você precisa usar ear plugs em festivaisWiki Commons

Você precisa usar ear plugs em festivais

“Use ear plugs!”, “Descanse seus ouvidos!”. Essas são recomendações que vi pela primeira vez na vida em show/festival ao circular por festivais na Europa. Há uma preocupação praticamente generalizada dos festivais de lá com a proteção do ouvidinho dos festivaleiros, quase uma coisa de mãe. A todo momento, eles tentam te convencer sobre a importância de usar ear plugs em festivais.

Essa política de segurança com a audição do público (sim, eles tratam isso como segurança) foi uma das coisas mais surpreendentes e alertadoras que descobri dentre as novas práticas e comportamentos que conheci nessa romaria festivaleira pela Europa. O susto foi grande: o nível de decibéis de um show pode chegar a quase o dobro do que é saudável para a audição e eu mesma descobri que minha audição já está comprometida e abaixo da capacidade.

Descubra no fim do post como está a sua audição

Sempre soube que músicos e profissionais que trabalham com música ao vivo lançam mão do acessório para proteger os ouvidos dos altos níveis de decibéis aos quais estão constantemente expostos, mas nunca imaginei que ele pudesse ser tão necessário assim para o público. Fui resistente à ideia no início, mas depois comecei a reconsiderá-la, afinal:

  • Sou uma moça de quase 30 anos, e a essa altura da vida a gente aprende que essas recomendações no estilo conselho de mãe foram feitas pra se levar a sério
  • Uma pessoa que coleciona (coleciona, gente!) ingressos de shows há mais de uma década e se dispõe a intensificar a prática já mais que regular de ir a shows (pois festivais em sua essência são uma sequência intensa de shows) deve pensar nas consequências dessa decisão, néam?

Ear plugs: política de segurança nos festivais europeus

O maravilhoso mundo dos ear plugs – ou tampões de ouvido, me foi apresentado logo de cara, no Roskilde, na Dinamarca. O festival mais paranoico com a segurança que a gente conheceu até agora dedica um tópico inteiro à proteção da audição no capítulo do guia que fala da segurança do público.

“Se você sentir que está ouvindo um zumbido, cuidado. Isto é um sério sinal de perigo. Use ear plgus, que estão à venda nos quiosques, bares e lojas de merchandising por 10 DKK (R$ 5)”.

Em anos anteriores, a organização chegou até a distribuir gratuitamente o acessório na entrada do festival.

Foi o que fizeram o Wacken, na Alemanha, e o Festival de Montreux, na Suíça, neste ano. A Gra, que foi ao Wacken, ganhou um par de ear plugs assim que chegou. Eles vinham dentro da Metal Bag, um conjunto de souvenires dado pelo festival para qualquer um que tivesse comprado ingresso.

Em Montreux, o alerta começa no site do festival:

“Apesar da rigorosa política de respeito às leis de áudio, é possível que a exposição prolongada ao barulho em certas áreas do festival provoque lesões no tímpano. Para prevenir potenciais danos, tampões de ouvido estão disponíveis gratuitamente na entrada das casas de shows, bares e nos guichês de informação”.

In loco, topei com várias caixinhas cheias dos ear plugs de graça (e com instruções de como usar em cada embalagem). Junto da caixa, a mensagem: “Proteja seus ouvidos”. Notei que as caixas, cheias no início dos shows, estavam vazias na saída. Ou seja: o pessoal por lá usa mesmo. Além dos protetores, havia também “zonas de recuperação auditiva” (!!), lugares onde imperava o silêncio e adequados para descansar os ouvidos. Sério.

você precisa usar ear plugs em festivais

A indústria e os músicos levam o uso de ear plugs muito a sério

A preocupação, pelo visto, ultrapassa a barreira dos festivais. Há uma indústria especializada em ear plugs. Os fabricantes segmentam o produto de acordo com a necessidade (músico, DJ, público) e oferecem modelos ao mesmo tempo anatômicos e bonitinhos, menos caretas. Há também modelos super tecnológicos, acompanhados de filtros que podem ser usados conforme a intensidade do barulho: baixo, médio e alto – a recomendação é que os protetores de espuma sejam evitados porque eles apenas abafam o som, mas não reduzem o ruído.

Além da indústria, há também mobilização, como a da campanha Action Hearing Loss, na Inglaterra, liderada por Chris Martin, do Coldplay, e do rapper Plan B, que aos 31 anos já sofre de problemas de audição devido à falta de proteção durante ao longo de sua carreira.

Para parte do público europeu, usar ear plgus é um hábito

O público lá fora, conforme citei o exemplo de Montreux, demonstra estar seguindo a recomendação aos poucos e pra muitos já é um hábiyo usar ear plugs em festivais. Vi gente protegendo os ouvidos durante shows no Roskilde, no Brutal Assault e no Sziget (que também tem recomendações para a segurança auditiva). Em alguns casos, é um hábito automático. Estava com um boy magia dentro de um bar no Brutal Assault, e quando saímos em direção à área de shows ele imediatamente tirou os protetores do bolso.

Heeein???? Entenda porque você precisa usar ear plugs em festivais

Quem não faz isso pode já não estar ouvindo os shows tão bem quanto deveria. Uma pesquisa feita na Inglaterra pelo Royal National Institute for the Deaf durante cinco festivais no país constatou que mais de 80% das pessoas que disseram não usar proteção nos ouvidos apresentavam sinais de danos auditivos.

A explicação: sons abaixo de 75 decibéis não oferecem nenhum risco à audição. Acima de 85, pode haver danos progressivos somente se a exposição ao ruído for permanente e contínua. Quando o som supera os 110 decibéis, uma exposição por apenas dois minutos já é suficiente para provocar danos imediatos. Shows ficam na faixa de 100 a 120 decibéis, podendo chegar a 140.

Faça o teste e descubra o quão envelhecida está sua audição

Duvida? Então faça o teste auditivo abaixo. A Gra compartilhou comigo esse link logo depois que encerramos a viagem pelos festivais. Fazendo o teste, descobri que já não escuto mais as frequências que deveria ouvir com minha idade. Minha audição está mais próxima da de uma pessoa de 40 anos. A Gra, headbanger desde sempre, descobriu que tem audição de um aposentada. Como ela mesma disse, “heavy metal destrói”. Conclusão: ear plugs passam a integrar nosso kit festival djá!

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

5 comments

Add yours

Deixe uma resposta

Close