsdo em uma região muito bonita do país, o Barroselas é um festival com uma linda história: desde sua criação (1998), é feito por fãs.

O festival acontece em abril. É indoor, com três palcos onde a música rola direto por dois dias. O lineup é geralmente composto por bandas das vertentes mais extremas do metal. Não há grandes nomes, mas há muita festa e diversão.

Pra saber mais: http://naam.pt/swr-fest/news

Ressurection Fest

ressurection fest

Ressurection Fest/ Divulgação.

O Ressurection Fest ganhou o Festival Awards 2016, na categoria melhor festival de grande formato. Apesar de premiado, não se ouve com muita frequência gente planejando fazer uma visita aos espanhóis. Dois dias de festival, ótima estrutura de camping e 4 palcos mostram que se trata de um festival de tal grandeza, mesmo.

Além de o prêmio nos mostrar que a visita é devida, os lineups montados pelo festival estão cada dia melhores; eles misturam as várias vertentes do metal, grandes, médias e pequenas bandas. O festival acontece em Viveiros, um lugar encantador no território espanhol. Vale muito a inclusão deste festival em nossos planos.

Mais: https://www.resurrectionfest.es/

Tons of Rock

A Noruega é linda. A gente visitou o país duas vezes mas nos deu muita pena não ter tido tempo para ir a Halden, local onde acontece o Tons of Rock. A cidade abriga um forte medieval onde o festival acontece.

O festival não é dos maiores, mas tem área de camping, três palcos e muita música boa em três dias de festa. Nomes como Black Sabbath já tocaram por lá. Então, é bom ficar de olho no lineup e se planejar para um dia visitar. Pra saber mais: http://tonsofrock.no

Hard Rock Laager

Estônia é um destino lindo e barato na Europa e o Hard Rock Laager acontece aí. Ou seja, ótima desculpa para festivalar e turistar ao mesmo tempo. O festival acontece em julho, durante dois dias, com dois palcos que privilegiam artistas de hard rock e metal.

Vana-viagala, a localidade onde o festival rola, tem uma natureza exuberante. Um camping no vale de um rio, cercado por montanhas rochosas maravilhosas. Uma paisagem que merece ser conferida, além das ótimas performances artísticas. Saiba mais aqui: http://www.hardrocklaager.ee/

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

 

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer com 2 colegas um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário sobre as Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Foi por paixão também que larguei um emprego público, para me aventurar pelo mundo dos festivais com a Pri.

2 comments

Add yours

Deixe uma resposta

Close