bandana no wackenBandana na boca tendência no Wacken

Bandana na boca é tendência no Wacken

Quando cheguei em 2014 às holy lands do Wacken, o maior festival de metal do mundo, fiquei muito confusa com os modelitos com os quais comecei a me deparar. Pretinho básico, ok, fantasia idiota de viking ok, góspicas mórbidas resistentes ao verão, ok, pirigóticas ok… mas péra: Bandana na boca? Tentei ignorar aquilo por um momento. Também fiquei confusa se todo mundo ali era fã da banda mexicana Brujeria, cujos integrantes usam bandana na boca. Primeiro foi um grupo de 4 pessoas… depois mais 2, mais 3, vários… Pronto! Bandana na boca é tendência no Wacken! Me achei pretensiosa e ousada ao dizer isso, “tendência”, pois as pessoas que me conhecem sabem muito bem que não entendo bulhufas de moda. Sou daquelas que chamam um tecido moderno, leve e brilhante de ” pano de sombrinha” sem pudor algum, e que somente há pouco tempo ficou sabendo que “vestido de bolinha” é vestido de estampa poá.

Portanto, não vou te enganar: esse post é tudo menos um post de moda. Talvez seja um post de zueira da moda, ou zueira da falta da moda? Ou sobre gente que inventa moda? Fiquemos com essa última opção, então. Mesmo assim, insisti em investigar as raízes fashionísticas daquele acessório. As estampas presentes nas tão famosas bandanas são de origem persa. O desenho da estampa recebe no ocidente o nome de paisley. Os povos persa do Iran usavam a estampa como forma de espantar os demônios e também há uma simbologia ligada a eternidade e amor à vida – a estamapa remete ao formato das folhas de algumas espécies de árvore cipreste que tinham tal siginificado na cultura persa. Mais tarde os indianos também incoroporaram a estampa, que virou um dos tecidos tradicionais, acompanhado de uma ténica própria de tingimento. Mas o legal mesmo da participação indiana é a origem do nome que a gente usa. A palavra bandana vem da língua Hindi – bandhana, que significa ligação, relação entre humanos. Profundo né?

paisley bandana

Paisley bandana

Mas como a bandana ou o pasley chegaram às cabeças, pescoços e bocas contemporâneas? Bom, a culpa foi do verão do amor e dos movimentos hippie e psicodélicos da década de 70. Era bem comum ver a estampa usada pelas bandas de rock, inclusive os queridinhos Beatles, que voltaram cheios das roupinhas de paisley depois do tour na Índia. Claro, não se pode esquecer também dos filmes de faroeste americano que espalharam o uso das bandanas no pescoço e na boca – é, na boca era tipo bandidão style mesmo. E aí, no heavy metal, a referência mais óbvia é a banda Brujeria, que usa a referência bandidão de faroeste, só que na versão matando gueros! hahaha. Mas não se enganem. Os lencinhos na boca do Wacken não eram uma homenagem à banda, que nem tocou na edição de 2014…

banda brujeria

Brujeria Divulgação

Depois desse rápido e interessante pano de fundo histórico, quero chamar a atenção para o fato de que as bandanas usadas na boca, a ~ tendência de moda do wacken~ está bem distante do verão do amor e dos Beatles, apesar de resurgirem em um festival de verão. Talvez esteja um pouco menos distante do Brujeria. O fato é que a bandana do Wacken, meus amigos, trata-se do método mais efetivo e style de proteger as vias aéreas da poeira sem fim!

Wacken é poeira o tempo todo. Poeira no ar, poeira levantada em todo mosh, em todo show. Poeira que sem perceber se incrusta em cada poro do seu corpo. Eu não estava atenta a esse detalhe e enchi meus pulmões de poeira. Parecia que eu também comia poeira em alguns momentos, hauahauah. Você não gostaria de ver o que saiu do meu nariz durante vários dias após o Wacken. Foi bem ruim, viu…

poeira no wacken

Minha mão em estado deplorável. E não adiantava lavar. Poeira afetiva!

Assim, o fenômeno da proliferação da tal bandana na boca e nariz foi simplesmente uma forma de se proteger contra essa nuvem de ~partículas sagradas~ das holy lands do Wacken… aff. E o acessório foi tão levado a sério em 2014 que o pessoal do marketing do festival, gente supimpa e antenada, resolveu incluir na linda e famosa metal bag (aquela cheia de souvenirs), uma máscara protetora de boca e nariz oficial, com a logo xuxu do Wacken para a edição de 2015.

metal bag

Metal Bag Wacken 2015 – bolsinha com souvenirs e utilidade do festival. Foto: divulgação.

Então, para você que não quer escarrar terra por tempo indefinido pós festival, #fikadika da bandana na boca.

E para você que nāo se importa com o catarrinho marrom e sensação de comer terra, abaixo sugestões de uso fashion acima de tudo, em cores e estampas diferentes:

estilos de bandana

Todo mundo ama bandana.

GaGa ama tb, óh:

lady-gaga-em-clipe

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer com 2 colegas um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário sobre as Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Foi por paixão também que larguei um emprego público, para me aventurar pelo mundo dos festivais com a Pri.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta

Close