novidades do lollapalooza brasil 2017

(Algumas) novidades do Lollapalooza Brasil 2017

Desde que se mudou para Interlagos, o Lolla vem surpreendendo a gente com detalhes novos ano a ano. Arrisco dizer que 2016 foi o ápice dessa vibe novidadeira – até agora. Vocês também não saíram de lá com aquela sensação de “OMG, quanto mais isso pode crescer?“. Nos dias 25 e 26 de março vamos ter a resposta, mas dá para ter uma ideia pois algumas novidades do Lollapalooza Brasil 2017 já deram as caras.

Pulseira Lollapalooza Cashless

Essa novidade nós já sabemos desde o ano passado, mas vale muito a pena repeti-la, pois pra gente aqui no Festivalando é motivo de comemoração quando um festival brasileiro se rende às pulseiras. Somos fãs declaradas! Como já dissemos aqui várias vezes, esse já é um souvenir garantido do festival.

As pulseiras do Lolla vão usar a tecnologia RFID, que permite a realização de transações financeiras por meio de radiofrequência. Isso quer dizer que você vai poder comprar alimentos, bebidas e outros produtos utilizando somente a pulseira, sem a necessidade de utilizar dinheiro ou cartão. Pra mágica acontecer, ela deverá ser previamente carregada com o valor que você desejar. O rito será basicamente o seguinte:

  • Entrega/Retirada: a partir do dia 25 de fevereiro. No momento da compra, é possível escolher entre receber a pulseira em casa ou retirá-la em algum ponto físico. A partir do dia 25 começarão as entregas para quem optou por este serviço e será divulgada também a lista de locais onde será possível retirar a pulseira para aqueles que assim optaram
  • Ativação: o Lolla vai divulgar o link onde será possível ativar a pulseira. Cada pulseira tem um código único que deve ser vinculado ao portador da mesma no momento da ativação, tornando-a pessoal e intransferível
  • Carregamento: no mesmo link da ativação, você poderá carregar a quantia que desejar, usando cartão de crédito e débito. No festival, também haverá pontos de recarga

Banheiros com água corrente

Quem teve essa ideia ganha um beijinho na testa. A organização anunciou que parte dos banheiros do Lolla este ano terão água corrente, o que garante mais higiene e conforto. Quem vai ao Rock in Rio ou foi na derradeira edição do Planeta Terra, em 2013, deve ter notado que há uma diferença entre esses banheiros “normais” e os temidos banheiros químicos (cara de nojinho neste momento).

É claro que com o grande fluxo de pessoas chega um ponto em que fica difícil manter os banheiros limpinhos como o da sua casa, mas mesmo assim a qualidade é melhor que a dos químicos.

Vocês sabem que aqui no Festivalando a gente leva MUITO a sério a estrutura dos festivais, a ponto de termos criado um ranking de festivais determinado justamente pela estrutura, o Festivalômetro. E vocês sabem também que os banheiros são uma das categorias de avaliação que contam pontos pra nota final. Ao fim do festival, certamente a nota do Lolla no nosso Festivalômetro terá que ser revisada alguns pontinhos para cima.

Expansão dos serviços do Lolla Lounge

As rycahs que têm o prazer de curtir o Lolla na área VIP vão ter neste ano acesso a serviços também fora da área do Lounge. Bares e banheiros serão instalados próximos à região dos palcos exclusivos para quem comprou o acesso VIP. A estrutura de dois andares onde é tradicionalmente montado o Lounge todos os anos segue oferecendo os serviços já conhecidos.

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Priscila Brito

Sou jornalista e melômana, não sei se nessa ordem. Coleciono ingressos de shows desde 2001. Agora coleciono pulseiras de festival e carimbos no passaporte. Sou uma das mães do Festivalando e fiz Paul McCartney falar uai no Mineirão. Só porque eu gosto de música. Nas horas vagas, faço coisas sérias e tento salvar o jornalismo.

2 comments

Add yours
  1. Renan 31 Janeiro, 2017 at 14:03 Responder

    Queria ir tanto para o Lolla deste ano. Mas o din din curto e o planejamento para o Rock In Rio me fez optar pelo festival carioca. O line não está lá essas coisas, mas tem muita coisa legal. Uma pena que as vendas estão devagar. O erro do Lolla foi ter pulado do primeiro lote em menos de duas semanas para o segundo. Mesmo com propagando da Globo, estão apelando para promoção 2×1 e sem sucesso. Outro ponto fundamental que o Lolla deveria copiar do RIR seria a instalação de bebedouros pelo amor de Deus!

    • Priscila Brito 1 Fevereiro, 2017 at 10:23 Responder

      Ao que parece, como este post indica e outras infos também, está sendo feito um investimento em estrutura/novidades na edição deste ano. Isso é ótimo mas, naturalmente, as pessoas são fisgadas pelo lineup e é isso que o festival vende também. Ninguém vai fazer uma propaganda falando “vem pro festival porque tem banheiro com água corrente desta vez” rsrs. Talvez isso tenha mais efeitos no próximo ano, quando todo mundo começar a falar “ah, o Lolla mudou, incrementou isso, melhorou aquilo”. A conferir. Sobre os bebedouros, deveria ser uma regra pra todo festival, como eu e Gra já ressaltamos um monte de vezes aqui.

Deixe uma resposta

Close