roskilde festival tudo sobre festivais de músicaRoskilde Festival Official Press. Photo: Christian Hjorth

Boas vindas aos festivais de verão europeus

Esse vai ser basicamente um rolé rápido de despedida [temporária, pelamorshhhhh] da escandinávia, com um pulinho básico na França. O Festivalando dá as boas vindas aos festivais de verão europeus com o Sweden Rock– na Suécia, Hellfest – França, Roskilde Festival – Dinamarca e Metal Magic – Dinamarca. Muitas pegadinhas do destino e certa contenção orçamentária estão por trás destas escolhas. Mas cá para nós, não estamos reclamando não! O verão europeu dos festivais não poderia ser contemplado em melhor estilo por aqui. O rolé começa a partir dessa semana, quando embarco no dia 03 para Solvesbörg, no sul da Suécia e daí fico por conta da diversão festivaleira até minha viagem de volta ao Brasil. Meses de muita movimentação e emoções, hãnn??!!

O Sweden Rock é um dos maiores festivais dedicados ao rock e metal na escandinávia. Junto com o Roskilde, ele figura entre um dos destinos festivaleiros mais populares do verão europeu. O perfil musical do festival, caso a gente possa traçar um, é bem calcado no hard rock e no rock clássico. Mas, as últimas edições fizeram com que o festival ficasse bem diversificado. Agora, trata-se de um evento em que Mötley Crue, Samael, Toto e Eluveitie dividem palcos, por exemplo. Com mais de 20 anos de história, o Sweden Rock é realizado mais uma vez em Sölvesborg, cidade ao sul da Suécia ( perto de Malmö e também vizinha de Copenhague). Nos dias 3, 4, 5 e 6 de Junho eu espero ter uma das mais organizadas experiências em festivais que já vivi – pois é assim que eles vendem o evento e é assim que tenho experimentado a sociedade escandinava. A organização do Sweden Rock também enfatiza bastante o fato de o festival ter um ambiente familiar e tranquilo – mas será que vai ser tão relaxante e de boa quanto o Popegoja foi? Vamos ver! Vocês vão saber junto comigo, assim que começar as minhas vivências por lá!

De Sölvesborg eu volto por alguns dias para Copenhague, na Dinamarca, onde estou fixada atualmente. Então, uma semana depois eu embarco para a França, no dia 18 de Junho. Só mesmo um festival de metal poderia fazer despertar em mim o interesse pela cidade da Luz, uma vez que nunca fui muito ligada à cultura francesa e nem sou muito chegada ao tal do “romantismo” estereotipado que envolve o país. O Hellfest me arrasta para Nantes, cidade próxima a Clisson, aonde o festival acontece e, de quebra, me permite ver ” de qualé” em Paris, assim que o festival terminar. O Hellfest me despertou a curiosidade desde o início, por se destacar como um dos maiores festivais de metal. Mas, além de tudo, ele tem mostrado uma certa “dipsuta” acirrada com o Wacken Open Air- a meca da metaleiragem, pelo fato de manter os mesmos patamares na construção do line up, bem como uma qualidade comparável com a do festival alemão. Tão ansiosa para ver toda a novidade que o solo francês representa para minha trajetória de viajante quanto para ver os shows de Faith No More, L7, Cavalera Conspiracy, The exploited, ZZ Top, Marylin Manson, Orchid, Shining de novo… ih, tá difícil ficar contida, viu?!

De Paris, volto à escandinávia de novo, depois dos dia 24. Me recupero da pauleira e encaro o nosso gigantão Roskilde Festival já a partir do dia 27, quando a festa e a música boa é garantida até o dia 04 de Julho. Ele é velho de casa, e todo mundo está cansado de saber de tanto que falamos desse festival por aqui. Ele é um dos maiores festivais da Europa, sem dúvida um dos melhores também. Esse ano ele veio com algumas novidades, como o design do site e a nova política de voltuntariado, da qual ainda vamos falar um pouco aqui. O Line up traz pitadas muito interessantes de tudo que há de legal na música. Die Antwoord, Corrosion of conformity, Muse, Pharrel Williams, e claro, o Paul McCartney que não vai falar “uai”, mas vai talvez fale “Hvorfor!”

Já o Metal Magic é o baby metal da escandinávia que começou em 2008. Depois do Copenhell – que para o meu desespero acontece na mesma data do Hellfest (19 a 21 de Junho),Metal Magic é o segundo festival dinamarquês de verão que dedica seus palcos ao heavy metal. Ele acontece de 9 a 11 de Julho e terá como headliners duas bandas das quais sou super fã, Girlschool e Sigh! Além disso, muitas bandas dinamarquesas novatas e competentes, como os rapazes do Impalers e Crocell vão tocar. Esse será o festival com que vou dizer um até logo para uma das sociedades mais legais que já conheci!

Para saber mais sobre esses festivais, aqui vai um resuminho para você:

Sweden rock:

Onde: Sölvesborg, Suécia
Quando: 3 a 6 de Junho de 2015
$ 2640 coroas suecas p/4 dias
Mais: http://www.swedenrock.com/

Hellfest

Onde: Clisson, França.
Quando:18 a 21.
$700 aproximadamente
Mais:http://www.hellfest.fr/

Roskilde Festival

Onde: Roskilde, Dinamarca.
Quando:27/06 a 04/07
$1000 reais para os 8 dias de festival
Mais: www.roskilde-festival.dk

Metal Magic

Onde: Fredericia, Dinamarca.
Quando: 9 a 12.
$280 reais para os 3 dias
Mais:http://metal-magic.dk/

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba sempre nossas dicas, histórias e novidades sobre viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer com 2 colegas um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário sobre as Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Foi por paixão também que larguei um emprego público, para me aventurar pelo mundo dos festivais com a Pri.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta

Close