bogothrash na colômbia

Quanto custa ir para o Bogothrash na Colômbia

É daqui a pouco, logo ali em junho, mais precisamente no dia 18 que acontece a edição do Bogothrash na Colômbia. Muita gente já está com a viagem toda organizada, o que seria o ideal. Mas, algumas pessoas estão um pouquinho atrasadas, ou até mesmo ainda não decidiram se vão ao festival. Caso um dos motivos da sua indecisão seja financeiro, a gente te dá uma mãozinha e faz as contas de quanto custa ir para o Bogothrash.

O Bogothrash é um festival de thrash metal que acontece anualmente em Bogotá, na Colômbia e tem a fama de ser o maior evento do estilo no país, podendo ser também um dos maiores dedicados ao thrash metal na América Latina. Esse ano o festival conta com nomes importantíssimos. Dentre eles, os americanos da Toxic Holocaust, Gama Bomb do Reino Unido, Nervochaos do Brasil e Disaster do Chile, além de outras bandas muito legais. É um festival Open Air que conta com espaço de venda de merchandising de bandas, stands de comida e atrações diversas ligadas à cultura underground.

Veja nossa seleção de hotéis em Bogotá e faça sua reserva

O Bogothrash acontece num espaço para eventos na Zona F, pertinho do centro de Bogotá. Isso não vai exigir muitos malabarismos e gastos de dinheiro dentro do país. Além disso, é um festival de um dia só. É garantia de uma viagem um pouco mais econômica para quem não vai fazer turismo. Mas, como é logo ali na Colômbia, nossos vizinhos, o turismo é quase que obrigatório. O real ainda tem uma pequena vantagem sobre o valor dos pesos colombianos.

bogothrash na colômbia

Bogothrash Oficial

Assim, vou fazer as contas, como de costume, para o pé-de-chinelo style, que vai ao festival gastando o mínimo possível, incluindo o mínimo possível de gastos com turismo. E também farei as contas para o turista econômico, ou seja, aquele que pretende fazer turismo, ter o mínimo de conforto e pagar pouco por isso. Vamos lá?

Bogothrash na Colômbia – Pé-de-chinelo style

Seu foco é realmente o festival e alguns gorós. Você não liga para o conforto. Mas, dessa vez, quer dar um rolezinho por Bogotá, para dar uma sacada na cidade que sedia o festival. Assim, sendo o Bogothrash um festival de apenas um dia, a gente assume que você vai ficar pelo menos mais dois dias na cidade, para fazer turismo. Turismo no talo, com nada de restaurante, nada de gastos extremos com transporte. Ah, você precisa tratar de fazer Couchsurfing, uma vez que o objetivo aqui é gastar zero com hospedagem.

bogothrash na colômbia

Bogothrash na Colômbia – Turista econômico

Você vai aproveitar para conhecer pelo menos um pouco mais da Colômbia do que só Bogotá. Afinal, já vai gastar bem menos com essa viagem do que com alguma viagem que fosse feita para o continente europeu, por exemplo. Assim, previmos mais dias de turismo e possibilidade de deslocamento entre as cidades. Pelo menos mais uma cidade além de Bogotá, como Cartágena, por exemplo. Você continua, entretanto, comendo o mínimo possível em restaurantes. Eleja um em cada cidade para você entrar em contato com a cultura gastronômica do lugar. Você também vai dormir em hotéis ou hostels, os mais baratos, mas pelo menos garantirá algum conforto.

bogothrash na colômbia

 

Vai viajar para a Colômbia? Faça agora o seu seguro viagem. É uma forma de garantir que você vai ter assistência em qualquer imprevisto com a sua saúde sem ter que se preocupar com os gastos incalculáveis que um problema desses fora do Brasil pode ter. Aqui você pode pesquisar o melhor preço em várias seguradoras, comprar o que se adequar ao seu orçamento, conseguir um desconto e parcelar sem juros.

Gostou deste post? Temos muito mais pra você!

Receba nossas dicas, histórias e novidades de viagens para os melhores festivais de música do mundo.

Compartilhe este post

Gracielle Fonseca

Não faço nada na vida sem paixão. Tanto que, pra me formar em Jornalismo, tive que fazer com 2 colegas um TCC sobre metal, o Ruído das Minas: a origem do heavy metal em BH. Também decidi que faria o primeiro documentário sobre as Mulheres no Metal, o Women in Metal, e fiz. Foi por paixão também que larguei um emprego público, para me aventurar pelo mundo dos festivais com a Pri.

No comments

Add yours

Deixe uma resposta

Close